Percepção acerca do processo de gerenciamento em Centros de Saúde da Família

Antônio Ademar Moreira Fontenele Júnior, Raissa Mont'Alverne Barreto, Marcos Aguiar Ribeiro, Izabelle Mont’Alverne Napoleão Albuquerque, Maria do Socorro Melo Carneiro, Isabel Cristina Kowal Olm Cunha

Resumo


Objetivo: O objetivo do estudo foi analisar a percepção de gerentes acerca do processo de gerenciamento dos Centros de Saúde da Família da zona urbana do município de Sobral, Ceará. Método: Trata-se de uma pesquisa exploratório descritiva, de abordagem qualitativa. Para coleta de dados utilizou-se entrevista semiestruturada com os gerentes dos Centros de Saúde da Família de Sobral-Ce da zona urbana no período de maio a agosto de 2019. Para tratamento dos dados empregou-se a análise de conteúdo proposto por Bardin e, como suporte neste processo, foi utilizado o software NVivo 11. Resultados: Os achados evidenciaram que o processo de gerenciamento é caracterizado pela falta de experiência, busca contínua de conhecimento para atuação no cargo e os maiores desafios enfrentados foram a burocratização do trabalho, a gestão de pessoas e falta de autonomia. Conclusão: O estudo reflete a necessidade de mudança das práticas na Estratégia Saúde da Família, no sentido de fortalecer a gestão compartilhada, efetivando práticas democráticas, coletivas e participativas.

Descritores: Atenção Primária à Saúde; Administração de Serviços de Saúde; Liderança; Estratégia de Saúde da Família.

 

Objective: The objective of this study was to analyze the perception of managers about the process of managing Family Health Centers in the urban area of Sobral, Ceará. Method: It is a descriptive exploratory research, with a qualitative approach. For data collection, semi-structured interviews were used with the managers of Family Health Centers in Sobral-Ce, in the urban area, from May to August 2019. For data analysis, the content analysis proposed by Bardin and NVivo 11 software were used to support this process. Results: Findings showed that the process of management is characterized by lack of experience, continuous search for knowledge to act in the position and the biggest challenges faced were bureaucratization of work, management people and lack of autonomy. Final considerations: The study reflects to the need of changing practices in the Family Health Strategy, in order to strengthen shared management, implementing democratic, collective and participatory practices.  

Descriptors: Primary Health Care; Health Services Administration; Leadership; Family Health Strategy.

 

Objetivo: El objetivo del estudio fue analizar la percepción de los gerentes sobre el proceso de gestión de los Centros de Salud Familiar en el área urbana de Sobral, Ceará. Método: Esta es una investigación exploratoria descriptiva, con un enfoque cualitativo. Para la recopilación de datos, se utilizaron entrevistas semiestructuradas con los gerentes de los Centros de Salud Familiar Sobral-Ce en el área urbana de mayo a agosto de 2019. Para el tratamiento de datos, el análisis de contenido propuesto por Bardin y, El software NVivo 11 se utilizó para apoyar este proceso. Resultados: Los resultados mostraron que el proceso de gestión se caracteriza por la falta de experiencia, la búsqueda continua de conocimiento para actuar en el puesto y los mayores desafíos que enfrentaron fueron la burocratización del trabajo, la gestión personas y falta de autonomía. Consideraciones finales: El estudio refleja la necesidad de cambiar las prácticas en la Estrategia de Salud de la Familia, a fin de fortalecer la gestión compartida, la implementación de prácticas democráticas, colectivas y participativas.

Descriptores: Atención primaria de salud; Administración de Servicios de Salud; Liderazgo; Estrategia de salud familiar.


Texto completo:

PDF

Referências


Araújo AC, Freitas FRNN, Araújo RV, Batista MMSL. Qualidade dos serviços na estratégia saúde da família sob interferência do PMAQ – AB: análise reflexiva. Rev enferm UFPE on line, 2017 [citado em 5 de dezembro de 2019]; 11 (2): [about 5 p.]. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/download/11990/14554

Uchoa AC da, Souza EL, Spinelli AFS, Medeiros RG de, Peixoto DCS de, Silva RAR da, Rocha NSP da. Avaliação da satisfação do usuário do Programa de Saúde da Família na zona rural de dois pequenos municípios do Rio Grande do Norte. Physis [Internet]. 2011 [citado em 5 de dezembro de 2019]; 21 (3): [about 16 p.]. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312011000300016

Fernandes JC, Cordeiro BC. O gerenciamento de Unidades Básicas de Saúde no olhar dos enfermeiros gerentes. Rev Enferm UFPE on line, 2018 [citado em 8 de dezembro de 2019]; 12 (1): [about 9 p.]. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/download/23311/25979

Ministério da Saúde (BR). Departamento de Atenção Básica. Histórico de Cobertura da Saúde da Família. Brasília; 2016.

Bardin L. Ánálise de conteúdo. SP: Edições 70, 2011.

