Internação de idosos por causas externas em um hospital público de trauma*

Silvana Cláudia Bastos de Melo, Sandra Maria Cezar Leal, Mara Ambrosina de Oliveira Vargas

Resumo


A Classificação Internacional de Doenças denomina como Causas Externas (CEs) os agravos à saúde resultantes de agressões, acidentes, traumas e lesões. São eventos acidentais ou intencionais. O objetivo deste estudo foi caracterizar as internações de idosos, decorrentes de CEs, em um hospital de pronto socorro de Porto Alegre, no período de julho a dezembro de 2005. Pesquisa retrospectiva. Os sujeitos foram idosos internados. A coleta ocorreu no prontuário dos mesmos. A análise foi realizada com auxílio do software Epi-Info e as variáveis, representadas por tabelas. No período do estudo, 402 idosos foram hospitalizados e as mulheres representaram o percentual de 60,2%, entretanto, na faixa etária de 60 a 70 anos, os homens foram a maioria. As quedas foram os agravos mais frequentes, a maioria ocorrendo no domicilio. A fratura proximal de fêmur representou 43%, seguida de traumas cranioencefálicos ,14,4%. A maioria dos idosos (69,2%) era procedente de Porto Alegre. Considera-se que agravos decorrentes de CEs, principalmente entre os idosos, representam um problema de saúde pública que pode ser evitado. Entende-se que são produzidos socialmente e que ações educativas podem reduzir suas causas e consequências.

Descritores: Idoso, Causas Externas, Hospitalização.

Hospitalization of elderly people due to external causes in a trauma public hospital

The International Classification of Diseases called external causes the health problems resulting from abuse, accidents, traumas and injuries. Events are accidental or intentional. The aim of this study was to characterize the hospitalization of the elderly, resulting from ECs in a hospital emergency room, Porto Alegre, in the period from July to December 2005. Retrospective survey. The subjects were hospitalized elderly people. Collection occurred in their medical records. The analysis was performed using Epi-Info and the variables represented by tables. During the study period 402 elderly people were hospitalized and the percentage of women represented 60.2%, however, aged 60 to 70 years, men were the majority. Falls were the most frequently injuries occurring at home. The proximal femur fractures accounted for 43% followed by head trauma 14.4%. Most seniors (69.2%) came from Porto Alegre. It is considered that damages resulting from ECs especially among the elderly represent a public health problem that can be avoided. It is understood that they are socially produced and that educational activities can reduce the causes and consequences.

Descriptors: Elderly, Injury, Hospitalization.

Hospitalización de los ancianos por causas externas en un hospital público de trauma

La Clasificación Internacional de Enfermedades llamada causas externas (FB), los problemas de salud resultantes de abusos, accidentes, traumas y lesiones. Los eventos son accidentales o intencionales. El objetivo de este estudio fue caracterizar la hospitalización de los ancianos, como consecuencia de EC en una sala de emergencias de un hospital, Porto Alegre, en el período de Julio a Diciembre de 2005. Estudio retrospectivo. Los sujetos hospitalizados tenían edad avanzada. La colecta se produjo en el mismo gráfico. El análisis se realizó con Epi-Info y las variables representadas por tablas. Durante el período de estudio 402 ancianos fueron hospitalizados y el porcentaje de mujeres representa el 60,2%, sin embargo, de entre 60 y 70 años, los hombres eran la mayoría. Las caídas fueron las más frecuentes, las lesiones ocurren en casa. Las fracturas de fémur proximal representaron el 43%, seguido por el 14,4% los traumatismos craneales. La mayoría de las personas mayores (69,2%) procedían de Porto Alegre. Se considera que los daños resultantes de la EC, especialmente entre los ancianos representan un problema de salud pública que puede ser evitado. Se entiende que se producen socialmente y que las actividades educativas pueden reducir las causas y consecuencias.

Descriptores: Anciano, Lesiones, Hospitalización.

