QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO DA EQUIPE DE ENFERMAGEM DO CENTRO CIRÚRGICO

Arethuza de Melo Brito Carvalho, Juliana Araújo Cardoso, Francisca Aline Amaral da Silva, Jefferson Abraão Caetano Lira, Samuel Moura Carvalho

Resumo


Objetivo: avaliar a qualidade de vida no trabalho da equipe de enfermagem do centro cirúrgico. Metodologia: estudo descritivo, de corte transversal e com abordagem quantitativa, desenvolvido com 70 profissionais de enfermagem do centro cirúrgico em um hospital de referência em Teresina (PI), com a aplicação dos questionários sociodemográfico e Quality Working Life Questionnaire-bref. A análise foi realizada com o SPSS versão 21.0, utilizando a correlação de Pearson e os testes alfa de Cronbach, Kolmogorov-Smirnov, Qui-quadrado e regressão linear múltipla, com intervalo de confiança de 95%. Resultados: a maioria dos participantes (62,9%) tiveram menor impacto na qualidade de vida no trabalho, entretanto a renda familiar e a formação acadêmica foram bastante significativas. Conclusão: apesar do trabalho no centro cirúrgico apresentar baixo impacto na qualidade de vida, o domínio psicológico demonstrou impacto considerável, destacando que a preocupação com a saúde do trabalhador e a valorização da equipe de enfermagem ainda precisam avançar.

Descritores: Qualidade de vida; Enfermagem de centro cirúrgico; Saúde do trabalhador.

QUALITY OF LIFE IN THE WORK OF THE SURGI CAL CENTER NURSING TEAM

Objective: to evaluate the quality of life in the work of the nursing staff of the surgical center. Methodology: a descriptive, cross-sectional study with a quantitative approach developed with 70 nursing professionals from a surgical center at a reference hospital in Teresina (PI), with the application of the sociodemographic and Quality Working Life Questionnairebref questionnaires. The analysis was performed with the SPSS version 21.0, using the Pearson correlation and the Cronbach, Kolmogorov-Smirnov, Chi-square and multiple linear regression alpha tests with a 95% confidence interval. Results: the majority of the participants (62.9%) had a lower impact on the quality of life at work, however the family income and academic training were quite significant. Conclusion: Although the work in the surgical center has a low impact on the quality of life, the psychological domain has shown considerable impact, emphasizing that the concern with the health of the worker and the appreciation of the nursing team still need to move forward.

Descriptors: Quality of life; Operating Room Nursing; Occupational Health.

CALIDAD DE VIDA EN ENFERMERÍA DEL CENTRO DE TRABA JO DE EQUIPO QUIRÚRGICO

Objetivo: Evaluar la calidad de vida del personal de enfermería que trabaja en la sala de operaciones. Metodología: enfoque descriptivo, transversal y cuantitativo desarrollado con 70 enfermeras en el quirófano de un hospital de referencia en Teresina (PI), con la aplicación de un cuestionario sociodemográfico y Calidad de Vida Cuestionario de Trabajo-BREF. El análisis se realizó con el programa SPSS versión 21.0 mediante la prueba de correlación de Pearson y alfa de Cronbach, prueba de Kolmogorov-Smirnov, regresión lineal chi-cuadrado y múltiple con un intervalo de confianza del 95%. Resultados: La mayoría de los participantes (62,9%) tenían un menor impacto en la calidad de la vida laboral, aunque el ingreso familiar y la formación académica eran bastante significativa. Conclusión: Aunque el trabajo en la sala de operaciones tiene un bajo impacto en la calidad de vida, el dominio psicológico mostró un impacto considerable, teniendo en cuenta que la preocupación por la salud de los trabajadores y la apreciación del equipo de enfermería todavía tienen que seguir adelante.

Descriptores: Calidad de vida; Enfermería de quirófano; Salud laboral.


Texto completo:

PDF

Referências


Neves MJAO, Branquinho NCSS, Paranaguá TTB, Barbosa MA; Siqueira KM. Influência do trabalho noturno na qualidade de vida do enfermeiro. Rev. enferm. UERJ. 2010; 18(1): 42-47.

