Cuidados multiprofissionais relacionados à prevenção da pneumonia associada à ventilação mecânica

Janaina Souza de Liz, Pollyana Bortholazzi Gouvea, Adriano da Silva Acosta, Juliana Vieira de Araújo Sandri, Dagoberto Mior de Paula, Silmara Costa Maia

Resumo


Objetivo: Conhecer a percepção da equipe multiprofissional acerca dos cuidados relacionados às medidas de prevenção a pneumonia associada à ventilação mecânica. Método: Tratou-se de um estudo descritivo, qualitativo em que participou a equipe multiprofissional atuante em UTI. Resultados: Totalizaram 20 profissionais. Verificou-se que a equipe multiprofissional conhece algumas medidas preventivas, no entanto a enfermagem percebe o fisioterapeuta como protagonista neste processo. Conclusões: A pesquisa permitiu identificar a maneira como cada membro da equipe percebe a sua atuação e a atuação do outro.

Palavras-chave: Infecção Hospitalar; Enfermagem; Controle de Infecções

 

Objective: To know the perception of the multidisciplinary team about the care related to the prevention measures against ventilator-associated pneumonia. Method: This was a descriptive and qualitative study in which the multiprofessional team working in Intensive Care Unit participated. Results: Totaled 20 professionals. It was found that the multiprofessional team knows some preventive measures, however nursing refers to the physical therapist as a protagonist in this process. It was also noticed that the nurse has a fundamental role in maintaining care before the multiprofessional team. Conclusions: The study showed that the multiprofessional team demonstrates knowledge about the preventive measures related to ventilator-associated pneumonia, as well as the professionals seek to act continuously to improve the quality of care, aiming to ensure patient safety.

Descriptors: Hospital Infection; Nursing; Infection Control.

 

Objetivo: Conocer la percepción del equipo multidisciplinario sobre la atención relacionada con las medidas de prevención contra la neumonía asociada al ventilador. Método: Este fue un estudio descriptivo y cualitativo en el que participó el equipo multiprofesional que trabajaba en la Unidad Intensiva. Resultados: totalizaron 20 profesionales. Se encontró que el equipo multiprofesional conoce algunas medidas preventivas, sin embargo, la enfermería se refiere al fisioterapeuta como protagonista en este proceso. También se notó que la enfermera tiene un papel fundamental en el mantenimiento de la atención ante el equipo multiprofesional. Conclusiones: El estudio mostró que el equipo multiprofesional demuestra conocimiento sobre las medidas preventivas relacionadas con la neumonía asociada al ventilador, así como que los profesionales buscan actuar continuamente para mejorar la calidad de la atención, con el objetivo de garantizar la seguridad del paciente.

Descriptores: infección hospitalaria; Enfermería; Control de infecciones.


Texto completo:

PDF

Referências


Gonçalves EO, Lima MS, Melo JL, Pontes MSR, Sousa AOB, Albernaz M. Práticas assistenciais de enfermagem e prevenção da pneumonia associada à ventilação mecânica em uti. Revista de enfermagem UFPE on line. 2015; 12 (9): 1069-77. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/download/10809/11984.

Chicayban LM, Terra ELVS, Ribela JS, Barbosa PF. Bundles de prevenção de pneumonia associada à ventilação mecânica: a importância da multidisciplinaridade. Rev. Perspect. Biol. Saúde. 2014; 25 (7):25-35. Disponível em: http://seer.perspectivasonline.com.br/index.php/biologicas_e_saude/article/view/1200/

Marras MA, Lapena SAB. Atuação da equipe multidisciplinar no combate às infecções hospitalares. Journal Health Science Inst. 2015;33(1):37-44. Disponível em: https://www.unip.br/comunicacao/publicacoes/ics/edicoes/2015/01_janmar/V33_n1_2015_p37a44.pdf.

Bardin L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

Nogueira JWS, Rodrigues MCS. Comunicação efetiva no trabalho em equipe em saúde: um desafio para a segurança do paciente. Rev. Cogitare Enfermagem. 2015;20(3):636-640. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/40016.

Santos JLG, Lima MADS, Pestana AL, Colomé ICS, Erdmann AL. Strategies used by nurses to promote teamwork in an emergency room. Rev. Gaúcha Enfermagem 2016;37(1):e50178.Disponível em: http://www.seer.ufrgs.br/RevistaGauchadeEnfermagem/article/viewFile/50178/37040.

Nascimento TBP, Ramos CH, Silva TS, Torres VPS. Efetividade das medidas de prevenção e controle de pneumonia associada à ventilação mecânica na uti. Perspectivas Online. 2017; 7(25):1-24. Disponível em: http://seer.perspectivasonline.com.br/index.php/biologicas_e_saude/article/viewFile/1136/932.

Gonçalves FAF, Brasil VV, Minamisava R, Caixeta CR, Oliveira LMAC, Cordeiro JABL. Eficácia de estratégias educativas para ações preventivas da pneumonia associada à ventilação mecânica. Esc. Anna Nery. 2012; 16(4):802-8. Disponível: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1414-81452012000400023&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt.

Oliveira JB, Francalino TR, Silva MLF, Araújo, AC, Lima LR. Atuação do enfermeiro no controle de infecção hospitalar em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Mostra Interdisciplinar do curso de Enfermagem. 2016; 2 (2). Disponível em: http://publicacoesacademicas.unicatolicaquixada.edu.br/index.php/mice/article/view/1143/919.

Hey AP, Caveiao C, Montezeli JH, Cardoso FS, Pruner JA, Silva TT. Percepção do enfermeiro acerca da sua autonomia na prevenção da pneumonia associada à ventilação mecânica. Revista de enfermagem UFPE on line. 2015; 9 (7): 9062-68. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/download/10698/11766.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Resolução nº7, de 24 de fevereiro de 2010. Dispõe sobre os requisitos mínimos para funcionamento de Unidades de Terapia Intensiva e dá outras providências. Disponível em: Acesso em: 06 setembro 2019.

Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO). Resolução n° 402/2011. Disciplina a Especialidade Profissional de Fisioterapia em Terapia Intensiva e dá outras providências. Disponível em: Acesso em: 06 setembro 2019.

Borges MS, Branco DS. Vigilância epidemiológica das infecções relacionadas à assistência em saúde. In: Prestes CG, STADNIK, CM. (Org.). Segurança do Paciente, Gestão de Riscos e Controle de Infecções Hospitalares. Porto Alegre: Moriá, 2017.

Silva DCB, Filho LSS. Fisioterapia respiratória no pós-operatório de cirurgia abdominal alta: uma revisão de literatura. Revista de Atenção à Saúde (antiga Rev. Bras. Ciên. Saúde). 2018; 55(115-23).

Conselho Federal de Enfermagem (COFEN). Resolução n.0557/2017. Normatiza a atuação da equipe de enfermagem no procedimento de Aspiração de Vias Aéreas. Disponível em:< http://www.cofen.gov.br/resolucao-cofen-no-05572017_54939.html> Acesso em: 06 set 2019.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2020.v11.n2.2734

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.