O MÉTODO PARA CONSTRUÇÃO DE APLICATIVO-GUIA NO MESTRADO PROFISSIONAL EM ENFERMAGEM

Vanda Aparecida Tolari, Márcia Helena de Souza Freire

Resumo


Objetivo: Descrever o método de desenvolvimento de uma tecnologia educacional, na modalidade de aplicativo-guia, para o manejo do potencial doador pediátrico, realizada como produto do Mestrado Profissional. Metodologia: relato de um método científico aplicado. Utilizou-se os passos propostos por Echer, com a perspectiva de apresentar o percurso para a produção da Tecnologia Educacional. Resultados: A construção está sustentada na Teoria das Necessidades Humanas Básicas, nos Diagnósticos e Intervenções de Enfermagem. Foi realizado mapeamento cruzado, dos indicadores selecionados, a partir das necessidades humanas básicas, decorrentes das alterações fisiopatológicas e as percebidas na avaliação clínica, com os Diagnósticos de Enfermagem, segundo taxonomia de NANDA-I e Intervenções de enfermagem baseadas nos diagnósticos, sob a ótica da manutenção dos órgãos a serem doados. Conclusão: O Aplicativo-guia subsidiará o Enfermeiro no planejamento da assistência de enfermagem segura e propiciará um impacto social no processo de transplantes em pediatria.

Descritores: Morte Encefálica, Métodos, Tecnologia Educacional, Processo de Enfermagem.

THE METHOD FOR BUILDING GUIDE APPLICATIONS IN THE NURSING PROFESSIONAL MASTER

Objective: To describe the method of development of an educational technology as a guide application for the management of potential pediatric donors, carried out as a product of the Professional Master. Methodology: report of an applied scientific method. The steps proposed by Echer5 were used, with the perspective of presenting the path for the production of Educational Technology. Results: It is supported by the Theory of Basic Human Needs, Nursing Diagnoses and Interventions. Cross-mapping of selected indicators was performed based on basic human needs, resulting from pathophysiological changes and those perceived in clinical evaluation, with Nursing Diagnoses, according to NANDA-I taxonomy and Nursing interventions based on nursing diagnoses, under the optics of the maintenance of the organs to be donated. Conclusion: The Guide application will support the Nurse in the planning of safe nursing care and will provide a social impact on the process of transplantation in pediatrics.

Descriptors: Brain Death, Methods, Educational Technology, Nursing Process.

EL MÉTODO PARA LA APLICACIÓN DE LA GUÍA DE CONSTRUCCIÓN EN EL MAESTRO PROFESIONAL DE ENFERMERÍA

Objetivo: Describir el método de desarrollo de una tecnología educativa como una aplicación de guía para el manejo de posibles donantes pediátricos, realizada como producto del Master Profesional. Metodología: informe de un método científico aplicado. Se utilizaron los pasos propuestos por Echer5, con la perspectiva de presentar el camino para la producción de Tecnología Educativa. Resultados: está respaldado por la Teoría de las necesidades humanas básicas, los diagnósticos e intervenciones de enfermería. El mapeo cruzado de los indicadores seleccionados se realizó con base en las necesidades humanas básicas, como resultado de los cambios fisiopatológicos y los percibidos en la evaluación clínica, con los Diagnósticos de Enfermería, de acuerdo con la taxonomía NANDA-I y las intervenciones de Enfermería basadas en diagnósticos de enfermería, bajo La óptica del mantenimiento de los órganos a donar. Conclusión: La aplicación de la Guía apoyará a la Enfermera en la planificación de la atención de enfermería segura y proporcionará un impacto social en el proceso de trasplante en pediatría.

Descriptores: Muerte Cerebral, Métodos, Tecnología Educativa, Proceso de Enfermería.


Texto completo:

PDF

Referências


Conselho Federal de Medicina. Resolução nº 2173/2017, de 15 de dezembro de 2017. Define os Critérios de morte encefálica. Acesso em 10/04/18. Disponível em: http://www.saude.rs.gov.br/upload/ arquivos/carga20171205/19140504-resolucao-do-conselhofederal- de-medicina-2173-2017.pdf

Secretaria Estadual de Saúde de Curitiba. Sistema Estadual de Transplantes do Paraná. Manual para Notificação, Diagnóstico de Morte Encefálica e Manutenção do Potencial Doador de Órgãos e Tecidos. – Curitiba: SESA/SGS/CET, 2018. 62p. Pag.30-5.

Conselho Federal de Enfermagem. Resolução nº 358, de 15 de outubro de 2009. Dispõe sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem e a implementação do Processo de Enfermagem em ambientes, públicos ou privados, em que ocorre o cuidado profissional de enfermagem, e dá outras providências. Acesso em 15/04/2018. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/resoluocofen- 3582009_4384.html

Nietsche EA, Teixeira E, Medeiros HP. Tecnologias Cuidativoeducacionais: Uma possibilidade de empoderamento do/a enfermeiro/a?. 1ª edição. Porto Alegre. Moriá. 2014.208p. Pag. 113- 50.

