ACIDENTE COM MATERIAL BIOLÓGICO SOB A ÓTICA DOS ESTUDANTES DE ENFERMAGEM: REFLEXÕES PARA O ENSINO

Najara Queiroz Cardoso, Priscilla Santos Ferreira Ream, Camila Lucas de Souza, Thaís de Arvelos Salgado, Hélio Galdino Júnior, Anaclara Ferreira Veiga Tipple

Resumo


Objetivo: identificar atividades de risco para acidentes com material biológico segundo estudantes de enfermagem e o conhecimento das medidas frente ao acidente, descrever frequência e perfil dos acidentes e identificar o atendimento pósexposição Metodologia: estudo transversal, com estudantes de enfermagem de uma instituição de ensino superior no Centro- Oeste, Brasil. Dados obtidos por questionário eletrônico e analisados por estatística descritiva. Resultados: Participaram 126 estudantes, maioria mulheres (96,0%) que referiu orientação prévia acerca do risco biológico. Nenhum citou todas medidas pósexposição recomendadas. Manusear perfurocortante (64,4%) foi o maior risco relatado e a exposição mucosa a causa de três dos quatro acidentes relatados. Desses, dois foram informados aos docentes e seguidas as condutas indicadas. Conclusão: A maioria dos estudantes reconheceu o risco no manuseio de perfurocortante. Três estudantes (2,4%) sofreram acidente (um relatou dois) e três em mucosa. Informar ao docente foi a conduta pós-exposição mais citada, sendo que entre acidentados as condutas mais seguras foram adotadas sob orientação do docente.

Descritores: Exposição Ocupacional; Estudantes de Enfermagem; Enfermagem; Escolas de Enfermagem; Conhecimento; Riscos Ocupacionais.

ACCIDENTS TO BIOLOGICAL RISK FROM THE POINT OF VIEW OF NURSING STUDENTS: REFLECTIONS ON TEACHING

Objective: to identify risk activities for accidents with biological material in the opinion of nursing students and the knowledge of the measures against an accident, to describe the frequency and profile of the accidents and to identify the post-exposure care. Methodology: cross-sectional study with nursing students from a higher education institution in the Center-West of Brazil. Data obtained by electronic questionnaire and analyzed by descriptive statistics. Results: A total of 126 students participated, most of them women (96.0%) who reported previous guidance on biological risk. None cited all recommended post-exposure measures. Handling sharps (64.4%) was the most reported risk behavior and mucosal exposure was the cause of three of the four reported accidents. Of these, two were informed to the teachers and followed the indicated behaviors. Conclusion: Most students recognize the risk in activities involving sharps, but few identify them in other activities involving body fluids. Three students (2.4%) suffered an accident (one reported two) and three in the mucosa. Informing the teacher was the most cited post-exposure behavior, and among the injured, the most secure behaviors were adopted under the guidance of the teacher.

Descriptors: Occupational Exposure; Students, Nursing; Nursing; Schools, Nursing; Knowledge; Occupational Risks.

ACCIDENTES AL RIESGO BIOLÓGICO BAJO LA ÓPTICA DE LOS ESTUDIANTES DE ENFERMADO: REFLEXIONES PARA LA ENSEÑANZA

Objetivo: identificar actividades de riesgo para accidentes con material biológico según estudiantes de enfermería y el conocimiento de las medidas frente al accidentes, describir frecuencia y perfil de los accidentes e identificar la atención post-exposición Metodología: estudio transversal, con estudiantes de enfermería en el Centro-Oeste, Brasil. Datos obtenidos por cuestionario electrónico y analizados por estadística descriptiva. Resultados: Participaron 126 estudiantes, mayoría mujeres, que han mencionado orientación previa sobre el riesgo biológico. Ninguno citó todas las medidas post-exposición recomendadas. El manejo de pinchazo fue el mayor riesgo reportado y la exposición mucosa a causa de tres de los cuatro accidentes reportados. De ellos, dos fueron informados a los docentes y seguidas las conductas indicadas. Conclusión: Tres estudiantes (2,4%) sufrieron accidente (uno relató dos) y tres en mucosa. El informe al docente fue la conducta post-exposición más citada, siendo que entre accidentados las conductas más seguras fueron adoptadas bajo orientación del docente.

