IDENTIFICAÇÃO DOS CONHECIMENTOS DE MÃES NA PREVENÇÃO DE ACIDENTES DOMÉSTICOS COM CRIANÇAS DA PRIMEIRA INFÂNCIA

Essyo Pedro Moreira de Lima, Adrielle Oliveira Azevedo de Almeida, Eveline Pinheiro Bezerra, Elioneide Paulo Carneiro, Francisco Mairton Rodrigues de Andrade, Fabiane do Amaral Gubert

Resumo


Objetivo: identificar os conhecimentos das mães sobre a prevenção de acidentes domésticos infantis com crianças da primeira infância. Metodologia: trata-se de um estudo descritivo-exploratório, com abordagem quantitativa. Foi realizado em um ambulatório de puericultura localizado no Campus do Pici da Universidade Federal do Ceará, na cidade de Fortaleza. A amostra foi constituída por 32 mães. Resultados: o estudo demonstrou que há predominância de acidentes domésticos infantis em populações de baixa renda, escolaridade média, idade jovem e com várias pessoas morando na mesma residência. Percebeuse a necessidade de serem fortalecidos conhecimentos junto as mães sobre prevenção de acidentes domésticos infantis, objetivando assim prevenir a ocorrência de injúrias, podendo ser criados para este fim programas e ações de prevenção. Conclusão:percebeu-se ainda que as abordagens prevencionistas não devem ser pautadas apenas nos agentes lesivos, visto que as variáveis levantadas influenciam umas às outras, direta ou indiretamente, na ocorrência de acidentes domésticos.

Descritores: Prevenção de Acidentes; Enfermagem Pediátrica; Cuidados de Enfermagem.

IDENTIFICATION OF KNOWLEDGE OF MOTHERS IN THE PREVENTION OF DOMESTIC ACCIDENTS WITH CHILDREN OF THE FIRST CHILDHOOD

Objective: to identify mothers’ knowledge about the prevention of childhood domestic accidents with infants. Methodology: this is a descriptive-exploratory study, with a quantitative approach. It was carried out in a pediatric outpatient clinic located at the Pici Campus of the Federal University of Ceara, in the city of Fortaleza. The sample consisted of 32 mothers. Results: the study showed that there is a predominance of childhood domestic accidents in low income, middle schooling, young age and several people living in the same household. It was noticed the need to strengthen the knowledge of mothers on the prevention of domestic accidents for children, in order to prevent the occurrence of injuries, and prevention programs and actions could be created for this purpose. Conclusion: it was also noticed that preventive approaches should not be based only on the harmful agents, since the variables raised influence directly or indirectly on the occurrence of domestic accidents.

Descriptors: Accident Prevention; Pediatric Nursing; Nursing Care.

IDENTIFICACIÓN DE LOS CONOCIMIENTOS DE MADRE EN LA PREVENCIÓN DE ACCIDENTES DOMÉSTICOS CON NIÑOS DE LA PRIMERA INFANCIA

Objetivo: identificar los conocimientos de las madres sobre la prevención de accidentes domésticos infantiles con niños de la primera infancia. Metodología: se trata de un estudio descriptivo-exploratorio, con abordaje cuantitativo. Se realizó en un ambulatorio de puericultura ubicado en el Campus del Pici de la Universidad Federal de Ceará, en la ciudad de Fortaleza. La muestra fue constituida por 32 madres. Resultados: el estudio demostró que hay predominio de accidentes domésticos infantiles en poblaciones de bajos ingresos, escolaridad media, edad joven y con varias personas que viven en la misma residencia. Se percibió la necesidad de ser fortalecidos conocimientos junto a las madres sobre prevención de accidentes domésticos infantiles, con el objetivo de prevenir la ocurrencia de injurias, pudiendo ser creados para este fin programas y acciones de prevención.Conclusion: Se percibió también que los enfoques prevencionistas no deben ser pautados sólo en los agentes lesivos, ya que las variables levantadas influencian unas a otras, directa o indirectamente, en la ocurrencia de accidentes domésticos.

Descriptores: Prevención de Accidentes; Enfermería Pediátrica; Cuidados de Enfermería


Texto completo:

PDF

Referências


Hockenberry MJ, Wilson D. Fundamentos de Enfermagem Pediátrica. Rio de Janeiro: Edição 9, Editora Elsevier Brasil;2014.