Freitas MA, Silva Junior OC, Machado DA. Nível de estresse e qualidade de vida de enfermeiros residentes. Rev enferm UFPE on line. 2016 [Citado 2016 Dez 20]; 10(2):623-630. Disponível em:

Ferreira MC. Fundamentos Metodológicos para uma Ergonomia da Atividade Aplicada à Qualidade de Vida no Trabalho. Brasília: Edições LPA; 2011.

Schmidt DRC, Dantas RAS. Qualidade de vida no trabalho de profissionais de enfermagem, atuantes em unidades do bloco cirúrgico, sob a ótica da satisfação. Rev Latino-am Enfermagem. 2006; 14(1):54-60.

Ferro FF. Instrumento para medir a qualidade de vida no trabalho e a ESF: uma revisão de literatura. 92f (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal de Minas Gerais. Brumadinho; 2012.

Vidor CR, Mahmud MAI, Farias LF, Silva CA, Ferrari JN, Comel JC, et al. Prevalência de dor osteomuscular em profissionais de enfermagem de equipes de cirurgia em um hospital universitário. Acta Fisiátrica. 2014; 21 (1):6-10.

Maciel MED, Oliveira FN. Qualidade de vida do profissional técnico de enfermagem: a realidade de um hospital filantrópico em Dourados- MS. Revista Psicologia e Saúde. 2014; 6(1): 83-89.

Sousa FMS. Condições de trabalho de ambiente cirúrgico e a saúde dos trabalhadores de enfermagem. 116f (Dissertação de Mestrado). Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro; 2011.

Reis Junior DR. Qualidade de Vida no Trabalho: Construção e Validação do Questionário QWLQ – 78. 114f (Dissertação de Mestrado). Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Ponta Grossa; 2008.

Almeida ANF, Gurgel ERS, Silva SR. Qualidade de vida dos profissionais de enfermagem de um centro cirúrgico. R. bras. Qual. Vida. 2014 [Citado 2016 Dez 13]; 6(4): 216-222.

Amaral JF, Ribeiro JP, Paixão DX. Qualidade de vida no trabalho dos profissionais de enfermagem em ambiente hospitalar: uma revisão integrativa. Revista Espaço para a Saúde. 2015; 16(1): 66-74.

Silva DC, Alvin NAT. Ambiente do centro cirúrgico e os elementos que integram: implicações para os cuidados de enfermagem. Rev. Bras. Enferm. 2010; 63(3):427-34.

Pereira FCC, Bonfada D, Valença CN, Miranda FAN, Germano RM. Compreensão de enfermeiros de centro cirúrgico a respeito do seu processo de trabalho. Rev pesq. cuid. fundam. Online. 2013 [Citado 2016 Dez 20]; 5(1):3251-3258. Disponível em:

Pedroso B, Pilatti LA. Avaliação de indicadores da área da saúde: a qualidade de vida e suas variantes. Revista eletrônica FAFIT/FACIC. 2010 [Citado 2016 Dez 20]; 1(1):01-09. Disponível em:

SILVA, P. P; POPOV, D.C.S. Estresse da equipe de enfermagem no centro cirúrgico. Rev Enferm UNISA. 2010 [Citado 2016 Nov 26]; 11(2):125-130. Disponível em:

Freire MN, Costa ER. Qualidade de vida dos profissionais de enfermagem no ambiente de trabalho. Revista Enfermagem Contemporânea. 2016; 5(1):151-158.

Farias IP, Caldas CM, Miranda LN, Nagliate PC, Freitas DA, Vasconcelos EL. Educação continuada em centro de material e esterilização: percepção da equipe de enfermagem. Rev enferm UFPE on line.2016 [Citado 2017 Jan 15]; 10(7):2604-2610. Disponível em: http://www.revista.ufpe.br/ revistaenfermagem/index.php/revista/article/viewArticle/7485




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2018.v9.n3.1159

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.