HIPOTERMIA TERAPÊUTICA: EFEITOS ADVERSOS, COMPLICAÇÕES E CUIDADOS DE ENFERMAGEM

Lisiane van Ommeren Corrêa, Rosemary Silva da Silveira, Joel Rolim Mancia, Natália Lopes Corrêa, Ismael Moron de Souza Reinhardt, Valéria Lerch Lunardi, Rosane Mortari Ciconet

Resumo


Objetivo: conhecer os efeitos adversos e complicações vivenciadas pela equipe de saúde e conhecer os cuidados de enfermagem realizados durante a aplicação da hipotermia terapêutica. Metodologia: pesquisa com abordagem qualitativa, realizada em 2014, mediante entrevistas semiestruturadas com trabalhadores da saúde de Unidades de Terapia Intensiva de dois hospitais do extremo sul do Brasil, em que é aplicada a hipotermia terapêutica pós-parada cardiorrespiratória. Utilizouse a análise textual discursiva. Resultados: Dentre os efeitos adversos, foram destacados tremores, bradicardia, hipotensão e complicações como queimaduras de pele. Os cuidados de enfermagem direcionam-se aos cuidados com a pele e extremidades, uso do gelo, sedação e conforto. Conclusão: a hipotermia terapêutica é possível de ser aplicada, na realidade das instituições pesquisadas, de maneira segura, eficaz e com baixo custo, fazendo-se relevante, entretanto, a realização de qualificação das equipes, a fim de esclarecer dúvidas e favorecer a adesão e os cuidados necessários de serem prestados.

Descritores: Hipotermia Induzida; Parada Cardíaca; Enfermagem.

THERAPEUTIC HYPOTHERMIA : ADVERSE EFFECTS, COMPLICATIONS AND NURSING CARE.

Summary: to know the adverse effects and complications experienced by the health team and cognize the nursing care performed during the application of therapeutic hypothermia. Methodology: this research was developed with a qualitative approach, conducted in 2014, with semi-structured interviews with health workers from Intensive Care Units of two hospitals in the extreme south of Brazil, which applied therapeutic hypothermia after cardiorespiratory arrest. The textual discursive analysis was used. Results: Adverse effects included tremors, bradycardia, hypotension and complications such as skin burns. Nursing care is mainly dedicated to skin and extremity care, ice use, sedation and comfort. Conclusion: Therapeutic hypothermia is possible to be applied, in the reality of the researched institutions, in a safe, effective and with low cost way, however, it is necessary to carry out the qualification of the teams, in order to clarify doubts and favor adherence and the necessary care to be provided.

Descriptors: Induced Hypothermia; Heart Arrest; Nursing.

HIPOTERMIA TERAPÉUTICA: EFECTOS ADVERSOS, COMPLICACIONES Y CUIDADOS DE ENFERMERÍA.

Resumen: conocer los efectos adversos y complicaciones vivenciadas por el equipo de salud y conocer los cuidados de enfermería realizados durante la aplicación de la hipotermia terapéutica. Metodología: investigación con abordaje cualitativo, realizada en 2014, con entrevistas semiestructuradas con trabajadores de la salud de Unidades de Terapia Intensiva de dos hospitales del extremo sur de Brasil, en que se aplica la hipotermia terapéutica post-parada cardiorrespiratoria. Se utilizó el análisis textual discursivo. Resultados: Entre los efectos adversos, fueron destacados temblores, bradicardia, hipotensión y complicaciones como quemaduras de piel. Los cuidados de enfermería se dirigen a los cuidados con la piel y extremidades, uso del hielo, sedación y confort. Conclusión: la hipotermia terapéutica es posible de ser aplicada, en la realidad de las instituciones investigadas, de manera segura, eficaz y con bajo costo, haciéndose necesaria, sin embargo, la realización de calificación de los equipos, a fin de aclarar dudas y favorecer la adhesión y los cuidados necesarios para ser prestados.

Descriptores: Hipotermia Inducida; Paro Cardíaco; Enfermería.


Texto completo:

PDF

Referências


Escobar J. Fisiopatología del paro cardiorrespiratorio. Fisiología de la reanimación cardiopulmonar. Rev Chil Anest. 2012; 41(1): 18-22.

Nunnally ME, Jaeschke R, Bellingan GJ, Lacroix J, Mourvillier B, Rodriguez-Vega GM, et al. Targeted temperature management in critical care: a report and recommendations from five professional societies. Crit Care Med. 2011; 39(5): 1113-25.

García GG, Pérez-Saad H. Hipotermia como alternativa terapéutica. 16 de Abril. 2017; 56(264): 64-72. Avaliable from: http:// www.medigraphic.com/pdfs/abril/abr-2017/abr17264e.pdf

American Heart Association. Atualização das diretrizes de RCP e ACE. Dallas, 2015; 36p.

Rodrigues JHS, Faíco Filho KS, Givisiez, BS, Silva IF, Ulhôa MA, et al. Benefícios na prevenção de lesão neuronal pós-parada cardiorrespiratória (PCR) na hipotermia terapêutica: breve revisão. Revista Eletrônica Gestão & Saúde. 2015; 06(2): 1774-85.

Amaral GG, Maciel MFC, Batista JJ. Diagnósticos e intervenções de enfermagem frente às complicações da hipotermia induzida pós-parada cardiorrespiratória: revisão integrativa da literatura. Conexão Ci, 2017.

Viana RAPP, Torre M. Enfermagem em Terapia Intensiva: Praticas Integrativas. Barueri, PS: Manole, 2017.

Beccaria LM, Finco BF, Rodrigues IJ, Cesarino CB. Hipotermia terapêutica após ressuscitação cardiorrespiratória em unidade coronária: concepção da equipe multiprofissional. Arq. Ciênc. Saúde. 2014; 22(2):107-11.

Moraes R, Galiazzi MDC. Análise Textual Discursiva. Ijuí, 2011.

Costa DM. Hipotermia: utilização em doentes pós-paragem cardíaca. [TESE] Coimbra, 2015.

Correia BMRN. Síndrome pós-paragem cardiorrespiratória: fisiopatologia, tratamento e importância do controlo da temperatura. [TESE] Lisboa, 2017.

Prado SM, Magalhães CD, Rodrigues AC, Tajima SH, Oliveira PE, Egawa FH et al. Hipotermia neuroprotetora tardia. Rev Soc Bras Clin Med. 2017; 15(2):120-3.

Souza JE. Hipotermia terapêutica pós reanimação cardiorrespiratória: uma revisão bibliográfica. São Paulo: Revista Recien. 2013; 3(8):25-35

Bucher L, Buruschkin R, Kenyon DM, Stenton K, Treseder S. Improving outcomes with therapeutic hypothermia. Dimens Crit Care Nurs, 2013; 32(3): 147-51.

Waldrigues MC, Wagner BV, Mercês NNA, Perly T, Almeida EA, Caveião C. Complica-ções da hipotermia terapêutica: diagnósticos e intervenções de enfermagem J. res.: fundam. care. 2014; 6(4):1666-76. Avaliable from: http://www.redalyc.org/ html/5057/505750770028/

Silva EM, Kelly LN. A hipotermia terapêutica na recuperação de pacientes pós parada car-diorrespiratória. Carpe Diem: Revista Cultural e Científica do UNIFACEX. 2017; 15(1).




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2018.v9.n4.2136

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.