Avaliação da qualidade dos registros de enfermagem em um hospital do Norte do Brasil.

Natalia Bianchini Dodo, Josimeire Cantanhêde de Deus, Priscilla Perez da Silva Pereira, José Juliano Cedaro

Resumo


Objetivo: avaliar a qualidade dos registros de enfermagem realizados em prontuário de pacientes internados num hospital público municipal da região norte brasileira. Método: estudo quanti-qualitativo, tipo documental, em prontuários de pacientes que permaneceram internados no mínimo 48 horas. O instrumento de coleta avaliava a qualidade dos registros, conforme definição pelo Conselho Federal de Enfermagem. Foram realizadas análises descritivas por meio do Stata®13.0. Resultados: do total de 248 prontuários, 25,9% foram considerados completos, 67,1% incompletos, 6,7% incorretos e 0,3% não estavam preenchidos. Em mais de 90% dos registros estudados se verificou que não havia uma escrita sequencial e concisa, emprego de terminologias técnicas e descrição dos cuidados prestados. Conclusões: Os registros de enfermagem foram considerados com qualidade insatisfatória. Como possíveis caminhos a serem experimentados tem-se o uso de formulários específicos para a Sistematização da Assistência de Enfermagem, implementação do prontuário eletrônico e padronização de siglas.

Descritores: Registros de Enfermagem; Equipe de Enfermagem; Qualidade da Assistência à Saúde.

 

EVALUATION OF THE QUALITY OF NURSING RECORDS IN THE HOSPITAL IN NORTHEN BRAZIL

Objective: to evaluate the quality of nursing records carried out in patients' records in a municipal public hospital in the northern region of Brazil. Method: quantitative-qualitative study, documentary type in medical records of patients who remained hospitalized at least 48 hours. The collection instrument evaluated the quality of the records, as defined by the Federal Nursing Council. Descriptive analyzes were carried out using Stata®13.0. Results: Of the total of 248 medical records, 25.9% were considered complete, 67.1% were incomplete, 6.7% were incorrect and 0.3% were not filled. In more than 90% of the studied registers it was verified that there was no sequential and concise writing, use of technical terminologies and description of the care provided. Conclusions: Nursing records were considered of unsatisfactory quality. As possible ways to be tried it is suggested the use of specific forms for the Systematization of the Nursing Assistance, implantation of the electronic medical record and standardization of acronyms.

Descriptors: Nursing Records; Nursing Team; Quality of Health Care.

 

EVALUACIÓN DE LA CALIDAD DE LOS REGISTROS DE ENFERMERÍA EN UN HOSPITAL EN EL NORTE DE BRASIL

Objetivo: evaluar la calidad de los registros de enfermería realizados en los registros de pacientes en un hospital público municipal en la región norte de Brasil. Método: estudio cuantitativo-cualitativo, tipo documental en registros médicos de pacientes que permanecieron hospitalizados al menos 48 horas. El instrumento de recolección evaluó la calidad de los registros, según lo define el Consejo Federal de Enfermería. Los análisis descriptivos se llevaron a cabo utilizando Stata®13.0. Resultados: Del total de 248 registros médicos, 25.9% se consideraron completos, 67.1% estaban incompletos, 6.7% eran incorrectos y 0.3% no se llenaron. En más del 90% de los registros estudiados se verificó que no había una escritura secuencial y concisa, el uso de terminologías técnicas y la descripción de la atención prestada. Conclusiones: los registros de enfermería fueron considerados de calidad insatisfactoria. Como posibles formas de ser juzgado, se sugiere el uso de formularios específicos para la Sistematización de la Asistencia de Enfermería, la implantación del registro médico electrónico y la estandarización de acrónimos.

Descriptores: Registros de Enfermería; Registros; Grupo de Enfermería; Calidad de la Atención de Salud.


Texto completo:

PDF

Referências


Aquino MJN, Cavalcante TMC, Abreu RNDC, Scopacasa LF, Negreiros FDS. Anotações de Enfermagem: avaliação da qualidade em uma unidade de terapia intensiva. Enferm. Foco [Internet]. 2019 [acesso em 14 nov 2019]; 9 (1). Disponível em: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/1314/419

Conselho Federal de Enfermagem. Lei nº 7.498/86. Dispõe sobre a regulamentação do exercício da Enfermagem e dá outras providências [Internet]. 1986 [acesso em 10 out 2019]. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/lei-n-749886-de-25-de-junho-de-1986_4161.html

Conselho Federal de Enfermagem. Resolução COFEN 358/2009. Dispõe sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem e a implementação do Processo de Enfermagem em ambientes, públicos ou privados, em que ocorre o cuidado profissional de Enfermagem, e dá outras providências [Internet]. 2009 [acesso em 5 nov 2019]. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/resoluo-cofen-3582009_4384.html

Conselho Federal de Enfermagem. Resolução COFEN 429/2012. Dispõe sobre o registro das ações profissionais no prontuário do paciente, e em outros documentos próprios da enfermagem, independente do meio de suporte - tradicional ou eletrônico [Internet]. 2012 [acesso em 22 out 2019]. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/resoluo-cofen-n-4292012_9263.html