Descriptores: Exposición Ocupacional; Estudiantes de Enfermería; Enfermería; Facultades de Enfermería; Conocimiento; Riesgos Laborales

 

Texto completo:

PDF

Referências


Santos Junior EP, Batista RRAM, Almeida ATF, Abreu RAA. Acidente de trabalho com material perfurocortante envolvendo profissionais e estudantes da área da saúde em hospital de referência. Rev Bras Med Trab. [Internet]. 2015 [acesso em 20 jul 2018]; 13(2). Disponível em:http://www.anamt.org.br/site/upload_arquivos/rbmt_volume_13_n%C2%BA_2_29320161552145795186.pdf

Pinelli C, Neri SN, Loffredo LCM. Dental students reports of occupational exposures to potentially infectious biological material in a Brazilian School of Dentistry. Cadernos Saúde Coletiva [Internet]. 2016 [acesso em 20 jul 2018]; 24 (2). Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cadsc/v24n2/1414-462X-cadsc-24-2-162.pdf.

Canalli R, Moriya T, Hayashida M. Acidentes com material biológico entre estudantes de enfermagem. Revista de Enfermagem UERJ [Internet]. 2010 [acesso em 20 jul 2018]; 18(2). Disponível em: http://www.facenf.uerj.br/v18n2/v18n2a16.pdf.

Carvalho DC, Rocha JC, Gimenes MCA, Santos EC, Valim MD. Work incidents with biological material in the nursing team of a hospital in Mid-Western Brazil. Escola Anna Nery [Internet]. 2018 [acesso em 20 jul 2018]; 22(1). Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ean/v22n1/1414-8145-ean-2177-9465-EAN-2017-0140.pdf

Porto JS, Marziale MHP. Motivos e consequências da baixa adesão às precauções padrão pela equipe de enfermagem. Revista Gaúcha de Enfermagem [Internet]. 2016 [acesso em 20 jul 2018]; 37(2). Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rgenf/v37n2/0102-6933-rgenf-1983-144720160257395.pdf

Luize PB, Canini SRMS, Gir E, Toffano SEM. Procedures after exposure to biological material in a specialized cancer hospital. Texto & Contexto - Enfermagem [Internet]. 2015 [acesso em 20 jul 2018]; 24(1). Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v24n1/0104-0707-tce-24-01-00170.pdf

Suliman M, Al Qadire M, Alazzam M, Aloush S, Alsaraireh A, Alsaraireh FA. Students nurses' knowledge and prevalence of Needle Stick Injury in Jordan. Nurse education today [Internet]. 2018 [acesso em 20 jul 2018]; 60. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.nedt.2017.09.015

Ximenes Neto FRG, Muniz CFF, Dias LJLF, Diogenes Júnior F, Silva MAM, Oliveira EN. Perfil sociodemográfico dos estudantes de enfermagem da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). Enferm. Foco [Internet]. 2017 [acesso em 11 maio 2019]; 8 (3): 75-79. Disponível em: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/1532/404.

Canalli R, Moriya T, Hayashida M. Prevenção de acidentes com material biológico entre estudantes de enfermagem. Revista de enfermagem UERJ [Internet]. 2011 [acesso em 20 jul 2018]; 19(1). Disponível em: http://www.facenf.uerj.br/v19n1/v19n1a17.pdf

Loulergue P, Fonteneau L, Armengaud JB, Momcilovic S, Levy-Bruhl D, Launay O, et al. Vaccine coverage of healthcare students in hospitals of the Paris region in 2009: the Studyvax survey. Vaccine [Internet]. 2013 [acesso em 20 jul 2018]; 31(26). Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.vaccine.2013.04.004

Papagiannis D, Tsimtsiou Z, Chatzichristodoulou I, Adamopoulou M, Kallistratos I, Pournaras S, et al. Hepatitis B Virus Vaccination Coverage in Medical, Nursing, and Paramedical Students: A Cross-Sectional, Multi-Centered Study in Greece. International journal of environmental research and public health [Internet]. 2016 [acesso em 20 jul 2018]; 13(3). Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4808986/pdf/ijerph-13-00323.pdf

Andrade Neto EP, Dutra CS, Lima V, Goes P. Prevalência de acidentes ocupacionais e perfil de vacinação contra Hepatite B entre estudantes e profissionais da odontologia: um estudo piloto. Arquivos em Odontologia [Internet]. 2013 [acesso em 20 jul 2018]; 49(1). Disponível em:https://www.researchgate.net/profile/Paula_Goes/publication/272807415_Prevalencia_de_acidentes_ocupacionais_e_perfil_de_vacinacao_contra_Hepatite_B_entre_estudantes_e_profissionais_da_odontologia_um_estudo_piloto/links/58e261d8a6fdcc41bf99ec05/Prevalencia-de-acidentes-ocupacionais-e-perfil-de-vacinacao-contra-Hepatite-B-entre-estudantes-e-profissionais-da-odontologia-um-estudo-piloto.pdf.

