PARTICIPAÇÃO PATERNA NO CICLO GRAVÍDICO-PUERPERAL E SEUS EFEITOS SOB A SAÚDE DA MULHER

Thais Rafaela Lira Cavalcanti, Viviane Rolim de Holanda

Resumo


Objetivo: buscar evidências científicas sobre a participação paterna no processo de gestação, parto, nascimento e puerpério, relacionando-os com os seus efeitos para a saúde da mulher. Metodologia: revisão integrativa realizada nas bases de dados LILACS, MEDLINE e CINAHL norteada pela questão: quais os efeitos da participação do pai/parceiro no ciclo gravídicopuerperal sobre a promoção da saúde da mulher? Resultados: foram selecionados 9 artigos e agrupados em três momentos do ciclo gravídico-puerperal onde houve intervenção paterna com vistas a melhor qualidade no apoio e acompanhamento da mulher. Conclusão: há evidências de que a participação do pai/parceiro representa uma importante fonte de apoio emocional, reforço no fortalecimento da prática de aleitamento materno, na evolução do trabalho de parto natural e na recuperação puerperal.

Descritores: Paternidade; Saúde do homem; Gravidez; Parto; Pré-natal.

PARTICIPATION IN THE GRAVID-PUERPERAL CYCLE AND ITS EFFECTS ON WOMEN’S HEALTH

Objective: to seek scientific evidence on parental participation in the process of gestation, childbirth, birth and puerperium, relating them to their effects on women’s health. Methodology: integrative review carried out in the LILACS, MEDLINE and CINAHL databases guided by the question: what are the effects of the father /partner’s participation in the pregnancypuerperal cycle on the promotion of women’s health? Results: 9 articles were selected and grouped in three moments of the pregnancy-puerperal cycle where there was paternal intervention with a view to better quality in the support and follow-up of the woman. Conclusion: there is evidence that parent /partner participation represents an important source of emotional support, reinforcement in the practice of breastfeeding, the evolution of natural labor and puerperal recovery.

Descriptors: Paternity; Man´s health; Pregnancy; Parturition; Prenatal care.

LA PARTICIPACIÓN PATERNA EN EL EMBARAZO Y EL PARTO Y SUS EFECTOS EN SALUD DE LA MUJER

Objetivo: buscar evidencias científicas sobre la participación paterna en el proceso de gestación, parto, nacimiento y puerperio, relacionándolos con sus efectos para la salud de la mujer. Metodología: revisión integrativa realizada en las bases de datos LILACS, MEDLINE y CINAHL orientada por la cuestión: ¿cuáles son los efectos de la participación del padre /socio en el ciclo gravídico-puerperal sobre la promoción de la salud de la mujer? Resultados: fueron seleccionados 9 artículos y agrupados en tres momentos del ciclo gravídico-puerperal donde hubo intervención paterna con vistas a la mejor calidad en el apoyo y acompañamiento de la mujer. Conclusión: hay evidencia que la participación del padre /socio representa una importante fuente de apoyo emocional, refuerzo en el fortalecimiento de la práctica de lactancia materna, en la evolución del trabajo de parto natural y en la recuperación puerperal.

Descriptores: Paternidad; Salud del Hombre; Embarazo; Parto; Atención Prenatal.


Texto completo:

PDF

Referências


Carvalho CFS, Carvalho IS, Brito RS, Vitor AF, Lira ALBC. O companheiro como acompanhante no processo de parturição. Rev Rene. [Internet] 2015 jul-ago; [atualizado em 20 junho 2018; citado em 30 maio 2017] 16 (4): 613-21. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/rene/article/view/2754.

Melo RM, Angelo BHB, Pontes CM, Brito SM. Conhecimento de homens sobre trabalho de parto e nascimento. Esc Anna Nery. [Internet] 2015 jul-set; [atualizado em 20 junho 2018; citado em 30 maio 2017] 19 (3): 454-459. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ean/v19n3/1414-8145-ean-19-03-0454.pdf.

Gomes R, Albernaz L, Ribeiro CRS, Moreira MCN, Nascimento M. Linhas de cuidado masculino voltadas para a saúde sexual, a reprodução e a maternidade. Cien Saude Colet. [Internet] 2016. [atualizado em 20 junho 2018; citado em 30 maio 2017] 21 (5): 1545-1552. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v21n5/1413-8123-csc-21-05-1545.pdf

Henz GS, Medeiros CRG, Salvadori M. A inclusão paterna durante o pré-natal. Rev Enferm Atenção Saúde. [Internet]. Jan/Jun 2017; 6(1):52-66. [citado em 11 jun 2018]. Disponível em: seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/enfer/article/download/2053/pdf

Herrmann, A. Guia do Pré-Natal do Parceiro para Profissionais de Saúde. Rio de Janeiro: Ministério da Saúde; 2016.