Conselho Federal de Enfermagem. Resolução COFEN 545/2017. Dispõe sobre Anotação de Enfermagem e mudança nas siglas das categorias profissionais [Internet]. 2017 [acesso em 13 nov 2019]. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/resolucao-cofen-no-05452017_52030.html

Conselho Federal de Enfermagem. Resolução COFEN 311/2007. Aprova a Reformulação do Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem [Internet]. 2007 [acesso em 12 nov 2019]. Disponível em: www.cofen.gov.br/wp-content/uploads/2012/03/resolucao_311_anexo.pdf

Seignemartin BA, Jesus LR, Vergílio MSTG, Silva EM. Avaliação da qualidade das anotações de enfermagem no pronto atendimento de um hospital escola. Rev Rede de Enferm Nordest [Internet]. 2013 [acesso em 2 dez 2019]; 14 (6). Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/3240/324029419008.pdf

Teixeira BS. Análise da Qualidade dos Registros de Enfermagem em Prontuários: revisão integrativa da literatura. Pesquisar [Internet]. 2016 [acesso em 8 nov 2019]; Disponível em: www.faculdadealfredonasser.edu.br/files/Pesquisar_5/21-11-2016-18.31.41.pdf

Borsato FG, Rossaneis MA, Haddad MCFL, Vannuchi MTO, Vituri DW. Avaliação da qualidade das anotações de enfermagem em um Hospital Universitário. Acta Paul Enferm [Internet]. 2011 [acesso em 6 dez 2019]; 24 (4). Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002011000400013

Setz VG, D’Inocenzzo M. Avaliação da qualidade dos registros de enfermagem no prontuário por meio da auditoria. Acta Paul Enferm [Internet]. 2009 [acesso em 10 dez 2019]; 22 (3). Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ape/v22n3/a12v22n3.pdf

Moreira, NS. Análise das anotações de enfermagem de acordo com a Resolução 191/96 do Conselho Federal de Enfermagem. Rev Saude.com [Internet]. 2011 [acesso em 6 dez 2019]; 7 (2). Disponível em: http://periodicos2.uesb.br/index.php/rsc/article/view/198/152

Vituri DW, Matsuda LM. Os registros de enfermagem como indicadores da qualidade do cuidado: um estudo documental, descritivo-exploratório e retrospectivo. Brazil Jour Nurs [Internet]. 2008 [acesso em 18 nov 2019]; 7 (1). Disponível em: Encontra-se indisponível no site. Busquei na BVS: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/bde-28732

Silva JA, Grossi ACM, Haddad MCL, Marcon SS. Avaliação da qualidade das anotações de enfermagem em Unidade Semi-Intensiva. Esc Anna Nery [Internet]. 2012 [acesso em 17 dez 2019]; 16 (3). Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S1414-81452012000300021

Fontes MCF, Mendes IAC, Hayahida M, Dalri MCB. Análise das anotações do enfermeiro em uma Unidade de Terapia Intensiva. Rev. RENE [Internet]. 2006 [acesso em 12 nov 2019]; 7 (3). Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/rene/article/view/5439/3958

Luz A, Martins AP, Dynewicz AM. Características de anotações de enfermagem encontradas em auditoria. Rev Eletr Enf [Internet]. 2007 [acesso em 15 nov 2019]; 9 (2). Disponível em: https://doi.org/10.5216/ree.v9i2.7165

Gomes DC, Cubas MR, Pleis LE, Shmell MAH, Peluci APVD. Termos utilizados por enfermeiros em registros de evolução do paciente. Rev Gaúcha Enferm [Internet]. 2016 [acesso em 6 dez 2019]; 37 (1). Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1983-1447.2016.01.53927

Barral LNM, Ramos LH, Dias OV, Souza LPS. Análise dos registros de enfermagem em prontuários de pacientes em um Hospital de Ensino. Rev Min Enferm [Internet]. 2012 [acesso em 12 nov 2019]; 16 (2). Disponível em: http://www.reme.org.br/artigo/detalhes/518

Carneiro SM, Dutra HS, Costa FM, Mendes SE, Arreguy-Sena C. Uso de abreviaturas nos registros de enfermagem em um hospital de ensino. Rev Rene [Internet]. 2016 [acesso em 2 dez 2019]; 17 (2). Disponível em: http://periodicos.ufc.br/rene/article/view/3001/2316

Ochoa-Vigo K, Pace AE, Rossi LA, Hayashida M. Avaliação da qualidade das anotações de enfermagem embasadas no Processo de Enfermagem. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2001 [acesso em 8 nov 2019]; 35 (4). Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v35n4/v35n4a11.pdf

Barbosa SF, Sportello EF, Mira VL, Melleiro MM, Tronchin DMR. Qualidade dos registros de enfermagem: análise dos prontuários de usuários do Programa de Assistência Domiciliária de um hospital universitário. Mund Saúde [Internet]. 2011 [acesso em 18 dez 2019]; 35 (4). Disponível em: https://www.revistamundodasaude.com.br/assets/artigos/2011/88/04_QualidadedosregistrosdeEnfermagem.pdf




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2020.v11.n3.3125

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.