Mattos JCO de, Balsanelli AP. A Liderança do Enfermeiro na Atenção Primária à Saúde: Revisão Integrativa. Enferm. Foco, 2019 [citado em 20 de janeiro de 2020]; 10 (4): [about 8 p.]. Disponível em: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/2618/621

Barreto RMA, Vasconcelos MN, Melo ES, Araújo MAF, Lira RCM, Albuquerque IMN. Dimensões gerenciais na formação acadêmica de enfermagem: uma revisão integrativa. Rev. Eletr. Enf [internet]. 2018 [citado em 22 de janeiro de 2020]; 20 (1): [about 8 p.]. Disponível em: https://www.semanticscholar.org/paper/Dimens%C3%B5es-gerenciais-na-forma%C3%A7%C3%A3o-acad%C3%AAmica-de-uma-Barreto-Vasconcelos/e70e9ac35c25948b876db59784a5c06830272baf

Santos AR, Coutinho ML. Educação permanente em saúde: construções de enfermeiros da estratégia saúde da família. Revista Baiana de Saúde Pública [Internet]. 2015 [citado em 22 de janeiro de 2020]; 38(3): [about 17 p.]. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/295081700_Educacao_permanente_em_saude_construcoes_de_enfermeiros_da_estrategia_saude_da_familia

Ferreira L, Barbosa JSA de, Esposti CDD, Cruz MM da. Educação Permanente em Saúde na atenção primária: uma revisão integrativa da literatura. Saúde debate [Internet]. 2019 [citado em 22 de janeiro de 2020]; 43(120): [about 17 p.]. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-11042019000100223

Silva SEM, Moreira MCN. Equipe de saúde: negociações e limites da autonomia, pertencimento e reconhecimento do outro. Ciênc Saúde Coletiva [Internet], 2015 [citado em 19 de dezembro de 2019]; 20 (10): [about 10 p.]. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-81232015001003033&script=sci_abstract&tlng=pt

Lima FS, Amestosy SC, Jacondino MB, Trindade LM, Silva CN, Fuculo Junior PRB. Exercício da liderança do enfermeiro na estratégia saúde da família. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online [Internet]. 2016 [citado em 19 de dezembro de 2019]; 8(1): [about 14 p.]. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/bde-27363

Soratto J, Pires DEP, Trindade LL, Oliveira JSA, Forte ECN, Melo TP. Insatisfação No Trabalho De Profissionais Da Saúde Na Estratégia Saúde Da Família. Texto Contexto Enferm, 2017 [citado em 2 de janeiro de 2020]; 26 (3): [about 11 p.]. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v26n3/0104-0707-tce-26-03-e2500016.pdf

Fernandes JC, Cordeiro BC. O gerenciamento de Unidades Básicas de Saúde no olhar dos enfermeiros gerentes. Rev Enferm UFPE on line, 2018 [citado em 5 de janeiro de 2020]; 12 (1): [about 9 p.]. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/download/23311/25979

Martins CC, Waclawovsky AJ. Problemas e Desafios enfrentados pelos Gestores Públicos no Processo de Gestão em Saúde. Revista de Gestão em Sistemas de Saúde – RGSS, 2015 [citado em 5 de janeiro de 2020]; 4 (1): [about 10 p.]. Disponível em: http://www.revistargss.org.br/ojs/index.php/rgss/article/view/157

Paiva RA, Randow R, Diniz LP, Guerra VA. O papel do gestor de serviços de saúde: revisão de literatura. Rev Med Minas Gerais, 2018 [citado em 6 de janeiro de 2020]; 28 (5): [about 4 p.]. Disponível em: http://rmmg.org/artigo/detalhes/2455

Santos L. Região de saúde e suas redes de atenção: modelo organizativo-sistêmico do SUS. Ciênc. saúde coletiva [Internet], 2017 [citado em 8 de janeiro de 2020]; 22 (4): [about 9 p.]. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232017002401281&lng=en.

Viana ALA, Bousquat A, Melo GA, Negri Filho A, Medina MG. Regionalização e Redes de Saúde. Ciênc Saúde Coletiva, 2018 [citado em 8 de janeiro de 2020]; 23 (6): [about 8 p.]. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-81232018000601791&script=sci_abstract&tlng=pt

Merhy EE, Gomes MPC, Silva E, Santos MFL de, Cruz KT da, Franco TB. Redes Vivas: multiplicidades girando as existências, sinais da rua: implicações para a produção do cuidado e a produção do conhecimento em saúde. Divulg Saúde Debate, 2014 [citado em 8 de janeiro de 2020]; 52 (1): [about 12 p.]. Disponível em: http://bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&src=google&base=LILACS〈=p&nextAction=lnk&exprSearch=774076&indexSearch=ID

Maximino VS, Liberman F, Frutuoso MF, Mendes R. Profissionais como produtores de redes: tramas e conexões no cuidado em saúde. Saude soc. [Internet], 2017 [citado em 10 de janeiro de 2020]; 26 (2): [about 12 p.]. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-12902017000200435&script=sci_abstract&tlng=pt

Bandeira FJS, Campos ACV, Gonçalves LHT. Rede De Atenção: Fragilidades No Processo De Implementação Na Perspectiva De Especialistas Em Gestão Da Atenção Primária. Enferm Foco [Internet]. 2019 [citado em 22 de janeiro de 2020]; 10(2): [about 6 p.]. Disponível em: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/1988/514

Arruda C, Lopes SGR, Koerich MHAL, Winck DR, Meirelles BHS, Mello ALSF. Redes de atenção à saúde sob a luz da teoria da complexidade. Esc Anna Nery, 2015 [citado em 10 de janeiro de 2020]; 19 (1): [about 5 p.]. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-81452015000100169

Lavras C. Atenção Primária à Saúde e a Organização de Redes Regionais de Atenção à Saúde no Brasil. Saúde Soc, 2017 [citado em 10 de janeiro de 2020]; 20 (4): [about 8 p.]. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-12902011000400005




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2020.v11.n2.3253

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.