Ministério da Saúde. Portaria MS/GM nº 1.459, de 24 de junho de 2011. Institui, no âmbito do Sistema Único de Saúde - SUS - a Rede Cegonha. [Internet]. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. jun 2011. [atualizado em 20 junho 2018; acesso em 05 ago 2017]; Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2011/prt1459_24_06_2011.html

Brasil. Lei n. 11.108, de 7 de abril de 2005. Assegura a toda gestante o direito à presença de acompanhante nos hospitais públicos [Internet]. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 8 abril 2005. [atualizado em 20 junho 2018; acesso em 05 ago 2017]; Disponível em: https://presrepublica.jusbrasil.com.br/legislacao/96776/lei-11108-05.

Ministério da Saúde. Atenção ao pré-natal de baixo risco. Departamento de Atenção Básica. – Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2013.318 p.: il. – (Cadernos de Atenção Básica, n° 32).

Zampiere MFM, Guesser JC, Buedgens BB, Junckes JM, Rodrigues IG. O significado de ser pai na ótica de casais grávidos: limitações e facilidades. Rev Eletr Enf. [Internet] 2012 jul/set; [atualizado em 20 junho 2018; citado em 30 maio 2017] 14(3): 483-93. Disponível em: https://www.fen.ufg.br/revista/v14/n3/pdf/v14n3a04.pdf.

Revisão Integrativa versus Revisão Sistemática [editorial]. Rev Min Enferm. 2014 jan/mar; [atualizado em 20 junho 2018; citado em 20 abril 2017] 18 (1): 1-260. Disponível em: http://www.dx.doi.org/10.5935/1415-2762.20140001

Ursi ES, Galvão CM. Prevenção de lesões de pele no perioperatório: revisão integrativa de literatura. Ver Latino-am Enfermagem. 2006 jan – fev; [atualizado em 20 junho 2018; citado em 20 abril 2017] 14 (1): 124- 31. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v14n1/v14n1a17.pdf

Henn CG, Piccinini CA. Adolescência e função paterna: da gestação ao primeiro ano de vida do bebê. Estudos de Psicologia. [Internet]. 2013 out-dez; [atualizado em 20 junho 2018; citado em 30 maio 2017]; 18 (4): 579-588. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/118092/000938897.pdf?sequence=1

Rêgo RMV, Souza AMA, Rocha TNA, Alves MDS. Paternidade e amamentação: mediação da enfermeira. Acta Paulista Enferm. [Internet] 2016. [atualizado em 20 junho 2018; citado em 30 maio 2017]; 29 (4): 374-80. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ape/v29n4/1982-0194-ape-29-04-0374.pdf

Ferreira IS, Lô KKR, MeloTP, Gomes AMF, Andrade IS, Fernandes AFC. Percepções das gestantes acerca da atuação dos parceiros nas consultas de pré natal. Rev Rene. [Internet] 2016 maio/jun; [atualizado em 20 junho 2018; citado em 30 maio 2017] 17 (3): 318-23. Disponível em: http://periodicos.ufc.br/rene/article/view/3444

Lacerda ACT, Vasconcelos MGL, Alencar EN, Osório MM, Pontes CM. Adolescent fathers: knowledge of and involvement in the breast- feeding process um Brazil. [Internet] Midwifery 30. DOI: 10.1016/j. midw.2013.01.006.

Silva EM, Marcolino E, Ganassin GS et al. Participação do companheiro nos cuidados do binômio mãe e filho: percepção de puérperas. J. res.: fundam. care. [Internet] 2016. jan./mar. [atualizado em 20 junho 2018; citado em 30 maio 2017]; 8(1):3991-4003. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/viewFile/5015/pdf_1824

Castoldi L, Gonçalves TR, Lopes RCS. Envolvimento paterno da gestação ao primeiro ano de vida do bebê. Psicologia em Estudo. [Internet] 2014 abr./jun. [atualizado em 20 junho 2018; citado em 30 maio 2017] v. 19, n. 2, p. 247-259. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pe/v19n2/08.pdf

Caldeira LA, Ayres LFA, Oliveira LVA, Henriques BD. A visão das gestantes acerca da participação do homem no processo gestacional. [Internet] 2017. [citado em 16 junho 2018]; Disponível em: https://doi.org/10.19175/recom.v7i0.1417




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2019.v10.n1.1446

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.