CONSUMO DE ÁLCOOL EM COMUNIDADES INDÍGENAS BRASILEIRAS: UMA REVISÃO LITERÁRIA

Fernanda Matos Fernandes Castelo Branco, Marcela Jussara Miwa, Divane de Vargas

Resumo


Objetivos: Identificar e sintetizar as evidências científicas sobre o consumo de álcool em comunidades indígenas no Brasil. Método: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, usando as bases de dados SciELO, BIREME e Web of Science com estudos nos anos de 2005 a 2015, em português, inglês ou espanhol e disponíveis na íntegra. Resultados: Foram selecionados 07 estudos para análise. O estreitamento das relações, pela facilidade de acesso às aldeias bem como pelos diversos motivos que os indígenas têm de ir até a cidade, fez com que as bebidas alcoólicas fossem inseridas nas comunidades indígenas, tornando assim um objeto de consumo de interação social dessa cultura que aos poucos vem perdendo as características próprias. Conclusão: As populações indígenas são vulneráveis ao consumo merecendo novas pesquisas, com a articulação dos serviços de saúde e profissionais de enfermagem, garantindo melhorias na qualidade de vida, promovendo bem-estar e prevenindo agravos de forma efetiva.

Descritores: população indígena; alcoolismo; transtornos induzidos por álcool.

Alcohol consumption in Brazilian indigenous communities: a literary review

Objectives: To identify and synthesize scientific evidence on alcohol consumption in indigenous communities in Brazil. Method: This is a integrative review of the literature, using the databases SciELO, BIREME and Web of Science with studies from 2005 to 2015, in Portuguese, English or Spanish and available in full. Results: We selected 07 studies for analysis. The narrowing of relations, due to the ease of access to the villages as well as the various reasons that the Indians have to go to the city, caused that the alcoholic drinks were inserted in the indigenous communities, thus making an object of consumption of social interaction of that culture that gradually they are losing their own characteristics. Conclusion: Indigenous populations are vulnerable to consumption, deserving new research, with the articulation of health services and nursing professionals, guaranteeing improvements in the quality of life, promoting well-being and effectively preventing diseases.

Descriptors: indigenous population; alcoholism; Alcohol-induced disorders.

El consumo de alcohol en las comunidades indígenas de Brasil: una revisión literaria

Objetivos: Identificar y sintetizar las evidencias científicas sobre el consumo de alcohol en comunidades indígenas en Brasil. Método: Se trata de una revisión integrativa de la literatura utilizando las bases de datos SciELO, BIREME y Web de los estudios de la ciencia en los años 2005 a 2015, en portugués, Inglés o Español y está disponible en su totalidad. Resultados: Fueron seleccionados 7 estudios para análisis. El estrechamiento de las relaciones, por la facilidad de acceso a las aldeas así como por los diversos motivos que los indígenas tienen que ir hasta la ciudad, hizo que las bebidas alcohólicas fueran insertadas en las comunidades indígenas, haciendo así un objeto de consumo de interacción social de esa cultura que, a poco viene perdiendo las características propias. Conclusión: Las poblaciones indígenas son vulnerables al consumo merecen nuevas investigaciones, con la articulación de los servicios de salud y profesionales de enfermería, garantizando mejoras en la calidad de vida, promoviendo bienestar y previniendo agravios de forma efectiva.

Descriptores: población indígena; alcoholismo; trastornos inducidos por el alcohol.


Texto completo:

PDF

Referências


Seibel SD,Toscano Junior A.Dependência de drogas. In: Dependência de drogas. São Paulo:Atheneu;2001.

Dias LF. Consumo de bebidas alcóolicas entre os povos indígenas do Uaçá.In: Souza MLP. Processo de Alcoolização Indígena no Brasil: perspectivas plurais. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz;2013.

