POTENCIAL DOADOR CADÁVER: CAUSAS DA NÃO DOAÇÃO DE ÓRGÃOS

Wellington Lucas Bezerra Correia, Samira Rocha Magalhães de Alencar, Daisy Teresinha Reis Coutinho, Marcela Monteiro Gondim, Paulo César de Almeida, Maria Célia de Freitas

Resumo


Objetivo: conhecer as causas da não concretização da doação de órgãos de potenciais doadores em um hospital de referência. Metodologia: estudo descritivo, documental e retrospectivo, com abordagem quantitativa. A amostra foi composta por 958 prontuários de pacientes. A coleta foi realizada por meio de formulário elaborado previamente, no qual foram registrados dados dos arquivos da Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes. A organização dos dados foi realizada usando-se a planilha eletrônica Excel 2013 for Windows, os quais foram analisados estatisticamente em um banco criado no software Statistical Package of Social Sciences (SPSS 22) for Windows. Resultados: as causas da não efetivação da doação foram a recusa familiar (49,4%), contraindicação médica (25,5%), parada cardíaca (23,2%) e outras (1,9%). Conclusão: o conhecimento dessas situações oferece elementos que norteiam a atuação das equipes de captação de órgãos, no que diz respeito à sensibilização da população.

Descritores: Enfermagem; Transplante; Morte Encefálica; Doador de Órgãos.

POTENTIAL CORPSE DONOR: CAUSES OF NON-ORGAN DONATION

Objective: determine the causes of non-concretization of organs donation of potential donors in a reference hospital. Methodology: study descriptive, documental and retrospective study, with quantitative approach. The sample consisted of 958 patient records. The collection was done through a previously prepared form in which data from the archives of the Intra- Hospital Organ Donation and Transplant Tissue Commission were recorded. The data was organized using the Excel 2013 for Windows spreadsheet, which were analyzed statistically in a database created in the Statistical Package of Social Sciences (SPSS 22) for Windows software. Results: The causes of non-effectiveness of donation were family refusal (49.4%), medical contraindication (25.5%), cardiac arrest (23.2%) and others (1.9%). Conclusion: The knowledge of these situations allows us to offer elements to guide the performance of the organ recruitment teams, regarding the awareness of the population.

Descriptors: Nursing; Transplant; Encephalic Death; Organs’ donor.

POTENCIAL DEL DONANTE CADÁVER: LAS CAUSAS DE NO SE DONAR ÓRGANOS

Objetivo: identificar las causas de no se realizar la donanción de órganos de potenciales donantes en un hospital terciário. Metodología: Investigación descriptiva, documental y retrospectiva con foco cuantitativo. La muestra fue de 958 historias clínicas de pacientes. La recolección de datos se llevó a cabo tras un formulario previamente elaborado en el que se registraron los archivos de los datos del Comité intrahospitalar de Donación de órganos y tejidos para trasplante. La organización de los datos se realizó utilizando Excel 2013 – Windows y fueron analizados estadísticamente en una base de datos creada en el paquete estadístico de ssoftware Statistical Package of Social Sciences (SPSS 22) for Windows. Resultados: las causas de no se realizar la donación fueron la negativa de la familia (49,4%), contraindicación médica (25,5%), paro cardiaco (23,2%) y otros (1,9%). Conclusión: el conocimiento de estas situaciones nos permite ofrecer elementos que guían las acciones de los equipos de extracción de órganos cuanto a la sensibilización pública.

Descriptores: Enfermería; trasplante; muerte cerebral; donantes de organos.


Texto completo:

PDF

Referências


Marucci FCI, Cabrera MAS. Death in hospital and at home: population and health policy influences in Londrina, State of Paraná, Brazil (1996-2010). Ciênc Saúde Coletiva. 2015; 20(3):833-40.

Rodrigues TB, Vasconcelos MIO, Brito MCCB, Sales DS, Silva RCCS, Souza AMA. Profile of potential organ donors in a reference hospital. Rev Rene. 2013; 14(4):709-13.

Louguiniere ACF, Lobo MP, Leite PL, Barros RCS, Souza AN, Vieira SNS. Knowledge of critical care nurses about the process of brain death diagnosis. Rev Rene. 2016; 17(5):691-8.

Teixeira RKC, Gonçalves TB, Silva JAC. Is the intention to donate organs influenced by the public’s understanding of brain death? Rev Bras Ter Intensiva. 2012; 24(3):258-62.

Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos. Transplantes no Ceará. J Bras Transpl [periódico na internet]; 2015 [citado 2016 nov 25]; 21(4):1-88. Disponível em: http://www.abto.org.br/abtov03/ Upload/file/RBT/2015/anual-n-associado.pdf

Freire SG, Freire ILS, Pinto JTJM, Vasconcelos QLDAQ, Torres GV. Alterações fisiológicas da morte encefálica em potenciais doadores de órgãos e tecidos para transplantes. Esc Anna Nery. 2012; 16(4):761-6.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção à Saúde. Fortalecimento da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (PNAISH): compromisso versus ação na atenção básica: Ministério da Saúde; 2013.

Souza BSJ, Lira GG, Mola R. Notification of brain death in the hospital. Rev Rene. 2015; 16(2):194-200.

Freire ILS, Vasconcelos QLDAQ, Araújo RO, Melo GSM, Costa IKF, Torres GV. Profile of potential donors by the effectiveness of donation. Rev Enferm UFSM. 2013; 3(esp):709-18.

Costa CR, Costa LP, Aguiar N. The role of nursing the patient with brain death in the ICU. Rev Bioét. 2016; 24(2):368-73.

Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos. Dimensionamento dos Transplantes no Brasil e em cada estado. J Bras Transpl [periódico na internet]; 2016 [citado 2016 nov 25]; 22(4):1-89. Disponível em: http://www.abto.org.br/abtov03/Upload/file/RBT/2016/RBT2016- leitura.pdf site não localizado, rever. Deixar o site que foi pesquisado o título da pesquisa esse site não diz nada. Substituir referência. Acesse esse site que vai encontrar, apenas duas área população e profissional

Noronha MGO, Seter GB, Perini LD, Salles FMO, Nogara MAS, Perini LD. Study of the profile of organ and tissue elective donors, and the reasons for non-donation, at the Hospital Santa Isabel, Blumenau, Santa Catarina. Rev AMRIGS. 2012; 56(3):199-203.

Pessoa JLE, Schirmer J, Roza BA. Evaluation of the causes for family refusal to donate organs and tissue. Acta Paul Enferm. 2013;

(4):323-30.

Secretaria de Estado da Saúde do Paraná. Sistema Estadual de Transplantes. Manual para Notificação, Diagnóstico de Morte Encefálica e Manutenção do Potencial Doador de Órgãos e Tecidos. Curitiba: SESA/SGS/CET; 2016.

Cappellano J, Silveira RS, Lunarde VL, Corrêa LV, Sanchez ML, Saioron I. Intra-Hospital Committee for Donation of Organs and Tissues for Transplant: ethical issues. Rev Rene. 2014; 15(6):949-56.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2018.v9.n3.1150

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.