Fatores intervenientes no cuidado à pessoa com úlcera venosa, sob a ótica de familiares

Saionara Leal Ferreira, Islene Victor Barbosa, Cecília Freitas de Araújo Mota, Solange Gurgel Alexandre, Rita Neuma Dantas Cavalcante de Abreu, Rita Mônica Borges Studart

Resumo


OBJETIVO: Identificar os saberes e as dificuldades encontradas por familiares no cuidado à pessoa com úlcera venosa no âmbito domiciliar. METODOLOGIA: Estudo descritivo, de abordagem qualitativa, realizado em Fortaleza/CE, Brasil, em 2019, com oito familiares de pessoas com úlcera venosa, acompanhadas em ambulatório especializado de hospital público de ensino. Realizaram-se entrevistas semiestruturadas, cujas falas foram submetidas à análise de conteúdo temática proposta por Bardin. RESULTADOS: A partir da análise das falas, surgiram três categorias temáticas: Saberes dos familiares no cuidado à úlcera venosa; Necessidade da orientação para manutenção do cuidado no domicílio; e Influência da úlcera venosa na dinâmica familiar. CONCLUSÃO: A identificação das lacunas no conhecimento dos entrevistados foi de grande relevância para o planejamento de tecnologia educativa voltada às necessidades encontradas, de maneira a oferecer suporte e alento a esse público.


Texto completo:

PDF

Referências


Harding K, Dowsett C, Fias L, Jelnes R, Mosti G, Öien R, et al. Simplifying venous leg ulcer management. Consensus recommendations [Internet]. London: Wounds International; 2015 [acesso em 20 fev 2019]. Disponível em: www.woundsinternational.com

Borges EL, Ferraz AF, Carvalho DV, Matos SS, Lima VLAN. Prevenção de recidiva de úlcera varicosa: um estudo de coorte. Acta Paul Enferm [Internet]. 2016 [acesso 29 nov 2019] ;29(1):9-16. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010321002016000100009&lng=en.

Franks PJ, Barker J, Collier M, Gethin G, Haesler E, Jawien A, et al. Management of Patients With Venous Leg Ulcers: Challenges and Current Best Practice. J Wound Care [Internet]. 2016 [acesso em 20 fev 2019]; 25(Sup6): S1–S67. Disponível em: http://www.magonlinelibrary.com/pb-assets/JOWC/EWMAvenous-leg-ulcers.pdf.

Finlayson K, Wu ML, Edwards HE. Identifying risk factors and protective factors for venous leg ulcer recurrence using a theoretical approach: a longitudinal study. Int J Nurs Stud [Internet]. 2015 [acesso em 20 fev 2019]; 52(6):1042-51. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25801312.

Brito DT, Xavier VMA, Santos JP, Agra G. Dor em úlcera crônica: perfil sociodemográfico, clínico e terapêutico de pacientes do município de Cuité – PB. Academus Rev Científica Saúde [Internet]. 2017 [acesso em 20 fev 2019]. 2(2). Disponível em: https://smsrio.org/revista/index.php/reva/article/view/317.

Sousa HF, Araújo AM, Rosso ICASN, Freitas e Silva KR. O enfermeiro no manejo clínico de pacientes com úlcera venosa: revisão integrativa de literatura. Rev Humano Ser – UNIFACEX. 2015 [acesso em 20 fev 2019]; 1(1):32-51. Disponível em: https://periodicos.unifacex.com.br/humanoser/article/view/623.

Channes M. SAE- Sistematização da Assistência de Enfermagem Descomplicada. São Paulo: Guanabara Koogan; 2018.

Herdman TH, Kamitsuru S, NANDA International Inc. Diagnósticos de enfermagem da NANDA: definições e classificações 2018-2020. Porto Alegre: Artmed; 2018.

Bardin L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70; 2011.

Robaina ML, Budó MLD, Silva DC, Schimith MD, Durgante VL, Simon BS. Saberes e práticas de pessoas com úlcera venosa em tratamento com bota de Unna. Rev Enferm UFSM [Internet]. 2016 [acesso em 20 fev 2019]; 6(3): 371-81. Disponível em: .

Aires M, Pizzol FLFD, Mocellin D, Rosset I, Morais EP, Paskulin LMG. Cross-cultural adaptation of the Filial Responsibility protocol for use in Brazil. Rev Bras Enferm [Internet]. 2017. [acesso em 20 fev 2019]; 70(6): 1268-76. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S003471672017000601268&lng=en.

Silva AS, Rodrigues TS, Meneses SM, Vera SO, Silva LM, Oliveira MCL et al. O cotidiano de pacientes com úlcera venosa: uma revisão integrativa. Rev Eletr Acervo Saúde [Internet]. 2017 [acesso em 20 fev 2019]; 9:871-82. 10. Disponível em: https://www.acervosaude.com.br/doc/REAS111.pdf

Fletcher F, Atkin L, Dowsett C, Hopkins A, Tickle J, Worboys F, et al. Best practice statement: holistic management of venous leg ulceration [Internet]. London: Wounds UK; 2016

[acesso em 20 fev 2019]. Disponível em: www.wounds-uk.com.

Silva A, Santos E, Oliveira I, Viegas L, Santos M, Silva V, Costa C, Bisagni C, Jorge K. As úlceras vasculogênicas na perspectiva do cuidado de enfermagem. Rev Presença [Internet]. 2017 [acesso em 20 fev 2019]; 3(9):71-85. Disponível em: http://revistapresenca.celsolisboa.edu.br/index.php/numerohum/article/view/115.

Ribeiro G, Cavalcante TB, Santos KCB, Feitosa AHC, Silva BRS, Santos GLS. Pacientes internados com feridas crônicas: um enfoque na qualidade de vida. Enferm Foco [Internet]. 2019 [acesso em 27 nov 2019]; 10(2). Disponível em: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/1740.

Santos RSS, Sardinha AHL. Qualidade de vida de pacientes com doença renal crônica. Enferm Foco [Internet]. 2018 [acesso em 6 jul 2019]; 2(9):61-6. Disponível em: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/1078.

Santos LSF. Capacidade funcional de pacientes com úlceras venosas no município de Petrópolis/RJ [dissertação]. Fluminense (RJ): Mestrado Acadêmico em Ciências do Cuidado em Saúde, Universidade Federal Fluminense; 2016. Disponível em: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2430.

Teixeira AK. Cuidado clínico de enfermagem à pessoa com úlcera venosa: fundamentação na teoria de imogene king [dissertação]. Fortaleza (CE): Mestrado acadêmico, Universidade Estadual do Ceará; 2016. Disponível em: http://www.uece.br/cmacclis/dmdocuments/anne.pdf.

Benevides JL, Coutinho JFV, Pascoal LC, Joventino ES, Martins MC, Gubert FA, et al. Development and validation of educational technology for venous ulcer care. Rev Esc Enferm USP. [Internet]. 2016. [acesso em 27 nov 2019];50(2):309-16. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S008062342016000200309&lng=en.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2020.v11.n1.2428

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.