Acesso à insulinoterapia de usuários com diagnóstico de Diabetes Mellitus acompanhados em ambulatório especializado

Mariana da Conceição Santana Lima, Paulo Henrique Fernandes Santos, Keila Cristianne Trindade da Cruz, Lucas Cardoso dos Santos, Valéria Bertonha Machado, Juliane Andrade

Resumo


Objetivo: Caracterizar o perfil e o acesso à insulinoterapia dos usuários com diagnóstico de Diabetes Melittus atendidos no Ambulatório de Endocrinologia de um hospital universitário do Distrito Federal. Método: Estudo transversal, realizado de abril a maio de 2019. A amostra constituiu-se de 60 participantes com 18 anos ou mais. Foi aplicado questionário estruturado e os dados descritivos analisados pelo software PSPP. Resultados: Verificou-se que a maioria (86,7%) são mulheres, que os participantes obtêm insulina (93,3%), antidiabéticos orais (50,0%) e insumos (93,3%) no serviço público, e que metade desses participantes os adquirem na unidade de saúde. Ainda metade (53,3%) relatou ter interrompido o tratamento devido à falta desses medicamentos. Conclusão: O estudo evidenciou as fragilidades no acesso às redes de saúde do Distrito Federal em decorrência da falta de investimentos na Atenção Básica e da cultura hegemônica, sendo urgente o investimento nas redes de cuidado à luz das políticas de acesso.

Descritores: Acesso aos Serviços de Saúde; Diabetes mellitus; Níveis de Atenção à Saúde; Assistência Integral à Saúde.

 

Objective: To characterize the profile and access to insulin therapy of users with diabetes mellitus treated in the Endocrinology Outpatient Clinic in an university hospital of Distrito Federal. Method: Cross-sectional study, performed from April to May 2019. The sample consisted of 60 participants with 18 years or more. A structured questionnaire was applied and the descriptive data analyzed by the PSPP software. Results: It was found that the majority (86.7%) were women, that participants obtain insulin (93.3%), oral antidiabetics (50.0%) and inputs (93.3%) in the public service, and that half of these participants acquire it at the health unit. Half (53.3%) reported having interrupted the treatment due to the lack of these medications. Conclusion: The study showed the weaknesses in access to networks of health of Distrito Federal due to the lack of investment in primary health care and the hegemonic culture, being urgent the investment in care networks of care in the light of the access policies.

Descriptors:  Health Services Accessibility; Diabetes Mellitus; Health Care Levels; Comprehensive Health Care.

 

Objetivo: caracterizar el perfil y el acceso a la terapia con insulina de los usuarios diagnosticados con Diabetes Melittus atendidos en la Clínica Ambulatoria de Endocrinología de un hospital universitario en el Distrito Federal. Método: estudio transversal, realizado de abril a mayo de 2019. La muestra consistió en 60 participantes de 18 años o más. Se aplicó un cuestionario estructurado y los datos descriptivos fueron analizados por el software PSPP. Resultados: se encontró que la mayoría (86.7%) son mujeres, los participantes reciben insulina (93.3%), antidiabéticos orales (50.0%) e insumos (93.3%) en el servicio público, y la mitad de estos participantes los adquieren en el centro de salud. Todavía la mitad (53.3%) informó suspender el tratamiento debido a la falta de estos medicamentos. Conclusión: El estudio mostró las debilidades en el acceso a las redes de salud en el Distrito Federal debido a la falta de inversiones en atención primaria y cultura hegemónica, siendo urgente invertir en redes de atención a la luz de las políticas de acceso.

Palabras clave: Accesibilidad a los Servicios de Salud; Diabetes Mellitus; Niveles de Atención de Salud; Atención Integral de Salud.


Texto completo:

PDF

Referências


World Health Organization (WHO). Definition, diagnosis and classification of diabetes mellitus and its complications. Part 1: Diagnosis and classification of diabetes mellitus. [Internet]. 1999 [acesso em 06 May 2019]. Disponível em: https://doi.org/10.1002/(SICI)1096-9136(199807)15:7<539::AID-DIA668>3.0.CO;2-S

Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD). Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes. [Internet]. 2017 [acesso em 27 set 2018]. Disponível em: https://www.diabetes.org.br/profissionais/images-/2017/diretrizes/diretrizessbd20172018.pdf.

Salci MA, Meireles BHS, Silva DMGV. Educação em saúde para prevenção das complicações crônicas do diabetes mellitus na atenção primária. Esc Anna Nery. [Internet]. 2018 [acesso em 27 set 2018]; 22(1). Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/2177-9465-EAN-2017-0262.

