DIAGNÓSTICOS DE ENFERMAGEM DE MULHERES NUTRIZES ATENDIDAS NO BANCO DE LEITE HUMANO

Nathália Carolina Tomazelli Crespo, Rosimere Ferreira Santana, Valdecyr Herdy Alves, Audrey Vidal Pereira, Giovanna Rosario Soanno Marchiori, Diego Pereira Rodrigues

Resumo


Objetivo: conhecer o perfil de Diagnósticos de Enfermagem em mulheres nutrizes atendidas no Banco de Leite Humano. Metodologia: estudo descritivo, com 30 mulheres atendidas no Banco de Leite Humano entre doadoras e não doadoras. Os dados foram coletados nos meses de março a maio de 2012. A análise se deu por meio de estatística descritiva. Resultados: os diagnósticos foram descritos para dois grupos: Não doadoras: Disposição para conhecimento melhorado (100,0%), Risco de infecção (80,9%), Integridade Tissular prejudicada (80,9%), Padrão de sono prejudicado (76,1%), Conhecimento deficiente (66,6%), Ansiedade (52,3%); Em Doadoras: Padrão de sono prejudicado (77,7%) e Ansiedade (55,5%). Conclusão: a taxonomia diagnóstica encontra-se de acordo com a população estudada. Validou-se a necessidade do uso dessa tecnologia como um sistema padrão de linguagem.

Descritores: Bancos de leite; Diagnóstico de enfermagem; Cuidados de enfermagem; Saúde da mulher; Aleitamento materno.

NURSING DIAGNOSIS IDENTIFIED IN WOMEN AT THE HUMAN MILK BANK

Objective: to know the profile of Nursing Diagnosis in women hosted in the Human Milk Bank. Methodology: descriptive study, with 30 women attended at the Human Milk Bank between donors and no donors. Data were collected from March to May 2012. The analysis was done through simple descriptive statistics. Results: diagnosis were described for two groups: No donors: Readiness for enhanced knowledge (100.0%), Risk for infection (80.9%), Impaired tissue integrity (80.9%), Disturbed sleep pattern (76.1%), Deficient knowledge (66.6%), Anxiety (52.3%); In Donors: Disturbed sleep pattern (77.7%) and Anxiety (55.5%). Conclusion: the diagnostic taxonomy is in agreement with the studied population. The need to use this technology as a standard language system was validated.

Descriptors: Milk banks; Nursing diagnosis; Nursing care; Women’s health; Breastfeeding.

ENFERMERÍA DE DIAGNÓSTICO IDENTIFICADOS EN MUJERES ASISTIDA EN BANCO DE LECHE HUMANA

Objetivo: conocer el perfil de los diagnósticos de enfermería de las mujeres dio la bienvenida al Banco de Leche Humana. Metodology: estúdio descriptivo, con 30 mujeres atendidas enel Banco de Leche Humana entre los donantes y no donantes. Los datos fueron recolectados entre marzo y mayo de 2012. El análisis se realizó utilizando estadísticas descriptivas simples. Resultados: los diagnósticos han sido descritos por dos grupos: No donantes: Disposición para mejorar los conocimientos (100%), Riesgo de infección (80,9%), Deterioro de la integridade cutánea (80,9%), Trastorno del patrón de sueño (76, 1%), Conocimientos deficientes (66,6%), Ansiedad (52,3%); Em Donantes: Trastorno del patrón de sueño (77,7%) y Ansiedad (55,5%). Conclusión: la taxonomía diagnóstica es función de la población estudiada. Han verificado la necesidad de la utilización de esta tecnología como un sistema estándar de lenguaje.

Descriptores: Bancos de leche; Diagnóstico de enfermería; Atención de enfermería; Salud de lamujer; Lactancia materna.


Texto completo:

PDF

Referências


Rezende EDF, Pereira ES. Os múltiplos papéis da mulher trabalhadora: um olhar do Serviço Social. [Internet] 2016 [acesso em 2016 maio 24];15(1). Disponível em: http://catolicaonline. com.br/revistadacatolica2/artigosv3n5/artigo17.pdf

Lopes MN, Dellazzana-Zanon LL, Boeckel MG. A multiplicidade de papéis da mulher contemporânea e a maternidade tardia. Temas psicol (Online) [Internet]. 2014 [acesso em 2017 fev 02];22(4):917-28. Disponível em: http:// pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid= S1413-389X2014000400018&lng=pt.

Kalil IR, Aguiar AC. Trabalho feminino, políticas familiares e discursos pró-aleitamento materno: avanços e desafios à equidade de gênero. Saúde debate. [Internet]. 2016 set [acesso em 2017 jan 20];40(110)208-23. Disponível em: http://dx.doi. org/10.1590/0103-1104201611016

Amaral GA. Os desafios da inserção da mulher no mercado de trabalho. Itinerarius Reflectionis.2013;8(2):1-20.

