ANOTAÇÕES DE ENFERMAGEM: AVALIAÇÃO DA QUALIDADE EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

Maria de Jesus Nascimento de Aquino, Tatiana de Medeiros Colletti Cavalcante, Rita Neuma Dantas Cavalcante de Abreu, Ligia Fernandes Scopacasa, Francisca Diana da Silva Negreiros

Resumo


Objetivo: analisar o conteúdo das anotações de enfermagem em prontuários de pacientes, em . Metodologia: estudo quantitativo, com 151 prontuários de pacientes internados, de uma unidade de terapia intensiva (UTI) de um hospital público terciário de Fortaleza-CE, Brasil, do período de setembro de 2014 a fevereiro de 2015, cujas anotações de 48 horas e de alta foram avaliadas. Resultados: dados evidenciaram anotações com conteúdo deficiente, que não expressavam a realidade dos pacientes e a assistência de enfermagem prestada. Observou-se adequação em relação ao preenchimento dos dados: data, horário e identificação do paciente, mas o preenchimento do número do Conselho Regional de Enfermagem do Ceará e assinatura do profissional sinalizaram preocupação pelo alto percentual de não conformidade aos aspectos éticos e legais. Conclusão: as anotações de enfermagem não refletiram as gravidades dos pacientes, nem a dinâmica da UTI. Descritores: Registros de Enfermagem, Auditoria de Enfermagem, Cuidados Críticos, Enfermagem, Qualidade da Assistência à Saúde.

NURSING NOTES: QUALITY ASSESSMENT IN INTENSIVE CARE UNIT

Objective: Analyze the contents of nursing notes in patients’ records in an intensive care unit (ICU) of a public tertiary hospital in Fortaleza, CE. It is a descriptive study with quantitative approach that analyzed 151 medical records of patients admitted to an ICU, from September 2014 to February 2015, whose 48 hour and discharge notes were evaluated. Data revealed notes with poor content, which did not express the patients’ situation, nor the nursing care provided. Data concerning date, time, and patient identification were adequate. However, the COREN number and the professional’s signature raised concern given the high percentage of non-compliance regarding ethical and legal aspects. Nursing notes did not reflect the severity of patients, nor the dynamics in the ICU

Descriptors: Nursing Records, Nursing Audit, Critical Care, Nursing, Quality of Health Care

ANOTACIONES DE ENFERMERÍA: EVALUACIÓN DE LA CALIDAD EN UNIDAD DE TERAPIA INTENSIVA

Objetivo: analizar el contenido de las anotaciones de enfermería en registros de pacientes, en una unidad de terapia intensiva (UTI) de un hospital público terciario de Fortaleza-CE, Brasil. Metodología: estudio cuantitativo con 151 prontuarios de pacientes internados, de septiembre de 2014 a febrero de 2015, cuyas anotaciones de 48 horas y de alta fueron evaluadas. Resultados: datos evidenciaron anotaciones con contenido deficiente, que no expresaban la realidad de los pacientes y la asistencia de enfermería prestada. Se observó adecuación en relación al llenado de los datos: fecha, hora e identificación del paciente, pero el llenado del número del Consejo Regional de Enfermería de Ceará y firma del profesional señalaron preocupación por el alto porcentaje de no conformidad a los aspectos éticos y legales. Conclusión: las anotaciones de enfermería no reflejaron las gravedades de los pacientes, ni la dinámica de la UTI.

Descriptores: Registros de Enfermería, Auditoría de enfermería, Cuidados Críticos, Enfermería; Calidad de la Atención de Salud.


Texto completo:

PDF

Referências


Costa TD, Barros AG, Santos VEP. Registros de enfermagem em unidade de terapia intensiva. Rev Baiana Enferm. 2013; 27(3):234-42.

Brasilino CEM, Oliveira PBL, Cavalcante MA, Barbosa JO, Guimarães RK. Segurança do paciente assistido em unidade de pronto atendimento: elaboração e implementação de um panfleto informativo. Mostra Interdisciplinar do Curso de Enfermagem. [Internet]. 2016. [Citado 2017 ago 19]; 2(2). Disponível em: .

Seignemarthin BA, Jesus LR, Virgilio MSTG, Silva EM. Avaliação da Qualidade das Anotações de Enfermagem no pronto Atendimento de um Hospital Escola. Rev Rene. 2013; 14(6):1123-32.

Azevêdo LMN, Oliveira AG, Malveira FAS, Valença CN, Costa EO, Germano RM. A visão da equipe de enfermagem sobre seus registros. Rev Rene. 2012; 13(1):64-73.

Conselho Federal de Enfermagem (COFEN). Guia de recomendações para o registro de enfermagem no prontuário do paciente e outros documentos de enfermagem. [Internet]. 2016 [Citado 2017 ago 19]. Disponível em: .

Barreto JA, Lima GG, Xavier CF. Inconsistências das anotações de enfermagem no processo de auditoria. R Enferm Cent O Min. 2016; 1(6):2081-93.

Cestare VRF, et al. Anotações e registros de enfermagem: em busca da qualidade da assistência. ReTEP. 2015;7(1):1465-8.

Conselho Federal de Enfermagem (COFEN). Resolução 0545/2017, de 9 de maio de 2017. Atualiza a norma que dispõe sobre a forma de anotação e o uso do número de inscrição pelos profissionais de enfermagem. Brasília-DF: COFEN; 2017.

Santana LC, Araújo TC. Análise da qualidade dos registros de enfermagem em prontuários. Rev ACRED. 2016; 6(11):59-71.

Silva JA, Grossi ACM, Haddad MCL, Marcon SS. Avaliação da qualidade das anotações de enfermagem em unidade semi-intensiva. Esc Anna Nery. 2012; 16(3):576-82.

Françolin L, Brito MFP, Gabriel CS, Monteiro TM Bernardes. A qualidade dos registros de Enfermagem em prontuários de pacientes hospitalizados. Rev Enferm UERJ. 2012; 20(1):79-83.

Gardona RGB, Ferracioli MM, Pereira MTJ. Avaliação da qualidade dos registros dos curativos em prontuários realizados pela enfermagem. Rev Bras Cir Plast. 2013; 28(4):684-90.

Silva TG, Santos RM, Crispim LMC, Almeida LMWS. Conteúdo dos registros de enfermagem em hospitais: contribuições para o desenvolvimento do processo de enfermagem. Enferm Foco. 2016;(1):24-7.

Rojahn D, Souza I, Locatelli P, Heemann R, Ascari RA. Comunicação efetiva em registros de enfermagem: uma prática assistencial. Rev Uningá. 2014; 19(2):9-13.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2018.v9.n1.1314

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.