Echer IC. Elaboração de manuais de orientação para o cuidado em saúde. Revista Latino-Americana de Enfermagem. 2005. Acesso em: 10/06/2019. vol. 13. núm. 5. pp. 754-757 . Disponível em: https:// www.redalyc.org/pdf/2814/281421849022.pdf

Ministério da Saúde (BR). Conselho Nacional de Saúde. Resolução CNS 196/96. Diretrizes e Normas Regulamentadoras de Pesquisas envolvendo Seres Humanos. Acesso em 10/11/2018.Disponível em: https://conselho.saude.gov.br/comissao/conep/resolucao.html

Schub E, Walsh K, Pravikoff D.Evidence-Based Nursing Practice: Implementing. 2017 . Nursing Reference Center. Pag.1-18. Acesso em 20/05.2019. Disponível em: http://web.a.ebscohost.com/nup/delivery?sid=fce4f12d-04ac-42… d%3dfce4f12d-04ac-4203-b614-48b54155a281%2540sessionmgr4006

Brasil. Constituição de 1988, de 05 de outubro de 1988. Constituição da república Federativa do Brasil, Acesso em 10/04/2018. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/consti/1988/constituicao- 1988-5-outubro-1988-322142-publicacaooriginal-1-pl.html

Brasil. Lei nº 9434, de 04 de fevereiro de 1997. Dispões sobre a remoção de órgãos, tecidos e partes do corpo humano para fins de transplantes e tratamento e dá outras providências. Acesso em 10/04/18. Disponível em: http://www.saude.pr.gov.br/arquivos/File/ centraldetransplantes/Lei9434.pdf

Conselho Federal De Enfermagem. Resolução COFEN nº 292 de Junho de 2004. Normatiza a atuação do Enfermeiro na Captação e Transplante de Órgãos e Tecidos. Acesso em 20/10/2018. Disponível em : http://www.cofen.gov.br/resoluo-cofen-2922004_4328.html

Ministério da Saúde (BR) Gabinete do Ministro. Portaria de Consolidação nº 5, de 28 de setembro de 2017. Consolidação das normas sobre as ações e os serviços de saúde do Sistema Único de Saúde. Acesso em 09/11/2018 Disponível em: http://bvsms.saude. gov.br/bvs/saudelegis/gm/2017/prc0005_03_10_2017.html

Casa Civil (BR). Decreto nº 9175 de 18 de outubro de 2017. Regulamenta a Lei nº 9.434, de 4 de fevereiro de 1997, para tratar da disposição de órgãos, tecidos, células e partes do corpo humano para fins de transplante e tratamento. Acesso em 10/04/2018. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015- 2018/2017/Decreto/D9175.htm

NANDA-I. North American Nursing Diagnosis Association International. Diagnósticos de enfermagem da NANDA: definições e classificação - 2018-2020. Porto Alegre: Artmed, 2018. 606 p. Acesso em 10/11/2018. Disponível para uploads em: http://nascecme.com. br/2014/wp-content/uploads/2018/08/NANDA-I-2018_2020.pdf

Galdeano LE. Rossi LA, Pelegrino FM. Validação de conteúdo do diagnóstico de enfermagem conhecimento deficiente. 2008. Acesso em 19/03/2019.Acta paul. Enferm. Vol.21 no.4. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_ arttext&pid=S0103-21002008000400003

Silva Junior SD, Costa FJ. Mensuração e escalas de verificação: uma Análise Comparativa das Escalas de Likert e Phrase Completion. 2014. Acesso em: 31/05/2019. Revista Brasileira de Pesquisas de Marketing, Opinião e Mídia ISSN: 1983-9456 (Impressa) ISSN: 2317-0123 (On-line).Disponível em: http://sistema.semead.com. br/17semead/resultado/trabalhosPDF/1012.pdf

Polit DF, Beck CT. Fundamentos da pesquisa em enfermagem: avaliação de evidênciaspara a prática de enfermagem. 7ª ed. Porto Alegre: ArtMed; 2011. Pag.150-3.

Alexandre NMC, Colucci MZO. Validade de conteúdo nos processos de construção e adaptação de instrumentos de medidas. 2011. Acesso em 10/02/2019 vol.16 no.7 Rio de Janeiro Disponível em : http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_ arttext&pid=S1413-81232011000800006

ADOBE “Adobe XD”, 2018 Acesso em: junho de 2019.Disponível em : https://www.adobe.com/br/products/xd.html.

Tavares R. Constructing concept maps. 2007.Acesso em 31/05/2019. vol.12, pp. 72-85. Disponível em: http://pepsic.bvsalud. org/scielo.php?pid=S1806-58212007000300008&script=sci_ abstract&tlng=en

Bissi W. SCRUM - Metodologia de desenvolvimento ágil. 2007. Acesso 31/05/2019. Campo Mourão. v.2. n.1,p.3-6. Campo Dig. .Disponível em: https://scholar.google.com.br/scholar?hl=pt-BR&as_ sdt=0%2C5&q=Um+Modelo+%C3%81gil+para+Gest%C3%A3o+- de+Projetos+de+Software.&btnG=




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2019.v10.n7.2444

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.