Xavier-Gomes LM, Rocha RM, Andrade-Barbosa TL, Silva CSO. Descrição dos acidentes domésticos ocorridos na infância. Mundo saúde (Impr.). 2013 [citado em 2017 mai 29]; 37(4): 394- 400. Disponível em: http://www.saocamilo-sp.br/pdf/mundo_ saude/155558/A03.pdf.

Bezerra MAR, Rocha RC, Negreiros FS, Lira FMOM, Sousa LT, Santiago SCG. Acidentes domésticos em crianças: concepções práticas dos agentes comunitários de saúde. Cogitare enferm. 2014 [citado em 2017 mai 30]; 19(4): 776-784. Disponível em: https:// revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/37301/23951.

Bivanco-Lima D, Moura JC, Tirico SHN, Mazzeo MR, Cunha MT, Sperandio RA et al. Promoção à saúde e prevenção de acidentes na infância: uma ação de estudantes de medicina. Rev. med. (São Paulo). 2013 [citado em 2017 jun 01]; 92(2): 119-127. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/revistadc/article/ view/79951/83885.

Ramos ALC, Nunes LRM. Criança em ambiente doméstico/ familiar: consenso quanto aos fatores de risco de lesão não intencional. Referência. 2014 [citado em 2017 mai 01]; 4(1):45-54. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/pdf/ref/vserIVn1/serIVn1a06. pdf.

Malta DC, Mascarenhas MDM, Neves ACM, Silva MA. Atendimentos por acidentes e violências na infância em serviços de emergências públicas. Cad. saúde pública. 2015 [citado em 2017 mai 01]; 31 (5):1095-1105. Disponível em: http://www.scielo.br/ pdf/csp/v31n5/0102-311X-csp-31-5-1095.pdf.

André SB, Carvalho FM, Daltro CC, Pena P. Epidemiologia dos acidentes em uma comunidade de baixa renda em Salvador, Bahia. Rev. baiana saúde pública. 2014 [citado em 2017 mai 05]; 38(3):585-597. Disponível em: https://www.researchgate.net/ profile/Fernando_Carvalho13/publication/295081784_Epidemiologia_ dos_acidentes_em_uma_comunidade_de_baixa_ renda_de_Salvador_Bahia/links/57bb196c08ae9fdf82ef0229/ Epidemiologia-dos-acidentes-em-uma-comunidade-de-baixa- -renda-de-Salvador-Bahia.pdf?origin=publication_detail.

Brito MA, Melo AMN, Veras IC, Oliveira CMS, Bezerra MAR, Rocha SS. Fatores de risco no ambiente doméstico para quedas em crianças menores de cinco anos. Revista Gaúcha de Enfermagem. 2017 [citado em 2017 mai 18];38(3):1-9. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rgenf/v38n3/0102-6933-rgenf- -38-3-e2017-001.pdf.

Miranda IFA, Soares R, Torre K, Costa A, Fonseca T, Fernandes MG. Conhecimento dos responsáveis sobre a prevenção de acidentes domésticos envolvendo crianças. Revista de Pediatria SOPERJ. 2015 [citado em 2017 mai 28]; 15(1):6-12. Disponível em: revistadepediatriasoperj.org.br/audiencia_pdf.asp?aid2=638&- nomeArquivo.pdf.

Antão CCM, Mata MAP, Sousa MFG. Acidentes com crianças: perceção de pais, In: Jornadas de Enfermagem da Escola Superior de Saúde do IPB; 2013; Bragança-Portugal. Bragança: Primeiras Jornadas de Enfermagem da Escola Superior de Saúde do IPB; 2013 [citado em 2017 mai 28]. 40-48. Disponível em: https://bibliotecadigital.ipb.pt/bitstream/10198/9376/3/ Ebook%20Jornadas%20Enfermagem%202014%2011%203.pdf.

Copetti CL, Maciel GW, Daminelli CRT, Gualtieri PD, Souza RL Atendimentos a crianças e adolescentes vítimas de acidente domiciliar em um hospital materno infantil no sul de Santa Catarina. Revista Inova Saúde. 2014 [citado em 2017 mai 17]; 3(2):1-15. Disponível em: http://periodicos.unesc.net/Inovasaude/article/ view/1310/1669.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2018.v9.n4.1273

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.