Cateter central de inserção periférica: práticas de enfermeiros na atenção intensiva neonatal

Higor Pacheco Pereira, Débora Maria Vargas Makuch, Junia Selma Freitas, Izabela Linha Secco, Mitzy Tannia Reichembach Danski

Resumo


Objetivo: Identificar o conhecimento dos enfermeiros quanto à inserção e manutenção do cateter central de inserção periférica em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Método: Estudo exploratório descritivo quantitativo realizado em um hospital pediátrico de referência em maio e junho de 2019. Análise dos dados por meio do programa SPSS (21.0). Resultados: Setenta e oito por cento dos enfermeiros receberam capacitação na instituição, 100,0% realizam lavagem do acesso com solução salina, pressão positiva e técnica pulsátil e todos consideram como pontos críticos o eritema, algia, secreção no local de inserção e obstrução do dispositivo. Conclusão: O papel do enfermeiro é fundamental na diligência com o cateter central de inserção periférica, atuando como educador da equipe de enfermagem para promover a qualificação e adesão aos protocolos institucionais continuamente.

Descritores: Recém-nascido; Cateterismo venoso central; Unidades de terapia intensiva neonatal; Enfermagem neonatal.


Peripherally inserted central catheter: nursing practices in neonatal intensive care

Objective: To identify nursing knowledge regarding the insertion and maintenance of the peripherally inserted central catheter in a Neonatal Intensive Care Unit. Method: Exploratory descriptive quantitative study carried out in a pediatric reference hospital in May and June 2019. Data analysis using the SPSS program (21.0). Results: Seventy-eight percent of nurses received training at the institution, 100.0% performed access flushing with saline, positive pressure and pulsating technique and all considered as critical points erythema, pain, secretion at the insertion site and obstruction of the device. Conclusion: The role of the nurse is fundamental in the diligence with the peripherally inserted central catheter, acting as an educator of the nursing team to promote qualification and adherence to institutional protocols continuously.

Descriptors: Newborn; Central venous catheterization; Neonatal intensive care units; Neonatal nursing.


Catéter central insertado periféricamente: prácticas de enfermería en cuidados intensivos neonatales

Objetivo: identificar el conocimiento de las enfermeras sobre la inserción y el mantenimiento del catéter central insertado periféricamente en una unidad de cuidados intensivos neonatales. Metodo: estudio cuantitativo descriptivo exploratorio realizado en un hospital pediátrico de referencia en mayo y junio de 2019. Análisis de datos con el programa SPSS (21.0). Resultados: el setenta y ocho por ciento de las enfermeras recibieron capacitación en la institución, el 100.0% realizó enrojecimiento de acceso con solución salina, presión positiva y técnica pulsante y todos se consideraron puntos críticos como eritema, dolor, secreción en el sitio de inserción y obstrucción del dispositivo Conclusión: El papel de la enfermera es fundamental en la diligencia con el catéter central insertado periféricamente, actuando como un educador del equipo de enfermería para promover la calificación y el cumplimiento de los protocolos institucionales continuamente.

Descriptores: Recién nacido; Cateterismo venoso central; Unidades de cuidados intensivos neonatales; Enfermería neonatal.


Texto completo:

PDF

Referências


Martins C, Oselame GB, Neves EB. Cateter central de inserção periférica: revisão sistemática. Rev Aten. Saúde. [Internet]. 2016 [acesso em 13 ago 2019]; 14(47). Disponível em: http://dx.doi.org/10.13037/ras.vol14n47.3358

Souza RRB, Alves VH, Rodrigues DP, Dames LJP, Medeiros FVA, Paiva ED. O conhecimento do enfermeiro sobre cateter central de inserção periférica: estudo descritivo. Rev Braz j nurs. [Internet]. 2016 [acesso em 24 ago 2019]; 15(1). Disponível em: http://www.objnursing.uff.br/index.php/nursing/rt/printerFriendly/5298/html_1037

Marciano AL, Giustina KPD, LESSA G, Preis LC, Caetano J. Ações de enfermagem na assistência ao paciente com cateter venoso central de inserção periférica (PICC) em uma UTI neonatal. Rev Ciênc. Cidadania. [Internet]. 2017 [acesso em 05 ago 2019]; 3(1). Disponível em: http://periodicos.unibave.net/index.php/cienciaecidadania/article/view/155/133

Bomfim JMS, Passos LS, Silva JC. Cateter central de inserção periférica: desafios e estratégias de enfermagem na manutenção do dispositivo. Rev CuidArt. [Internet]. 2017 [acesso em 28 ago 2019]; 11(1). Disponível em: http://www.webfipa.net/facfipa/ner/sumarios/cuidarte/2017v1/18%20Artigo%20Cateter_central%20de%20inser%C3%A7%C3%A3o%20perif%C3%A9rico%20PICC.pdf

Conselho Federal De Enfermagem [homepage na internet]. Resolução nº 258 de 12 de julho de 2001. Inserção de Cateter Periférico Central, pelos Enfermeiros. [acesso em 08 set 2019]. Disponível em: http://www.portalcofen.gov.br/legislação/r258 .html.

