REDE DE APOIO E SUSTENTAÇÃO DOS CUIDADORES FAMILIARES DE PACIENTES EM CUIDADOS PALIATIVOS NO DOMICÍLIO

Andriara Canêz Cardoso, Patrícia Tuerlinckx Noguez, Stefanie Griebeler Oliveira, Adrize Rutz Porto, Jéssica Siqueira Perboni, Taís Alves Farias

Resumo


Objetivo: conhecer a rede de apoio e sustentação dos cuidadores familiares de pacientes em cuidados paliativos no domicílio. Metodologia: estudo qualitativo com registros de 29 cuidadores familiares acompanhados pelo Projeto de Extensão “Um olhar sobre o cuidador familiar: quem cuida merece ser cuidado” de junho de 2015 a dezembro de 2016. As informações de fichas, genogramas e ecomapas foram compiladas em um quadro para quantificação, ou aproximação temática. Resultados: perfil predominante mulheres idosas, cuidando de companheiros, com relação forte com família, programas de atenção domiciliar e paciente e 24 cuidadores tinham algum vínculo fraco com vizinhos, Unidades Básicas de Saúde. Conclusões: a valorização das redes de apoio e sustentação, pensando em ações de melhorias do ambiente de cuidado ao paciente e cuidador podem propiciar um cuidado compartilhado em rede.

Descritores: Apoio social; Cuidadores; Serviços de Assistência Domiciliar.

SUPPORT AND SUSTENTION NETWORK OF FAMILY CAREGIVERS OF PATIENTS IN HOME PALLIATIVE CARE

Objective: to know the network of support and sustention of family caregivers of patients in palliative care at home. Methodology: qualitative study with records of 29 family caregivers accompanied by the Extension Project "A look at the family caregiver: who cares deserves to be taken care of" from June 2015 to December 2016. The information of the files, genograms and ecomaps were compiled in a framework for quantification, or thematic approach. Results: profile predominant elderly women, caring for partners, with strong relationship with family, home care programs and patient and 24 caregivers had some weak link with neighbors, Basic Health Units. Conclusions: the valorization of support and sustention networks, thinking about actions to improve the care environment for the patient and caregiver can provide a shared care network.

Descriptors: Social support; Caregivers; Home Care Services.

RED DE APOYO Y SUSTENTACIÓN DE CUIDADORES FAMILIARES DE PACIENTES EN CUIDADOS PALIATIVOS DOMICILIARIOS

Objetivo: conocer la red de apoyo y sustentación de los cuidadores familiares de pacientes en cuidados paliativos en el domicilio. Metodología: estudio cualitativo con registros de 29 cuidadores familiares acompañados por el Proyecto de Extensión "Una mirada sobre el cuidador familiar: quien cuida merece ser cuidado" de junio de 2015 a diciembre de 2016. Las informaciones de las fichas, de los genogramas y de los ecomapas fueron compiladas en un cuadro para la cuantificación, o aproximación temática. Resultados: perfil predominante de mujeres ancianas, cuidando de compañeros, con relación fuerte con familia, programas de atención domiciliar y paciente y 24 cuidadores tenían algún vínculo débil con vecinos, Unidades Básicas de Salud. Conclusiones: la valorización de las redes de apoyo y sustentación, pensando en acciones de mejoras del ambiente de cuidado al paciente y cuidador pueden propiciar un cuidado compartido en red.

Descriptores: Apoyo Social; Cuidadores; Servicios de Atención de Salud a Domicilio.


Referências


Fernandes CS, Angelo M. Cuidadores familiares: o que eles necessitam? Uma revisão integrativa. Rev Esc Enferm USP. [Internet] 2016 [cited 2019 Sep 27]; 50(4):672-8. Available from: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v50n4/pt_0080-6234-reeusp-50-04-0675.pdf

Mello AL, Backes DS, Dal Ben LW. Protagonismo do Enfermeiro em Serviços de Assistência Domiciliar- Home Care. Enferm Foco. [Internet] 2016 [cited 2018 Apr 04]; 7(1):66-70. Available from: http://revista.portalcofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/viewFile/670/288

Bellato R, Araújo LFS, Dolina JV, Musquim CA, Corrêa GHLST. Experiência familiar de cuidado na situação crônica. Rev Esc Enferm USP. [Internet] 2016 [cited 2018 Apr 05]; 50(esp):81-8. Available from: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v50nspe/pt_0080-6234-reeusp-50-esp-0081.pdf

Anjos KF, Boery RNSO, Pereira R, Pedreira LC, Vilela ABA, Santos VC et al. Associação entre apoio social e qualidade de vida de cuidadores familiares de idosos dependentes. Cienc Saude Colet. [Internet] 2015 [cited 2018 Apr 02]; 20(5):1321-30. Available from: http://www.scielo.br/pdf/csc/v20n5/pt_1413-8123-csc-20-05-01321.pdf

Corrêa GHLST, Bellato R, Araújo LFS. Redes para o cuidado tecidas por idosa e família que vivenciam situação de adoecimento crônico. REME Rev Min Enferm. [Internet] 2014 [cited 2018 May 03]; 18(2):346-55. Available from: http://www.reme.org.br/artigo/detalhes/932

