AVALIAÇÃO DO IMPACTO DA CAPACITAÇÃO NO TRABALHO PARA O CUIDADO DE PESSOAS COM ESTOMIAS

Juliano Teixeira Moraes, Alexandre Ernesto Silva, Tarcísio Laerte Gontijo, Renato Ferreira Ribeiro, Rafaela das Graças Santiago Faria

Resumo


Objetivo: Avaliar um processo de capacitação de enfermeiros Atenção Primária da Saúde para o cuidado à saúde da pessoa com estomias produziu impacto no ambiente de trabalho. Método: Estudo transversal, realizado com 32 egressos do processo de capacitação realizado por instituição pública de ensino superior. Foi realizada entrevista e a utilização de um instrumento validado para avaliação do impacto de treinamento. Resultados: Os participantes eram em sua maioria sexo feminino, com idade entre 20 a 40 anos, apresentavam entre 5 e 15 anos de formação e atuavam a menos de 10 anos na Atenção Primária da Saúde. A avaliação demonstrou que a estratégia educativa produziu impacto no trabalho. Conclusão: Estratégias de capacitação que articulam instituições de ensino e serviço favorecem o conhecimento.  Medir o impacto do treinamento no trabalho possibilita avaliar quanto a ação educativa pode propiciar mudança de comportamentos no serviço. 

Descritores: Estomia; Educação; Capacitação em serviço.

EVALUATION OF THE IMPACT CAPACITATION AT WORK FOR THE CARE OF PEOPLE WITH STOMIES

Objective: To evaluate the impact of the capacitation of primary health care nurses on the health care of the person with stomies. Methodology: A cross-sectional study was carried out with 32 Primary Health Care nurses who participated in the training process proposed by a public higher education institution in Divinópolis-MG. An interview was conducted using a validated instrument to evaluate the training impact. Results: The evaluation showed that in 11 of the 12 items of the scale, the percentage of concordants (partial and total) is superior to 62%, which showed positive impact of the training process in the work environment. Conclusion: Training strategies that articulate teaching and service institutions favor knowledge. Measuring the impact of on-the-job training makes it possible to evaluate how much the educational action can lead to a change in behavior in the service.

Descriptors: Estomy, Education, Training in service.

EVALUACIÓN DEL IMPACTO DE LA CAPACITACIÓN EN EL TRABAJO PARA EL CUIDADO DE PERSONAS CON ESTOMIAS

Objetivo: Evaluar el impacto de la capacitación de enfermeros de la Atención Primaria de Salud para el cuidado a la salud de la persona con estomias. Metodología: Estudio transversal, realizado con 32 enfermeros de la Atención Primaria de la Salud que participaron del proceso de capacitación propuesto por institución pública de enseñanza superior en Divinópolis-MG. Se realizó una entrevista con la utilización de un instrumento validado para evaluar el impacto de entrenamiento. Resultados: La evaluación demostró que en 11 de los 12 ítems de la escala, el porcentaje de concordantes (parciales y totales) son superiores al 62%, lo que demostró impacto positivo del proceso de capacitación en el ambiente de trabajo. Conclusión: Estrategias de capacitación que articulan instituciones de enseñanza y servicio favorecen el conocimiento. Medir el impacto del entrenamiento en el trabajo posibilita evaluar cuánto la acción educativa puede propiciar cambio de comportamientos en el servicio.

Descriptores: Estomia, Educación, Capacitación en servicio.


Referências


Ferreira VS, Barreto RLM, Oliveira EK, Ferreira PRF, Santos LPS, Marques V EA, et al. PET-Saúde: uma experiência prática de integração ensino-serviço-comunidade. Rev. bras. educ. med [Internet]. 2012 [cited 2018 Apr 26]: 36 (1-2): 147-151. Available from: http://www.scielo.br/pdf/rbem/v36n1s2/a21v36n1s2.pdf

Albuquerque VS, Gomes AP, Rezende CD, Sampaio MX, Dias OV, Lugarinho RM. A integração ensino-serviço no contexto dos processos de mudança na formação superior dos profissionais da saúde. Rev bras educ méd [Internet]. 2008 [cited 2018 Apr 26]: 32 (3): 356-62. Available from: http://www.scielo.br/pdf/rbem/v32n3/v32n3a10.pdf

Ceccim, RB. Educação Permanente em Saúde: descentralização e disseminação de capacidade pedagógica na saúde. Ciênc. saúde coletiva [Internet]. 2005[cited 2018 Apr 26]: 10 (4 ): 975-986. Available from: http://www.scielo.br/pdf/csc/v10n4/a20v10n4.pdf

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Departamento de Gestão da Educação em Saúde. Política Nacional de Educação Permanente em Saúde / Ministério da Saúde, Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Departamento de Gestão da Educação em Saúde. – Brasília : Ministério da Saúde, 2009.

