Vivências do CTI: Visão da Equipe Multiprofissional Frente ao Paciente em Cuidados Paliativos

Ana Paula de Magalhães Barbosa, Fátima Helena do Espírito Santo, Rodrigo Leite Hipólito, Isabelle Andrade Silveira, Rachel Cardoso da Silva

Resumo


Objetivo: Analisar a visão dos profissionais de saúde frente ao paciente fora de possibilidade terapêutica na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Método: Estudo descritivo, de abordagem qualitativa, realizado com 15 profissionais de saúde da UTI de um Hospital Universitário submetidos a entrevista semiestruturada. Resultados: Os profissionais veem esses pacientes como pessoas que necessitam de cuidados e medidas que tornem o processo de morte menos sofrido e mais digno, porém também demonstram insatisfação com a realidade do cenário atual dos cuidados paliativos na terapia intensiva. Conclusão: A implementação dos cuidados paliativos na UTI é um desafio para toda a equipe, visando o equilíbrio entre medidas paliativas e curativas. Portanto, alguns avanços precisam acontecer, principalmente em pesquisas na área bem como no campo da legislação.

Descritores: Cuidados Críticos; Equipe de Assistência ao Paciente; Cuidados Paliativos.


EXPERIENCES OF THE ICU: MULTIPROFESSIONAL TEAM'S VIEW OF THE PATIENT IN PALLIATIVE CARE

Objective: To analyze the vision of the health professionals before the patient outside the therapeutic possibility in the Intensive Care Unit (ICU). Method: Descriptive study with a qualitative approach, performed with 15 health professionals from a University Hospital submitted to a semi - structured interview. Results: The professionals see these patients as needing care and measures that make the death process less painful and more dignified, but also demonstrate dissatisfaction with the reality of the current scenario of palliative care in intensive care. Conclusion: Of palliative care in the ICU is a challenge for the whole team, aiming at balancing palliative and curative measures. Therefore, some advances need to happen, especially in research in the area as well as in the field of legislation.

Descriptors: Critical Care; Patient Care Team; Palliative Care.

 

EXPERIENCIAS DE LA UCI: VISIÓN DEL EQUIPO MULTIPROFESIONAL DEL PACIENTE EN CUIDADOS PALIATIVOS

Objetivo: Es analizar la visión de los profesionales de salud frente al paciente fuera de posibilidad terapéutica en la Unidad de Terapia Intensiva (UTI) Método: Estudio descriptivo con enfoque cualitativo, realizado con 15 profesionales de salud de la UTI de un Hospital Universitario sometidos a entrevista semiestructurada. Resultados: Los profesionales ven a estos pacientes como personas que necesitan cuidados y medidas que hacen el proceso de muerte menos sufrido y más digno, pero también demuestran insatisfacción con la realidad del escenario actual de los cuidados paliativos en la terapia intensiva. Conclusión: Para los cuidados paliativos en la UTI es un desafío para todo el equipo, buscando el equilibrio entre medidas paliativas y curativas. Por lo tanto, se necesitan algunos avances, principalmente en la investigación en el área, así como en el campo de la legislación.

Descriptores: Cuidados Críticos; Equipo de Asistencia al Paciente; Cuidados Paliativos.


Texto completo:

PDF

Referências


Ministério da Saúde (BR). Portaria n° 3432, 12 de agosto de 1998. Estabelece critérios de classificação para as unidades de tratamento intensivo - UTI. Brasília, 1998 [cited 2018 Ago 20]. Available from: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/1998/prt3432_12_08_1998.html.

Ministério da Saúde (BR). Portaria n° 895 de 31 de março de 2017. Institui o cuidado progressivo ao paciente crítico ou grave com os critérios de elegibilidade para admissão e alta, de classificação e de habilitação de leitos de Terapia Intensiva Adulto, Pediátrico, Unidade Coronariana, Queimados e Cuidados Intermediários Adulto e Pediátrico no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Brasília, 2017 [cited 2019 Fev 15]. Available from: http://www.sgas.saude.ms.gov.br/wp-content/uploads/sites/105/2016/08/Portaria_895_2017_UTI_UCO.pdf.

Dias CA, Brauer L, Vasconcelos CP, Nascimento RRBB, Sartori MRA, Fonseca AS. Manual prático de terapia intensiva. São Paulo: Editora Martinari; 2017.

World Health Organization. Paliative Care. 2018 [cited 2018 Dec 28]. Available from: https://www.who.int/es/news-room/fact-sheets/detail/palliative-care.

Coelho CBT, Yankaskas JR. Novos conceitos em cuidados paliativos na unidade de terapia intensiva. Rev Bras Ter Intensiva [Internet]. 2017 Jun [cited 2019 Jan 23]; 29 (2): 222-230. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2017000200222&lng=en.

Leles MBL. Cuidados Paliativos na UTI: atenção ao ‘sofrimento total’. 2018 Oct [cited 2019 Jan 23]. Available: https://pebmed.com.br/cuidados-paliativos-na-uti-atencao-ao-sofrimento-total/.

Yin RK. Pesquisa qualitativa do início ao fim. 1a ed. Porto Alegre: Penso Editora; 2016.

Bardin L. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70; 2016.

Barbosa AMGC, MassaronI L. Convivendo com a morte e o morrer. Rev. enferm. UFPE online. 2016 Feb [cited 2018 Dec 28]; 10 (2): 457-63. Available from: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/10977/12315.

Silveira MH, Ciampone MHT, Gutierrez BAO. Percepção da equipe multiprofissional sobre cuidados paliativos. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol. [Internet]. 2014 Mar [cited 2018 Dec 28]; 17(1): 7-16. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000100007&lng=en.

Floriani CA, Schramm FR. Cuidados paliativos: interfaces, conflitos e necessidades. Cien. Saúde Colet. [online]. 2008 Dec [cited 2019 Jan 16]; 13 (Suppl 2): 2123-2132. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232008000900017&lng=en.

Cardoso DH, Muniz RM, Schwartz E, Arrieira ICDO. Cuidados paliativos na assistência hospitalar: a vivência de uma equipe multiprofissional. Texto Contexto Enferm [Internet]. 2013 Dec [cited 2018 Dec 18]; 22 (4): 1134-1141. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010407072013000400032&lng=en.

Macedo PCM. Desafios atuais no trabalho multiprofissional em saúde. Rev. SBPH [Internet]. 2007 Dez [citado 31 Dez 2019]; 10 (2): 33-41. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S151608582007000200005&lng=pt.

Hermes HR, Lamarca ICA. Cuidados paliativos: uma abordagem a partir das categorias profissionais de saúde. Ciênc. Saúde Colet. [Internet]. 2013 Sep [cited 2019 Jan 24]; 18 (9): 2577-2588. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S141381232013000900012&lng=en.

Ribeiro BS, Coelho TO, Boery RNSO, Vilela ABA, Yarid SD, Silva RS. Enferm. Foco [internet]. 2019 [cited 2020 Jun 10]; 10 (6): 131-136. Available from: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/2786/662.

Oliveira MC, Gelbcke FL, Rosa LM, Vargas MAO, Reis JBG. Cuidados paliativos: visão de enfermeiros de um hospital de ensino. Enferm. Foco [Internet]. 2016 [cited 2019 Jan 26]; 7 (1): 28-32. Available from: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/661.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2020.v11.n4.2990

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.