PERCEPÇÃO DAS PUÉRPERAS MANAUARAS FRENTE À ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NO PREPARO DO TRABALHO DE PARTO E NASCIMENTO

Francisco Railson Bispo de Barros, Luara Maia Accioly, Wanessa Fernanda Machado de Freitas, Luciana Lazameth Andrade, Bruna Karoline Carvalho da Silva, Rogério Olmedija de Araújo

Resumo


Objetivo: analisar a assistência oferecida por enfermeiras obstetras durante o trabalho de parto e parto sob a ótica da puérpera. Metodologia: trata-se de um estudo do tipo descritivo e exploratório de abordagem mista. Os dados foram coletados por meio de um questionário semiestruturado. Utilizou-se a análise de conteúdo de Bardin para tratamento dos dados. Resultados: os dados foram coletados no período de agosto a setembro de 2015 com 83 puérperas internadas no Alojamento Conjunto. Observou-se que 49,4% possuíam idade de 18 a 25anos, 47% em união estável, 79,5 eram multíparas, 88% eram pardas, 34%tinham o ensino médio completo e 60% moravam em casa ou apartamento com cônjuge e/ou filhos. Conclusão: apesar de as entrevistadas terem recebido assistência de qualidade e humana, se faz necessário refletir sobre o aprimoramento do processo de trabalho para garantir a continuidade do cuidado.

Descritores: Enfermagem Obstétrica, Parto Humanizado, Parto Normal, Percepção.

PERCEPTION OF PUERPERAL MOTHERS BEFORE NURSING CARE IN THE PREPARATION OF LABOR AND DELIVERY

Objective: to analyze the assistance offered by obstetrical nurses during labor and delivery from the perspective of the puerpera. Methodology: this is a descriptive and exploratory study with a quantitative approach. Data were collected through a semi-structured questionnaire. Bardin content analysis was used for data treatment. Results: Data were collected from August to September 2015 with 83 puerperae hospitalized in the Joint Accommodation. It was observed that 49.4% were 18 to 25 years old, 47% were in a stable union, 79.5 were multiparous, 88% were brown, 34% had completed high school and 60% lived in a house or apartment with a spouse and / or children. Conclusion: Although the interviewees received quality and human assistance, it is necessary to reflect on the improvement of the work process to ensure continuity of care.

Descriptors: Obstetric Nursing, Humanized Birth, Normal Labor, Perception.

LA PERCEPCIÓN DE MANAUARAS MADRES FRENTE A LOS CUIDADOS DE ENFERMERÍA EN LA PREPARACIÓN DEL PARTO Y EL NACIMIENTO

Objetivo: analizar la asistencia ofrecida por enfermeras obstetras durante el trabajo de parto y parto bajo la óptica de la puérpera. Metodología: se trata de un estudio del tipo descriptivo y exploratorio de enfoque cuantitativo. Los datos fueron recolectados por medio de un cuestionario semiestructurado. Se utilizó el análisis de contenido de Bardin para el tratamiento de los datos. Resultados: los datos fueron recolectados en el período de agosto a septiembre de 2015 con 83 puérperas internadas en el Alojamiento Conjunto. Se observó que el 49,4% tenía edad de 18 a 25 años, el 47% en unión estable, 79,5 eran multíparas, el 88% eran pardas, el 34% tenía la enseñanza media completa y el 60% vivían en casa o apartamento con cónyuge y / o hijos. Conclusión: a pesar de que las encuestadas han recibido asistencia de calidad y humana, se hace necesario reflexionar sobre el perfeccionamiento del proceso de trabajo para garantizar la continuidad del cuidado.

Descriptores: Obstétrica, Parto Humanizado, parto normal, Percepción.


Texto completo:

PDF

Referências


Müller J, Collaço VS, dos Santos EKA. O significado para as puérperas do suporte profissional no processo parturitivo. Rev Cient CENSUPEG. 2014;2(2):75-88.

Lucas MTB, Rocha MJF, Costa KMM, Oliveira GG, Melo JO. Nursing care during labor in a model maternity unit: cross-sectional study. Online Braz Jour Nursing. [Internet]. 2015. [cited 2016 Feb 20]. Available from: http://www.objnursing.uff.br/index.php/nursing/article/ view/5067/pdf_365

Dias EG, Monção PR, Cerqueira NC, Souza MAS. Assistência de Enfermagem no parto normal em um hospital público de Espinosa, Minas Gerais, sob a ótica da puérpera. Rev Interdisciplinar. 2016;9(2):38-48.

Oliveira ASS, Rodrigues DPR, Guedes MVC, Felipe GF. Percepção de mulheres sobre a vivência do trabalho de parto e parto. Rev Rede Enferm Nordeste. 2010;11(2):32-41.

Costa AP, Bustorff LACV, da Cunha ARR, Soares MCS, Araújo VS. Contribuições do pré-natal para o parto vaginal: percepção de puérperas. Rev Rene. 2012;12(3):548-54.

Martinelli KG, Neto ETS, Gama SGN, Oliveira AE. Adequação do processo da assistência pré-natal segundo os critérios do Programa de Humanização do Pré-natal e Nascimento e Rede Cegonha. Rev Bras Ginecol Obstetrícia. 2014;36(2):56-64.

Silva FE, Strapasson MR, Fischer ACS. Métodos não farmacológicos de alívio da dor durante trabalho de parto e parto. Rev Enferm UFSM. 2011;1(2):261-271.

Santos LMD, Pereir SSDC, Carvalho ESDS, Paiva MS, Santos, VEP, Santana RCBD. Atenção no processo parturitivo sob o olhar da puérpera. Rev Pesqui Cuid Fundam. 2012;4(3):655-666.

Frigo J, Ferreira DG, Busnello G, Adamy EK, Marin SM, Ascari RA. Assistência de enfermagem e a perspectiva da mulher no trabalho de parto e parto. Cogitare Enfermagem. 2013;18(4):761-66.

Silva U, Fernandes BM, Paes MSL, Souza MDD, Duque DAA. O cuidado de enfermagem vivenciado por mulheres durante o parto na perspectiva da humanização. Rev Enferm UFPE. [Inernet]. 2016. [cited 2016 Feb 22]. Available from: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/ article/view/11113/12586

Bardin L. Análise de conteúdo. 4 ed. Lisboa: Edições 70, 2007.

Alves AG, Martins CA, Silva FL, Alexandre MAS, Correa CIM, Tobias GC. Política de humanização da assistência ao parto como base à implementação rede cegonha: revisão integrativa. Rev Enferm UFPE [Internet]. 2016. [cited 2016 Mar 10]. Available from: https://periodicos. ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/11989/14552

Brasil. Ministério da Saúde. Objetivos de desenvolvimento do milênio: relatório nacional de acompanhamento. Brasília: IPEA, 2014.

Melo DDSA, Santos AA, Silva JMO, Sanches METL, Cavalcante KOR, Jacintho KS. Percepção da mulher quanto à assistência ao parto. Rev Enferm UFPE. [Internet]. 2016. [cited 2016 Mar 11]. Available from: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/ view/11024/12409

Pavanatto A, Alves LMS. Programa de humanização no pré-natal e nascimento: indicadores e práticas das enfermeiras. Rev Enferm UFSM. 2015;4(2):761-770.

Pereira SS, Oliveira ICMS, Santos JBS, Carvalho MCMP. Parto natural: a atuação do enfermeiro diante da assistência humanizada. Tempus Actas Saúde Coletiva. 2016;10(3):199-213.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2018.v9.n1.1035

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.