Segurança do paciente pediátrico no processo de administração de medicamento endovenoso

Cristina Oliveira da Costa, Thais Lima Vieira de Souza, Érica Oliveira Matias, Sabrina de Souza Gurgel, Rafaela de Oliveira Mota, Francisca Elisângela Teixeira Lima

Resumo


Objetivo: Avaliar o processo de preparo e administração de medicamentos endovenosos em um hospital pediátrico. Métodos: Estudo transversal de natureza quantitativa. Foram realizadas 135 observações do processo de preparo e administração de medicamentos por via endovenosa em crianças. Para a avaliação do desempenho dos profissionais na execução de cada ação do processo determinou-se o Índice de Positividade para Qualidade da Assistência. A análise foi através de estatística descritiva obedecendo aos preceitos éticos. Resultados: Na etapa de leitura de prescrição médica uma ação obteve desempenho satisfatório (igual ou maior que 70%). As ações de todas as 15 ações da etapa de organização do ambiente e seleção dos materiais nove foram satisfatórias (maior que 70%). Conclusão: Os achados referentes ao estudo nos permite evidenciar que existem falhas no processo de preparo e administração de medicamentos. É imprescindível a melhoria dos cuidados em saúde através de educação permanente.

Descritores: Segurança do Paciente; Enfermagem Pediátrica; Pediatria.

 

PEDIATRIC PATIENT SAFETY IN THE INTRAVENOUS DRUG ADMINISTRATION PROCESS

Objective: To evaluate the process of preparation and administration of intravenous drugs in a pediatric hospital. Methods: Cross-sectional study of a quantitative nature. 135 observations were made of the process of preparation and administration of drugs intravenously in children. To assess the performance of professionals in the execution of each action in the process, the Positivity Index for Quality of Care was determined. The analysis was through descriptive statistics obeying the ethical precepts. Results: In the step prior to the preparation of the medications, all actions achieved satisfactory performance (≥70%). Of the fifteen actions for preparing medications, nine were satisfactory (≥70%). During and after the administration of six of the seven actions, they obtained satisfactory performance (≥70%). Conclusion: The findings regarding the study allow us to evidence that there are flaws in the process of preparing and administering medications.

Descriptors: Patient Safety; Pediatric Nursing; Pediatrics.

 

SEGURIDAD DEL PACIENTE PEDIÁTRICO EN EL PROCESO DE ADMINISTRACIÓN DE DROGAS INTRAVENOSAS

Objetivo: evaluar el proceso de preparación y administración de drogas intravenosas en un hospital pediátrico. Métodos: estudio transversal de naturaleza cuantitativa. Se hicieron 135 observaciones sobre el proceso de preparación y administración de drogas por vía intravenosa en niños. Para evaluar el desempeño de los profesionales en la ejecución de cada acción en el proceso, se determinó el Índice de Positividad para la Calidad de la Atención. El análisis fue a través de estadísticas descriptivas que obedecen los preceptos éticos. Resultados: En el paso previo a la preparación de los medicamentos, todas las acciones lograron un desempeño satisfactorio (≥70%). De las quince acciones para preparar medicamentos, nueve fueron satisfactorias (≥70%). Durante y después de la administración de seis de las siete acciones, obtuvieron un desempeño satisfactorio (≥70%). Conclusión: Los hallazgos con respecto al estudio nos permiten evidenciar que hay fallas en el proceso de preparación y administración de medicamentos.

Descriptores: Seguridad del paciente; Enfermería Pediátrica; Pediatría.


Texto completo:

PDF

Referências


World Health Organization. World Alliance for Patient Safety: Forward Programme 2008-2009 [Internet]. Geneva: WHO; 2009 [cited 2019 Jul 29] Avaliable from: https://apps.who.int/iris/handle/10665/70460

Brasil. Ministério da Saúde. Protocolo de Segurança na Prescrição, Uso e Administração de Medicamentos [Internet]. Brasília; 2013 [citado 2019 Jul 25]. Disponível em: https://www20.anvisa.gov.br/segurancadopaciente/index.php/publicacoes/item/seguranca-na-prescricao-uso-e-administracao-de-medicamentos

Wegner W, Silva MUM, Peres MA, Bandeira LE, Frantz E, Botene CM, et al. Segurança do paciente no cuidado à criança hospitalizada: evidências para enfermagem pediátrica. Rev Gaúc Enferm. 2017; 28: e68020. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1983-1447.2017.01.68020.