Cardoso CCL, Rosalini MHP, Pereira MTML. O Cuidar na Concepção dos Cuidadores: um estudo com familiares de doentes crônicos em duas unidades de saúde da família de São Carlos-SP. Serv Soc Rev. [Internet] 2010 [cited 2018 May 03]; 13(1):24-42. Available from: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/ssrevista/article/view/8732/9090

Neumann SMF, Dias CMSB. Doença de Alzheimer: o que muda na vida do familiar cuidador? Rev Psicol Saude. [Internet] 2013 [cited 2018 May 03]; 5(1):10-7. Available from: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/rpsaude/v5n1/v5n1a03.pdf

Cruzeiro NF, Pinto MH, Cesarino CB, Pereira APS. Compreendendo a experiência do cuidador de um familiar com câncer fora de possibilidade de cura. Rev Eletr Enferm. [Internet] 2012 [cited 2018 Mar 10]; 14(4):913-21. Available from: https://www.fen.ufg.br/fen_revista/v14/n4/pdf/v14n4a20.pdf

Nardi EFR, Oliveira MLF. Conhecendo o apoio social ao cuidador familiar do idoso dependente. Rev Gauch Enferm. [Internet] 2008 [cited 2018 May 03]; 29(1):47-53. Available from: http://seer.ufrgs.br/index.php/RevistaGauchadeEnfermagem/article/view/5263/2997

Dias TL, Leite LLG. Rede de apoio social e afetivo e estratégias de enfrentamento na doença falciforme: um olhar sobre a pessoa e a família. Psicol Rev. [Internet] 2014[cited 2018 May 03]; 20(2):353-73. Available from: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/per/v20n2/v20n2a10.pdf

Wright LM, Leahey M. Enfermeiras e famílias: guia para avaliação e intervenção na família. São Paulo: Roca; 2015.

Minayo MCS. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 30a ed. Petrópolis, RJ: Vozes; 2016.

Brasil. Ministério da Saúde. Resolução nº 466 do Conselho Nacional de Saúde, de 12 de dezembro de 2012. Aprova as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Diário Oficial da União. 2012.

Oliveira SG, Quintana AM, Budo MD, Kruse MH, Garcia RP, Wunsch S et al. Representações sociais do cuidado de doentes terminais no domicílio: o olhar do cuidador familiar. Aquichan. [Internet]. 2016 [cited 2018 May 03]; 16(3):359-69. Available from: http://www.scielo.org.co/pdf/aqui/v16n3/v16n3a07.pdf

Araujo ES, Gerzson LR, Oliveira LO. Qualidade de vida e sobrecarga: perfil dos cuidadores de idosos com doença de Alzheimer. Cinergis. [Internet] 2016 [cited 2018 Mar 10]; 20(1):27-31. Available from: https://online.unisc.br/seer/index.php/cinergis/article/viewFile/7318/4955

Nunes SFL, Alvarez AM, Costa MFBNA, Valcarenghi RV. Fatores determinantes na transição situacional de familiares cuidadores de idosos com doença de parkinson. Texto Contexto Enferm. [Internet] 2019 [cited 2019 Sep 28]; 28:e20170438. Available from: http://www.scielo.br/pdf/tce/v28/pt_1980-265X-tce-28-e20170438.pdf

Jesus ITM, Orlandi AAS, Zazzetta Marisa Silvana. Sobrecarga, perfil e cuidado: cuidadores de idosos em vulnerabilidade social. Rev Bras Geriatr Gerontol. [Internet] 2018 [cited 2019 Sep 28]; 21(2):194-204. Available from: http://www.scielo.br/pdf/rbgg/v21n2/pt_1809-9823-rbgg-21-02-00194.pdf

Carvalho DP, Toso BRGO, Viera CS, Garanhani ML, Rodrigues RM, Ribeiro LFC. Ser cuidador e as implicações do cuidado na atenção domiciliar. Texto Contexto Enferm. [Internet] 2015 [cited 2019 Sep 28]; 24(2):450-8. Available from: http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072015000782014

Juliano MCC, Yunes MAM. Reflexões sobre rede de apoio social como mecanismo de proteção e promoção de resiliência. Ambient Soc. [Internet] 2014 [cited 2018 May 03]; 17(3): 135-54. Available from: http://www.scielo.br/pdf/asoc/v17n3/v17n3a09.pdf

Souza ÍP, Bellato R, Araújo LFS, Almeida KBB. Genograma e ecomapa como ferramentas para compreensão do cuidado familiar no adoecimento crônico de jovem. Texto Contexto Enferm. [Internet] 2016 [cited 2018 May 03]; 25(4):e1530015. Available from: http://www.scielo.br/pdf/tce/v25n4/pt_0104-0707-tce-25-04-1530015.pdf

Silva KL, Silva YC, Lage EG, Paiva PA, Dias OV. Por que é melhor em casa? a percepção de usuários e cuidadores da atenção domiciliar. Cogitare Enferm. [Internet] 2017 [cited 2019 Sep 28]; (22)4:e49660. Available from: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/49660/pdf

Garcia RP, Budó MLD, Viegas AC, Cardoso DH, Schwartz E, Muniz RM. Estrutura e Vínculos de uma Família após Infarto Agudo do Miocárdio. Rev Cuid. [Internet] 2015 [cited 2018 Mar 10]; 6(1):991-8. Available from: https://www.revistacuidarte.org/index.php/cuidarte/article/view/142




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2019.v10.n3.1792

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.