Colimoide FP, Meira MDD , Abdala GA , Oliveira SLSS. Integralidade na perspectiva de enfermeiros da Estratégia Saúde da Família. Rev. bioét. [Internet]. 2017 [acesso em 27 set 2018]; 25(3). Disponível: http://dx.doi.org/10.1590/1983-80422017253218.

Starfield B. Atenção Primária: equilíbrio entre necessidades de saúde, serviços e tecnologia. [Internet] Brasília: UNESCO; 2002 [acesso em 27 set 2018]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/-bvs/publicacoes/atencao_primaria_p1.pdf.

Boing AC, Bertoldi AD, Boing AF, Bastos JL, Peres KG. Acesso a medicamentos no setor público: análise de usuários do Sistema Único de Saúde no Brasil. Cad. Saúde Pública. [Internet]. 2013 [acesso em 06 jun 2019]; 29(4). Disponível: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2013000400007

Peiter CC, Santos JLG, Lanzoni GMM, Mello ALSF, Costa MFBNA, Andrade SR. Healthcare networks: trends of knowledge development in Brazil. Esc Anna Nery. [Internet]. 2019 [ acesso em 27 Aug 2019]; 23(1) Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/2177-9465-ean-2018-0214

Fonseca HLP. A Reforma da Saúde de Brasília. Ciênc. Saúde Coletiva. [Internet]. 2019 [acesso em 06 jun 2019]; 24(6). Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232018246.07902019.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Componente populacional: introdução, método e instrumentos/Série Pnaum – Pesquisa Nacional sobre Acesso, Utilização e Promoção do Uso Racional de Medicamentos no Brasil (Caderno 1). Departamento de Ciência e Tecnologia. Brasília: Ministério da Saúde; 2016 [acesso em 04 jan 2018]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/componente_populacional_introducao_metodo_instrumentos.pdf

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica: diabetes mellitus. (Cadernos de Atenção Básica, n. 36). Departamento de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde; 2013 [acesso em 04 jan 2018]. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/estrategias_cuidado_pessoa_diabetes_mellitus_cab36.pdf

Assis MMA, Jesus WLA. Acesso aos serviços de saúde: abordagens, conceitos, políticas e modelo de análise. Ciênc. saúde coletiva. [Internet]. 2012 [acesso em 06 jun 2019]; 17(11). Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232012001100002.

Goes EF, Nascimento ER. Mulheres negras e brancas e os níveis de acesso aos serviços preventivos de saúde: uma análise sobre as desigualdades. Saúde debate. [Internet]. 2013 [acesso em 06 jun 2019]; 37(99). Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-11042013000400004.

Oliveira PS, Bezerra EP, Andrade LL, Gomes PLF, Soares MJGO, Costa MML. Atuação dos enfermeiros da estratégia saúde da família na prevenção do pé diabético. Care Online. [Internet]. 2016 [acesso em 06 jun 2019]; 8(3). Disponível em: http://dx.doi.org/10.9789/2175- 5361.2016.v8i3.4841-4849.

Oliveira NRC. Redes de Atenção à Saúde: a atenção à saúde organizada em redes. [Internet] São Luís: UFMA; 2016 [acesso em 27 set 2018]. Disponível em: http://www.unasus.ufma.br/site/files/livros_isbn/isbn_redes01.pdf.

Ministério da Saúde (BR). Portaria nº 483, de 1º de abril de 2014. Redefine a Rede de Atenção à Saúde das Pessoas com Doenças Crônicas no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) e estabelece diretrizes para a organização das suas linhas de cuidado. Diário Oficial da União, 2 abr 2014. Seção 1.p 50

Penchansky DBA, Thomas JW. The concept of access - definition and relationship to

consumer satisfaction. Med Care. [Internet]. 1981 [acesso em 06 jun 2019]; 19(2). Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/7206846.

Almeida PF, Medina MG, Fausto MCR, Ligia G, Bousquat A, Mendonça MHM.

Coordenação do cuidado e Atenção Primária à Saúde no Sistema Único de Saúde. Saúde debate. [Internet] 2018 [acesso em 06 jun 2019]; 42(1). Disponível em: https://doi.org/10.1590/0103-11042018S116

Tonhá ACM. Acesso aos serviços de saúde nos municípios do entorno sul do Distrito Federal. Rev. Eletr. Enf. [Internet]. 2015 [acesso em 06 jun 2019]; 17(2). Disponível em:

http://dx.doi.org/10.5216/ree.v17i2.29422.

Castro ARV, Grossi SAA. Custo do tratamento do diabetes mellitus tipo 1: dificuldades das famílias. Acta paul. enferm. [Internet] 2008 [acesso em 06 jun 2019]; 21(4). Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002008000400014.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2020.v11.n2.2793

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.