Texto completo:

PDF

Referências


Pereira RS, Curioni CC, Veras, R. Perfil demográfico da população idosa no Brasil e no Rio de Janeiro em 2002 [Internet]. [citado em 2008 Dez 10]. Disponível: http://www.unati.uerj.br/tse/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-59282003000100004&lng=pt&nrm=iso

Nogueira SL, Geraldo JM, Machado JC, Ribeiro RCL. Distribuição espacial e crescimento da população idosa nas capitais brasileiras de 1980 a 2006: um estudo ecológico [Internet]. [citado em 2011 Nov 10]. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbepop/v25n1/v251a12pdf

Fabrício SCC, Rodrigues RAP, Costa Junior ML. Causas e consequências das quedas de idosos atendidos em hospital público. Rev Saúde Pública. 2004;38(1):93-9.

Minayo MCS. Violência contra idosos: o avesso do respeito à experiência e à sabedoria. Brasília: Secretaria Especial dos Direitos Humanos; 2004.

Ministério da Saúde (BR). Portaria MS/GM nº737. Política nacional da redução de morbimortalidade por acidente e violência. Brasília: Ministério da Saúde; 2002.

Minayo MCS. Violência contra o idoso: relevância para um velho problema. Cad Saúde Pública. 2003;19(3):783-91.

Pereira SRM. Repercussões sócio-sanitárias da epidemia das fraturas de fêmur sobre a sobrevivência e a capacidade funcional do idoso [Tese]. Rio de Janeiro: Escola Nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruz; 2003.

Florença A, Keiko B, Maria C, Correa F, Pettine K. Fratura do colo do fêmur [Internet]. [citado em 2010 Jun 11]. Disponível em: http://www.wgate.com.br/fisioweb/traumato.asp

Mathias TAF, Jorge MHPM, Andrade OG. Morbimortalidade por causas externas na população idoso residente no município da região sul do Brasil. Rev Latinoam Enferm. 2006;14(1):17-24.

Carboni RM, Reppetto MA. Uma reflexão sobre a assistência à saúde do idoso no Brasil [Internet]. [citado em 2010 Jan 09]. Disponível em: http://www.fen.ufg.br/revista/v9/n1/v9n1a20.htm.

Pasinato MT, Camarano AA, Machado L. Idosas vítimas de maus-tratos domésticos: estudo exploratório das informações dos serviços de denúncia [Internet]. [citado em 2008 AGO 06]. Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/encontro2006/docspdf/ABEP2006_234.pdf

DATASUS. Indicadores de morbidade e fatores de risco. D.14 Proporção de internações hospitalares (SUS) por causas externas 2008 [Internet]. [citado em 2011 Out 10]. Disponível em: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/deftohtm.exe?idb2009/d14.def

DATASUS. Indicadores de mortalidade. C4 Mortalidade proporcional por grupo de causas 2009 [Internet]. [citado em 2011 Out 10]. Disponível em: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/deftohtm.exe?idb2009/c04.def

Ministério da Saúde (BR). Conselho Nacional de Saúde. Resolução 196/96 sobre pesquisa envolvendo seres humano. Brasília: Diário Oficial da União, 10 out 1996. p.21082-5.

Perracini MR, Ramos LR. Fatores associados a quedas em uma corte de idosos residentes na comunidade. Rev Saúde Pública. 2002;36(6):709-16.

Silva TM, Nakatani AYK, Souza ACS, Lima MCS. A vulnerabilidade do idoso para as quedas: análise dos incidentes críticos [Internet]. [citado em 2008 Ago 06]. Disponível em: http://www.fen.ufg.br/revista/v9/n1/v9n1a22.htm

Gawryszewski VP, Jorge MHPM, Koizumi MS. Mortes e internações por causas externas entre os idosos no Brasil: o desafio de integrar a saúde coletiva e atenção individual. Rev Assoc Med Bras. 2004;50(1):97-103.

Meira EC, Reis LA, Mello IT, Gomes FV, Azoubel R, Reis LA. Risco de quedas no ambiente físico domiciliar de idosos [Internet]. [citado em 2007 Mar 02]. Disponível em: http://www.unati.uerj.br/tse/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-59282005000300006&lng=pt&nrm=iso

Silveira R, Rodrigues RAP, Costa Júnior ML. Idosos que foram vítimas de acidentes de trânsito no município de Ribeirão Preto-SP, em 1998. Rev Latinoam Enferm. 2002;10(6):765-71.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2011.v2.n4.189

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.