Brasil. Ministério da Saúde. Portaria n. 529, de 1º de abril de 2013. Institui o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP) [Internet]. Brasília; 2013 [Citado 2019 Jun 30]. Disponível em: http://www.saude.mt.gov.br/upload/controle-infeccoes/pasta2/portaria-msgm-n-529-de-01-04-2013.pdf

Belela ASC, Pedreira MLG, Peterlini MAS. Erros de medicação em Pediatria. Rev Bras de Enferm. 2011; 64. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672011000300022.

Bica TFS, Wegner W, Gerhardt LM, Predebom CM, Pedro ENR, Breigeiron MK. Characteristics of patient safety incidents notified in a pediatric intensive care unit. Rev Enferm Ufpe On Line. 2017; 11 Supl 10: S4206-16. DOI: http://dx.doi.org//0.5205/reuol.10712-95194-3-SM.1110sup201726.

Vries EN, Ramrattan MA, Smorenburg SM, Gouma DJ, Boermeester MA. The incidence and nature of in-hospital adverse events: a systematic review. Qual Saf Health Care. 2008; 17. DOI: http://dx.doi.org/10.1136/qshc.2007.023622.

Souza TLV, Mota RO, Brito EAW, Farias LMVC, Matias EO, Lima FET. Segurança do paciente na administração de medicamento intramuscular em pediatria: avaliação da prática de enfermagem. Rev Gaú Enferm, 2017; 01: e2017-0002. DOI: https://doi.org/10.1590/1983- 1447.2018.2017-0002.

Brasil. Ministério da Saúde. Segurança do Paciente: higienização das mãos. [Internet]. Brasília; 2013 [Citado 2019 Jun 30]. Disponível em: https://www20.anvisa.gov.br/segurancadopaciente/index.php/publicacoes/item/seguranca-do-paciente-higienizacao-das-maos

Brasil. Ministério da Saúde; Conselho Nacional de Saúde. Resolução n. 466, de 12 de dezembro de 2012. Dispõe sobre as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos [Internet]. Brasília; 2012 [Citado 2019 Jun 25]. Disponível em: https://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf

Brasil. Conselho Federal de Enfermagem; Resolução n. 564, de 6 de dezembro de 2017. Dispões sobre o Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem [Internet]. Brasília; 2017 [Citado 2019 Jun 25]. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/resolucao-cofen-no-5642017_59145.html

Tomasi YT, Souza GN, Bitencourt JVOV, Parker AG, Martini JG, Mancia JR. Atuação do enfermeiro na administração de medicamentos em uma instituição hospitalar: estudo descritivo. Enferm Foco. 2015; 1 (6): 06-11.

Pires AOM, Ferreira MBG, Nascimento KG, Felix MMS, Pires PS, Barbosa MH. Elaboration and Validation of the Medication Prescription Safety Checklist. Rev Lat Amer Enferm, 2017; 25: e2921. DOI: https://doi.org/10.1590/1518-8345.1817.2921.

Matias, EO. Avaliação da prática de enfermagem no processo de administração de medicamento intravenoso na pediatria [Dissertação]. Fortaleza: Universidade Federal do Ceará; 2015.

Brasil. Agência Nacional de Vigilância Sanitária; Manual para observadores: estratégia multimodal da OMS para a melhoria da higienização das mãos [Internet]. Brasília; 2008 [citado 2019 Jul 25]. Disponível em: http://www.saude.df.gov.br/wp-conteudo/uploads/2018/02/2.4.1.pdf

Oliveira AC, Paula OA, Gama CS, Oliveira JR, Rodrigues CD. Adesão à higienização das mãos entre técnicos de enfermagem em um hospital universitário. Rev Enferm UERJ. 2016; 24: e9945. DOI: http://dx.doi.org/10.12957/reuerj.2016.9945.

Santana JCB, Sousa MA, Soares HC. Fatores que influenciam e minimizam os erros na administração de medicamentos pela equipe de enfermagem. Enferm Rev. 2012; 15 (1): 1-10.

Liu W, Manias E, Gerdtz M. The effects of physical environments in medical wards on medication communication processes affecting patient safety. Health Place. 2014; 26. DOI: 10.1016 / j.healthplace.2013.12.017.

Pereira FGF, Aquino GA, Melo GAA, Praxedes CO, Caetano JA. Conformidades e não conformidades no preparo e administração de antibacterianos. Cog Enferm. 2016; 26( n.esp ): 188-198.

Malagutti, W, Roegrs H. Terapia Intravenosa: Atualidades. São Paulo: Martinari; 2012.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2020.v11.n3.2596

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.