Branco MB, Alves VH, Rodrigues DP, Souza RD, Cruz AF, Marinho TF. Promoção do aleitamento materno nos bancos de leite humano do estado do Rio de Janeiro. Rev enferm UFSM. 2015;5(3):434-43.

Almeida JM, Luz SD, Ued FD. Supportofbreastfeedingbyhealthprofessionals: integrativereviewoftheliterature. Rev paul pediatr. 2015 Sep;33(3):355-62.

Mata LRF, Souza CC, Chianca TCM, Carvalho EC. Creating diagnoses andinterventionsundertheauspicesofdifferentnursingclassification systems. Revescenferm USP [Internet]. 2012 [acesso em 2017fev 06];46(6):1511-17. Disponível em: http:// www.scielo.br/pdf/reeusp/v46n6/en_31.pdf

North American Nursing Diagnosis Association- NANDA. Diagnósticos de enfermagem da NANDA: definições e classificação 2015-2017. Porto Alegre (RS): Artmed; 2015.

Bittencourt G, Crossetti M. Habilidades de pensamento crítico no processo diagnóstico em enfermagem. Rev esc enferm USP [Internet]. 2013 [acessoem 2017fev 06];47(2): 341-7. Disponível em: http://www.periodicos.usp.br/reeusp/article/ view/58510/61505

Carpenito-Moyet LJ, Garcez RM. Manual de diagnósticos de enfermagem. 13ª ed. Porto Alegre (RS): Artmed; 2011.

Ogunfowokan AA, Oluwatosin AO, Olajubu AO, Alao OA, Faremi AF. Student Nurses’ Perceived Use of NANDA-I Nursing Diagnoses in the Community Setting. Int J NursKnowl. 2013;24(1):37-43.

Gordon M. Manual of nursing diagnosis. 12th. ed. London: Jones and Bartlett Publishers International; 2014.

Amando AR, Tavares AK, Oliveira AKP, Fernandes FECV, Sena CRS, Melo RA. Percepção de mães sobre o processo de amamentação de recém-nascidos prematuros na unidade neonatal. Rev baiana enferm. 2016;30(4).

Silva E, Jesus L, Batistela E, Castro N, Fonseca L. Doação de leite materno ao banco de leite humano: conhecendo a doadora. Demetra: Alimentação, Nutrição & Saúde. [Internet] 2015 [Acesso em 2017 Ago 31];10(4):879-89. Disponível em: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/demetra/article/ view/16464

Roccii E, Rosa AQF. Dificuldades no aleitamento materno e influência no desmame precoce. Rev bras enferm. [Internet] 2014 [Acesso em 2017 Jan 26];67(1):22-7. Disponível em: http://www. scielo.br/pdf/reben/v67n1/0034-7167-reben-67-01-0022.pdf

Vieira F, Tonhá ACM, Martins DMC, Ferraresi MF, Bachion MM. Diagnósticos de enfermagem relacionados à amamentação no puerpério imediato. Rev RENE. 2012;12(3):462-70.

Conceição CDS, Alves VH, da Silva LR, Martins CA, de Mattos DV, Rodrigues, DP. Quality care of the bank of human milk: the perception of users. Rev enferm UFPE on line. [Internet] 2013 [acesso em 2016 dez 22];7(5),1271-78. Disponível em:http:// www.revista.ufpe.br/revistaenfermagem/index.php/revista/ article/view/4280/pdf_2583

Neves RS, de Araújo, P. H. M., & Lacerda, T. C. L. (2014). Diagnósticos de enfermagem prevalentes no bloco materno-infantil de um hospital público de Brasília. Enfermagem em Foco, 5(3/4), 53-56.

Medeiros AL, Santos SR, Cabral RWL, Silva JPG, Nascimento NM. Avaliando diagnósticos e intervenções de enfermagem no trabalho de parto e na gestação de risco. Rev gaúcha enferm. 2016;37(3).

AlvesVH, Rodrigues DP, Cabrita BAC, Vieira BDG, Branco MBLR, Sá AMP. Breastfeeding as an evaluative practice in know-how: a descriptive study. Online braz j nurs. [Internet] 2013 Dec [acesso em 2014 out 25];12(4):902-10. Disponível em:http://www.objnursing.uff.br/index.php/nursing/article/ view/4154/pdf_36

Mazzo MHSN, Brito RS. Indicadores empíricos das necessidades humanas afetadas das puérperas: validação por grupo focal. Online braz j nurs [Internet]. 2015 abr [acesso em 2017 fev 06];14(1):41-50. Disponível em: http://www.objnursing.uff. br/index.php/nursing/article/view/4602/pdf_387

Figueiredo MCD, Bueno MP, Ribeiro CC, Lima PA, Silva IT. Banco de leite humano: o apoio à amamentação e a duração do aleitamento materno exclusivo. Rev bras crescimento desenvolv hum. 2015;25(2), 204-210.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2019.v10.n1.1396

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.