Cuidados de Enfermagem frente a dimensão espiritual no período gestacional: uma revisão integrativa

Vanessa da Silva Tarouco, Diéssica Roggia Piexak, Cintia de Souza Santana, Aline Cristina Calçada de Oliveira, Lisiane Amaral de Pinho, Karoline do Pinho Martins

Resumo


Revisão integrativa que objetivou identificar como os enfermeiros estão atuando frente a dimensão espiritual durante o período gestacional; verificar quais são os principais cuidados desenvolvidos por esses enfermeiros e, em que ambientes se percebe esse cuidado espiritual. Para busca utilizou-se a base de dados Medline. Foram encontradas 39 publicações que, após a filtragem segundo critérios de inclusão/exclusão resultaram em 21 artigos selecionados. Obtiveram-se três temas: Cuidados de enfermagem espirituais como estratégias para o fortalecimento da espiritualidade/religiosidade durante a gestação, no parto, e em casos de dificuldades; Espiritualidade/religiosidade para o enfrentamento de sentimentos gerados na gravidez e no parto; E, garantir e incentivar o preparo adequado dos enfermeiros no manejo dos cuidados espirituais das gestantes e no fim da vida do neonato. A dimensão espiritual atuou como fator de bem-estar, conforto, confiança e apoio, além de suporte emocional durante a gestação e no momento do parto.


Texto completo:

PDF

Referências


Araújo DMR, Pereira NL, Kac G. Ansiedade na gestação, prematuridade e baixo peso ao nascer: uma revisão sistemática da literatura. Cad Saúde Pública. 2007;3(4):747-56.

Bennett KS, Shepherd JM. Depression in Australian women: The varied roles of spirituality and social support. Journal of Health Psychology. 2013;18(3):429-438.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Atenção ao pré-natal de baixo risco/ Ministério da Saúde. Departamento de Atenção Básica - Brasília: Ministério da Saúde; 2013 [citado em 2018 mar. 25]. Disponível em: http://www.rio.rj.gov.br/dlstatic/10112/6536378/4175300/23CAP32_prenatal.pdf

Camargo CL, Quirino MD, Cedraz MA. A etnografia nas pesquisas de enfermagem com ênfase no cuidado. Cogitare Enferm. 2011;16(3):549-555.

Carson VB, King D, Koenig H. Handbook of religion and health. 2ª ed. New York: Oxford University Press; 2012.

Guimarães CCD. A arte de cuidar: Espiritualidade do cuidado na relação mãe e bebê [Dissertação]. Minas Gerais (MG): Universidade Federal de Juiz de Fora, 2015.

Koenig HG. Espiritualidade no cuidado com o paciente. São Paulo: Editora FE; 2005.

Mendes KDS, Silveira RCCP, Galvão CM. Texto contexto Enferm. 2008;17(4):758-764.

Moreira-Almeida A. Implicações das experiências espirituais para a compreensão da relação mente-cérebro. Rev Asiática de Psiq. 2013;6(6):585-89.

Parizotto APAV, Vieira BD. Alterações psicológicas decorrentes do período gravídico. Unoesc & Ciência-ACBS. 2013;4(1):79-90.

Pereira S. Descobrindo o caminho da espiritualidade. São Paulo: Paulus; 2008.

Pessini L, Barchifontaine L. Humanização e cuidados paliativos. São Paulo: Loyola; 2005.

Pessini L, Barchifontaine L. O que entender por cuidados paliativos? São Paulo: Paulus; 2006.

Pieszak GM, Terra MG, Neves ET, Pimenta LF, Padoin SMM Ressel LB. Percepção dos profissionais de enfermagem acerca do cuidar em centro obstétrico. Rev. Rene. 2013;14(1):568-78.

Puchalski CM. The hole of spirituality in health care. BUMC Proceedings, Waco. 2001;14(4):352-57.

Rodrigues-Câmara CC. Maternidade e Espiritualidade: aspectos simbólicos. PARALELLUS Revista de Estudos de Religião-UNICAP. 2016;6(13):467-494.

Ronaldson S, Hayes L, Aggar C, Green J, Carey M. Spirituality and spiritual caring: nurses’ perspectives and practice in palliative and acute care environments. J. Clin. Nurs. 2012;21(15):2126-35.

Sá AC. Reflexão sobre o cuidar em Enfermagem: uma visão do ponto de vista da espiritualidade humana e da atitude crística. O Mundo da Saúde São Paulo. 2009;33(2):205-217.

Silva AF, Oliveira ACD, Oliveira MC, Silva SB. Narrativas sobre saúde e doença: o encontro da ciência com a espiritualidade. Interdisciplinary J Health Educ. 2016;1(2):139-43.

Teixeira CRG, Marcon P, Dias PR. Método fenomenológico: conceitos e abordagens na pesquisa em comunicação. Seminário Internacional de Pesquisas em Midiatização e Processos Sociais. 2017;1(1):1533-1552.

Terra MG, Silva LC, Camponogara S, Santos EKA, Souza AIJ, Erdmann AL. Na trilha da fenomenologia: um caminho para a pesquisa em enfermagem. Texto Contexto Enferm. 2006;15(4):672-8.

Whittemore R, Knafl K. The Integrative review: updated methodology. Journal of Advanced Nursing.2005;52(5):546-553.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2019.v10.n5.2688

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.