Reis PGTA, Driessen AL, Costa ACBA, Nasr A, Collaço IA, Tomasich FDS. Perfil epidemiológico de acidentes com material biológico entre estudantes de medicina em um pronto-socorro cirúrgico. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões [Internet]. 2013 [acesso em 20 jul 2018]; 40(4). Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rcbc/v40n4/v40n4a06.pdf

Ghomraoui FA, Alfaqeeh FA, Algadheeb AS, Al-Alsheikh AS, Al-Hamoudi WK, Alswat KA. Medical students' awareness of and compliance with the hepatitis B vaccine in a tertiary care academic hospital: An epidemiological study. Journal of infection and public health [Internet]. 2016 [acesso em 20 jul 2018]; 9(1). Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.jiph.2015.06.008

Fica CA, Jemenao PMI, Ruiz RG, Larrondo LM, Hurtado HC, Muñoz GG, et al. Accidentes de riesgo biológico entre estudiantes de carreras de la salud: Cinco años de experiencia. Revista chilena de infectología [Internet]. 2010 [acesso em 20 jul 2018]; 27(1). Disponível em: https://scielo.conicyt.cl/pdf/rci/v27n1/art05.pdf

Ministério da Saúde. Programa Nacional de Imunizações (PNI): 40 anos. In: Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Vigilância Epidemiológica, editor. Brasília (Brasil): Ministério da Saúde [Internet]. 2013 [acesso em 20 jul 2018]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/programa_nacional_imunizacoes_pni40.pdf.

Bush C, Schmid K, Rupp ME, Watanabe-Galloway S, Wolford B, Sandkovsky U. Bloodborne pathogen exposures: Difference in reporting rates and individual predictors among health care personnel. American journal of infection control [Internet]. 2017 [acesso em 20 jul 2018]; 45(4). Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.ajic.2016.11.028

Carmo IC, Schiavon ICA, Oliveira EC, Campos ICMC. Segurança e enfermagem: reflexões sobre o ensino da biossegurança nos cursos de enfermagem. Scientia Tec: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia do IFRS [Internet]. 2016 [acesso em 20 jul 2018]; 3(2). Disponível em: https://periodicos.ifrs.edu.br/index.php/ScientiaTec/article/view/1524/1353.

Souza-Borges FR, Ribeiro LA, Oliveira LC. Occupational exposures to body fluids and behaviors regarding their prevention and post-exposure among medical and nursing students at a Brazilian public university. Revista do Instituto de Medicina Tropical de Sao Paulo [Internet]. 2014 [acesso em 20 jul 2018]; 56(2). Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rimtsp/v56n2/0036-4665-rimtsp-56-02-157.pdf

Morais RLGL, Tanan MS, Oliveira JS, Macedo MP, Nery AA, Matos Filho SA. Knowledge and practices of biosafety among nursing professors. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online [Internet]. 2017 [acesso em 20 jul 2018]; 9(1). Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/5191/pdf

Betancourt L, Muñoz LA, Merighi MAB, Santos MF. O docente de enfermagem nos campos de prática clínica: um enfoque fenomenológico. Rev Latino-Am Enfermagem. [Internet]. 2011 [acesso em 20 jul 2018]; 19(5). Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v19n5/pt_18.pdf.

Ministério da Saúde. Protocolo clínico e diretrizes terapêuticas para profilaxia pós-exposição (PEP) de risco à infecção pelo HIV, IST, e hepatites virais. In: Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância Prevenção e Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis do HIV/Aids e das Hepatites Virais, editor.: Brasília : Ministério da Saúde [Internet]. 2017 [acesso em 18 dez 2018]. Disponível em: http://www.aids.gov.br/pt-br/pub/2015/protocolo-clinico-e-diretrizes-terapeuticas-para-profilaxia-pos-exposicao-pep-de-risco

Malaguti-Toffano SE, Santos CB, Canini SRMS, Galvão MTG, Brevidelli MM, Gir E. Adesão às precauções-padrão de profissionais de enfermagem de um hospital universitário. Acta Paulista de Enfermagem [Internet]. 2012 [acesso em 20 jul 2018]; 25 (3). Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ape/v25n3/v25n3a13.pdf

Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução nº 222, de 28 de março de 2018. Regulamenta as Boas Práticas de Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde e dá outras providências. Brasilia: Ministério da Saúde [Internet]. 2018 [acesso em 20 jul 2018]. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/10181/3427425/RDC_222_2018_.pdf/c5d3081d-b331-4626-8448-c9aa426ec410

Ream PS, Tipple AF, Salgado TA, Souza AC, Souza SM, Galdino-Junior H, et al. Hospital housekeepers: victims of ineffective hospital waste management. Archives of environmental & occupational health [Internet]. 2016 [acesso em 20 jul 2018]; 71(5). Disponível em: https://doi.org/10.1080/19338244.2015.1089827.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2019.v10.n3.2292

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.