DIAGNÓSTICOS, INTERVENÇÕES E RESULTADOS DE ENFERMAGEM PARA A CONSULTA DE ENFERMAGEM À CRIANÇA

Ingrid Pujol Hanzen, Silvana Dos Santos Zanotelli, Elisangela Argenta Zanatta

Resumo


Objetivo: apresentar diagnósticos (DE), intervenções (IE) e resultados (RE) de enfermagem para o atendimento à criança de zero a dois anos na Atenção Primária à Saúde (APS), com base na Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem (CIPE®). Método: pesquisa qualitativa, do tipo pesquisa-ação, realizada com sete enfermeiras que atuam na APS de um município do oeste catarinense.  Os DE, IE e RE foram validados pelo Índice de Validade de Conteúdo. Resultados: Foram criados e validados 19 enunciados de DE, com intervenções e resultados esperados com base na CIPE®, voltados para crianças de zero a dois anos de idade. Conclusão: A criação de DE, IE e RE respalda e qualifica o trabalho do enfermeiro, empoderando-o e dando cientificidade às suas ações.


Texto completo:

PDF

Referências


Soares DG, Pinheiro MCX, Queiroz DM de, Soares DG. Implantação da puericultura e desafios do cuidado na estratégia saúde da família em um município do Estado do Ceará. Revista Brasileira em Promoção da Saúde. [Internet]. 2016; 29(1):132-138. Available From: http://periodicos.unifor.br/RBPS/article/view/3713.

Ministério da Saúde (BR). Política Nacional de Atenção à Saúde da Criança: orientações para implementação. 2018. Available from: http://www.saude.pr.gov.br/arquivos/File/Politica_Nacional_de_Atencao_Integral_a_Saude_da_Crianca_PNAISC. pdf

Gubert FA, Santos DAS, Pinheiro MTM, Brito LLMS, Pinheiro SRCS, Martins MC. Protocolo de Enfermagem para consulta de puericultura. Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste. [Internet]. 2015; 16 (1):81–9. Available From: http://www.redalyc.org/pdf/3240/324036185010.pdf

Conselho Federal de Enfermagem. Resolução COFEN nº 358 de 2009. Sistematização da Assistência de Enfermagem e a implementação do Processo de Enfermagem em ambientes públicos ou privados, em que ocorra o cuidado profissional de Enfermagem. 2009. Available From: http://www.cofen.gov.br/resoluo-cofen-3582009_4384.html

Primo CC, Resende FZi, Garcia TR, Duran ECM, Brandão MAG. Subconjunto terminológico da CIPE® para assistência à mulher e à criança em processo de amamentação. Rev. Gaúcha Enferm. [Internet]. 2018; 39: e2017-0010. Available From: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-14472018000100410&lng=pt.

-. Garcia TR, Bartz CC, Coenen AM. CIPE: uma linguagem padronizada para a prática profissional. In: Garcia TR (Org.). Classificação Internacional para a prática de enfermagem CIPE®. Porto Alegre: Artmed, 2018.

Thiollent M. Metodologia da pesquisa-ação. 18. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

Kitzinger, J. Grupos Focais. In: POPE, C.; MAYS, N. (Org.). Pesquisa qualitativa na atenção à saúde. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009

Polit-O'hara D, Beck CT. Fundamentos de pesquisa em enfermagem: avaliação de evidências para prática da enfermagem. 7. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 2011.

Dantas AMN, Gomes GLL, Silva K de L, Nóbrega MML da.

Diagnósticos de enfermagem para as etapas do crescimento e desenvolvimento de crianças utilizando a CIPE®. Revista Eletrônica de Enfermagem. [Internet]. 2016; 18:e11. Available From: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/35524/21457

Monteiro FPM, Araujo TL, Costa FBC, Leandro TA, Cavalcante TF, Lopes MVO. Validação clínica do diagnóstico de enfermagem disposição para desenvolvimento melhorado do lactente. Rev Bras Enferm [Internet]. 2016;69(5):802-9. Available From: http://www.scielo.br/pdf/reben/v69n5/0034-7167-reben-69-05-0855.pdf

Vieira DS, Santos NCCB, Nascimento JA do, Collet N, Toso BRGO,

Reichert APS. A prática do enfermeiro na consulta de puericultura na Estratégia Saúde da Família. Texto contexto - enferm. [Internet]. 2018; 27( 4 ): e4890017. Available From: http://www.scielo.br/pdf/tce/v27n4/0104-0707-tce-27-04-e4890017.pdf

Santos GS, Pieszak GM, Gomes GC, Biazus CB, Silva SO. Contribuições da Primeira Infância Melhor para o crescimento e desenvolvimento infantil na percepção das famílias. Rev Fun Care Online. [Internet]. 2019; 11(1):67-73. Available From: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/646

Horta, WA. Processo de Enfermagem. São Paulo: EPU, 1979

Costa P, Duarte AP, Belela-Anacleto ASC, Andrade PR, Balieiro MMFG, Veríssimo MDLOR. Diagnósticos de enfermagem em consultas de atenção primária à saúde de recém-nascidos. Rev.Bras.Enferm. [internet], v. 71, n.6, p. 2961-8, 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0954 Disponível em:. Acesso em: 04 abr. 2019.

Santos KH dos, Marques D. Diagnósticos de Enfermagem na Atenção Básica: contributos da Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem. Revista da Sociedade Brasileira de Enfermeiros Pediatras. [Internet]. 2015; 15(2):108-113. Available From: https://sobep.org.br/revista/component/zine/article/214-diagnosticos-de-enfermagem-na-atencao-basica-contributos-da-classificacao-internacional-para-a-pratica-de-enfermagem.html

Monteiro ATA, Ferrari RAP, Tacla MTGM , Souza ALDM de. Consulta de enfermagem à criança após alta das maternidades: seguimento na atenção primária. Rev. Soc. Bras. Enferm. Ped. [Internet]. 2017; 17(1): 7-13. Available From: https://sobep.org.br/revista/images/stories/pdf-revista/vol17-n1/vol_17_n_1-artigo_original_1.pdf

Gaíva MAM, Monteschio CAC, Moreira MDS, Salge AKM. Avaliação do crescimento e desenvolvimento infantil na consulta de enfermagem. Av Enferm. [Internet].2018;36(1)9-21. Available From: http://www.scielo.org.co/pdf/aven/v36n1/0121-4500-aven-36-01-00009.pdf .

Malaquias TSM, Baldissera VAD, Higarashi IH. Percepções da equipe de saúde e de familiares sobre a consulta de puericultura. Rev. Cogitare Enfermagem. [Internet]. 2015; 20(2):367-373. Available from: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=483647679017.

Kahl C, Meirelles BHS, Lanzoni GMM, Koerich C, Cunha KS. Actions and interactions in clinical nursing practice in Primary Health Care. Rev Esc Enferm USP. 2018;52:e03327. Available From: http://dx.doi.org/10.1590/S1980-220X2017025503327




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2019.v10.n7.2683

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.