Brasil. Ministério da Saúde. Portaria Interministerial nº 1.802, de 26 de agosto de 2008. Institui o Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde-PET-Saúde. Diário Oficial União. 2008.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Edital nº 14, de 08 de março de 2013. Edital para o Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde - PET-Saúde/Redes de Atenção à Saúde (PET-Saúde/Redes). Diário Oficial da União. 2013.

Santos VLCG, Cesaretti IUR. Assistência em estomaterapia: cuidando da pessoa com estomia. 2ª ed. São Paulo: Atheneu; 2015.

Brasil. Ministério da Saúde. Portaria n° 400 de 16 de novembro de 2009. Diretrizes Nacionais para a Atenção à Saúde das Pessoas Ostomizadas. Secretaria de Atenção à Saúde; 2009.

Brasil. Ministério da Saúde. Portaria GM/MS nº 793, de 24 de abril de 2012. Institui a Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência no âmbito do Sistema Único de Saúde. Diário Oficial da União. 2012 [cited 2018 Apr 26]. Avaliable from: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2012/prt0793_24_04_2012.html

Moraes JT, Amaral CFS, Borges EL, Ribeiro MS, Guimarães EAA. Serviços de atenção ao estomizado: análise diagnóstica no Estado de Minas Gerais, Brasil. Cad. saúde colet [Internet]. 2014 [cited 2018 Apr 26]: 22 ( 1 ): 101-108. Available from: http://www.scielo.br/pdf/cadsc/v22n1/1414-462X-cadsc-22-01-00101.pdf

ABBAD, GS, et al. Medidas de avaliação de treinamento, desenvolvimento e educação: ferramentas para gestão de pessoas. Porto Alegre: Artmed, 2012.

Pilati R, Abbad G. Análise fatorial confirmatória da escala de impacto do treinamento no trabalho. Psicologia: teoria e pesquisa [Internet]. 2005 [cited 2018 Apr 26]: 21 (1): 43-51. Available from: http://www.scielo.br/pdf/ptp/v21n1/a07v21n1.pdf

Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução cne/ces nº 3, de 7 de novembro de 2001. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Enfermagem. 2012; 10 (4).

Moraes JT, Oliveira, RC, Reis, LH, Silva, MN. Conhecimento do Enfermeiro da Atenção Primária de Saúde de um Município de Minas Gerais sobre o Cuidado em Estomias. Rev. Estima [Internet]. 2012[cited 2018 Apr 26]: 10 (4): 2. Available from: http://www.scielo.br/pdf/cadsc/v22n1/1414-462X-cadsc-22-01-00101.pdf

ZERBINI T, ABBAD G. Construção e validação de uma escala de transferência de treinamento. Psicol. cienc. Prof [Internet]. 2010 [cited 2018 Apr 26]: 30 (4): 684-697. Available from: http://www.scielo.br/pdf/pcp/v30n4/v30n4a02.pdf

Mello CCB, Alves RO, Lemos SMA. Metodologias de Ensino e Formação na Área da Saúde: Revisão de Literatura. Rev. CEFAC [Internet]. 2014 [cited 2018 Apr 26]: 16 (6): 2015-2028. Available from: http://www.scielo.br/pdf/rcefac/v16n6/1982-0216-rcefac-16-06-02015.pdf

Souza CS, Iglesias AG, Pazin-Filho A. Estratégias inovadoras para métodos para métodos tradicionais de ensino – aspectos gerais. Rev. Medicina. Ribeirão Preto [Internet]. 2014 [cited 2018 Apr 26]: 47(3): 284-92. Available from: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/86617/89547

Brehmer LCF, Ramos FRS. Experiências de integração ensino-serviço no processo de formação profissional em saúde: revisão integrativa. Rev. Eletr. Enf. [Internet]. 2014 [cited 2018 Apr 26]: 16 (1): 228-37. Available from: https://www.fen.ufg.br/revista/v16/n1/pdf/v16n1a26.pdf

Silva ALF, Ribeiro MA, Paiva GM, Freitas CASL, Albuquerque IMN. Saúde e educação pelo trabalho: reflexões acerca do PET-Saúde como proposta de formação para o Sistema Único de Saúde. Interface (Botucatu) [Internet]. 2015[cited 2018 Apr 26]: 19 (1): 975-984. Available from: http://www.scielo.br/pdf/icse/v19s1/1807-5762-icse-19-s1-0975.pdf

Simon BS, Schimith MD, Silveira CL, Budó MLD, Silva MEN, Garcia, RP. Configuração da rede de assistência às pessoas com estomia: interface do cuidado continuado. Journal of nursing & health [Internet]. 2014 [cited 2018 Apr 26]: 4 (1): 65-76. Available from: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/enfermagem/article/view/3394/3509




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2019.v10.n3.1810

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.