Lui AML, Zilly A, França AFO, Ferreira H, Toninato APC, Silva RMM. Cuidados e limitações no manejo do cateter central de inserção periférica em neonatologia. Rev RECOM. [Internet]. 2018 [acesso em 15 ago 2019]; 8(1918). Disponível em: https://doi.org/10.5205/1981-8963-v12i01a23236p28-27-2018

Costa P, Paiva ED, Kimura AF, Castro TE. Fatores de risco para infecção de corrente sanguínea associada ao cateter central de inserção periférica em neonatos. Rev Acta Paul Enfer. [Internet]. 2016 [acesso em 18 ago 2019]; 29(2). Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1982- 0194201600023

Brasil. Agência Nacional de Vigilância Sanitária [homepage na internet]. Medidas de Prevenção de Infecção Relacionada à Assistência à Saúde/Agência Nacional de Vigilância Sanitária [acesso em 10 set 2019]. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/33852/3507912/Caderno+4+-+Medidas+de+Preven%C3%A7%C3%A3o+de+Infec%C3%A7%C3%A3o+Relacionada+%C3%A0+Assist%C3%AAncia+%C3%A0+Sa%C3%BAde/a3f23dfb-2c54-4e64-881c-fccf9220c373

Borghesan NBA, Demitto MO, Fonseca MM, Fernandes CAM, Costetrano RGS; Higarashi IH. Cateter venoso central de inserção periférica: práticas da equipe de enfermagem na atenção intensiva neonatal. Rev Enferm UERJ. [Internet]. 2017 [acesso em 28 ago 2019]; 25(28143). Disponível em: http://dx.doi.org/10.12957/reuerj.2017.28143

Sirqueira LC, Souza KF. Cuidados de enfermagem na manutenção do cateter central de inserção periférica no recém-nascido. Rev UVRV. [Internet]. 2017 [acesso em 22 ago 2019]; 15(1). Disponível em: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v15i1.4021

Cavalcante RC, Marques ADB, Branco JGO, Couto CS, Campos ACS, Rolim KMC. Cuidados de enfermagem na manutenção do cateter central de inserção periférica em neonatos: revisão integrativa. Rev Pre Infec e Sal. [Internet]. 2015 [acesso em 26 ago 2019]; 1(2). Disponível em: https://revistas.ufpi.br/index.php/nupcis/article/view/3591/pdf

Pinto MMM, Nascimento VD, Vasconcelos SP, Freire GMM, Pena SBS, Santos SDL, Pompeu MRM, Ramos IO, Rolim KMC, Magalhães FJ. O enfermeiro no cuidar ao neonato em uso de PICC: revisão integrativa. Rev Tenden. Da Enferm. Profis. [Internet]. 2017 [acesso em 20 ago 2019]; 9(3). Disponível em: http://www.coren-ce.org.br/wp-content/uploads/2019/02/O-ENFERMEIRO-NO-CUIDAR-AO-NEONATO-EM-USO-DE-PICC.pdf

Infusion Nurses Society [homepage na internet]. Infusion nursing standards of practice. J Intraven Nurs. [acesso em 15 set 2019]. Disponível em: https://source.yiboshi.com/20170417/1492425631944540325.pdf

Brasil. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Critérios Diagnósticos de Infecção Associada à Assistência à Saúde – Neonatologia. Brasília: Anvisa, 2017a. [acesso em 04 fev 2020]. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/33852/3507912/Caderno+2+-+Crit%C3%A9rios+Diagn%C3%B3sticos+de+Infec%C3%A7%C3%A3o+Relacionada+%C3%A0+Assist%C3%AAncia+%C3%A0+Sa%C3%BAde/7485b45a-074f-4b34-8868-61f1e5724501

Brasil. Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Prevenção de infecções relacionadas à assistência à saúde em neonatologia. Brasília: Anvisa, 2017b. [acesso em 04 fev 2020]. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/33852/3507912/Caderno+4+-+Medidas+de+Preven%C3%A7%C3%A3o+de+Infec%C3%A7%C3%A3o+Relacionada+%C3%A0+Assist%C3%AAncia+%C3%A0+Sa%C3%BAde/a3f23dfb-2c54-4e64-881c-fccf9220c373

Hammoud MS, Al-Taiar A, Al-Abdi SY, Bozaid H, Khan A. AlMuhairi LM, et al. Late-onset neonatal sepsis in Arab states in the Gulf region: two-year prospective study. Int J Infect Dis. [Internet]. 2017 [acesso em 04 fev 2020]; 55:125-30. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.ijid.2017.01.006

Legeay C, Bourigault C, Lepelletier D, Zahar JR. Prevention of healthcare-associated infections in neonates: room for improvement. J Hosp Infect. [Internet]. 2015 [acesso em 04 fev 2020]; 89(4):319-23. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.jhin.2015.02.003

Silva MPC, Bragato AGC, Ferreira DO, Zago LB, Toffano SEM, Nicolussi AC, Contim D, Amaral JB. Bundle para manuseio do cateter central de inserção periférica em neonatos. Rev Acta Paul Enferm. [Internet]. 2019 [acesso em 22 ago 2019]; 32(3). Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1982- 0194201900036

Rosado V, Camargos PAM, Anchieta LM, Bouzada MCF, Oliveira GM, Clemente WT, et al. Fatores de risco para infecção associada a cateteres venosos centrais em população neonatal – revisão sistemática. J Pediatr (Rio J). [Internet]. 2018 [acesso em 04 fev 2020]; 94(1):3-14. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.jped.2017.03.012

Curan GRF, Rossetto EG. Medidas para redução de infecção associada a cateter central em recém-nascidos: revisão integrativa. Texto Contexto – Enferm. [Internet]. 2017 [acesso em 04 fev 2020]; 26(1):1-9. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072017005130015.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2020.v11.n3.3193

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.