Anderson P, Chisholm D, Fuhr DC. Effectiveness and costeffectiveness of policies and programmes to reduce the harm caused by alcohol. The Lancet [Internet], 2009 [cited 2016 Feb 10];373(9682):2234-2246. Available from: http://www.who.int/choice/ publications/p_2009_CE_Alcohol_Lancet.pdf

II Levantamento domiciliar sobre o uso de drogas psicotrópicas no Brasil : estudo envolvendo as 108 maiores cidades do país : 2005 (2006) / E. A. Carlini (supervisão) [et. al.],São Paulo : CEBRID - Centro Brasileiro de Informação sobre Drogas Psicotrópicas: UNIFESP - Universidade Federal de São Paulo.

Instituo Brasileiro de Geografia e Estatística [Internet].(2010).Brasília [cited 2016 Feb 20]. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/

Brasil. Presidência da República. Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD). Relatório brasileiro sobre drogas; (org): Duarte P, Stempliuk VA, Barroso LP. Brasília;2009.

Pompeo DA, Rossi LA, Galvão CM. Revisão integrativa: etapa inicial do processo de validação de diagnóstico de enfermagem. Acta Paul Enferm [Internet], 2009 [cited 2017 Jun 12]; 22(4):434-438. Available from: http://www.scielo.br/pdf/ape/v22n4/a14v22n4.pdf

Joanna Briggs Institute. Reviwer´s Manual. Adelaide (Australia): Royal Adelaide Hospital, 2014. Disponível em: http://joannabriggs.org/assets/ docs/sumari/reviewersmanual-2014.pdf. Acesso em: 20 jan 2016.

Melo JRFD, Maciel SC, Oliveira RCC, Silva AO. Implicações do uso do álcool na comunidade indígena Potiguara. Physis[Internet], 2011 [cited 2016 Feb 23];21(1);319-333. Available from: http://dx.doi. org/10.1590/S0103-73312011000100019

Maciel SC, Oliveira RDCC, Melo JRFD. Alcoolismo em Indígenas Potiguara: representações sociais dos profissionais de saúde. Psicol ciênc Prof [Internet], 2012 [cied 2016 Feb 8]; 32(1):98-111. Available from: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=282022731008

Souza MLP, Schweickardt JC, Garnelo L. O processo de alcoolização em populações indígenas do Alto Rio Negro e as limitações do CAGE como instrumento de screening para dependência ao álcool. Arch clin psychiatry (São Paulo, Impr.), 2007; 34(2): 90-96.

Vianna JJB, Cedaro JJ, Ott AMT. Aspectos psicológicos na utilização de bebidas alcoólicas entre os Karitiana. Psicol & Socied [Internet], 2012 [cited Feb 08]; 24(1):94-103. Available from: http://www.scielo.br/scielo. php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822012000100011

Oliveira RDCCD, Silva AO, Maciel SC, Melo JRFD. Situação de vida, saúde e doença da população indígena Potiguara.Rev Minei Enferm [Internet], 2012 [cited Feb 10];16(1); 81-90. Available from: http://www.

reme.org.br/artigo/detalhes/504

Ghiggi junior A, Langdon EJ. Reflections on intervention strategies with respect to the process of alcoholization and self-care practices among Kaingang indigenous people in Santa Catarina State, Brazil. Cad Saúde Pública [Internet],2014 Jun [cited 2015 Jan 29];30(6):1250- 1258. Available from: http://dx.doi.org/10.1590/0102-311X00108613

Souza MLP, Garnelo L. When, how, and what to drink: alcoholism among Indian peoples in the Upper Rio Negro, Brazil. Cad Saude Publica [Internet], 2007 Jul [cited 2015 Abr 30];23(7):1640-1648. Available from: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2007000700015

Branco FMFC, Vargas, D. Processo de alcoolização - reflexões de problemas relacionados ao consumo em comunidades indígenas. J Nurs UFPE on line [Internet], 2017 Feb [cited 2017 Jan 30];11(2):680-685.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2018.v9.n3.1124

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.