Percepção do enfermeiro da atenção primária acerca do parto humanizado

Irisvanda de Sousa Barbosa, Ana Maria Martins Pereira, Nicolau da Costa, Sibele Lima da Costa Dantas, Diego Jorge Maia Lima, Antonia de Maria Gomes Paiva

Resumo


Objetivo: compreender a percepção dos enfermeiros da atenção primária a saúde acerca do parto humanizado. Método: trata-se de estudo descritiva, com abordagem qualitativa realizado com dez enfermeiros que trabalham na unidade básica de saúde, realizado em outubro a novembro de 2018, por meio das entrevistas semiestruturado. Os dados foram organizados em temáticas e interpretados de acordo com a Técnica de Análise de conteúdo. O estudo foi submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade Terra Nordeste, sendo aprovado com parecer nº 1.891.559. Resultados: percebe-se que as enfermeiras, demonstram ter conhecimento das práticas de humanização do parto, porém relatam encontrarem dificuldades para colocar em prática; como também para   identificar como se dá a preparação das gestantes para o parto normal. Conclusão: Os enfermeiros compreendem os aspectos inerentes à humanização, bem como valorizam as ações práticas que a compõem, enfatizando a importância da legislação sobre o assunto.

Descritores: Enfermagem; Atenção primária à saúde; Parto; Parto humanizado.

NURSE’S PERCEPTION OF PRIMARY CARE ABOUT HUMANIZED BIRTH

Objective: To understand the perception of nurses in primary health care about humanized childbirth. Methods: This is a descriptive study with a qualitative approach carried out with ten nurses who work in the basic health unit, conducted in october to november 2018, through semi-structured interviews. The data were organized into themes and interpreted according to the Content Analysis Technique. Results: It is clear that nurses demonstrate knowledge of the humanization practices of childbirth, but they report finding difficulties to put into practice; as well as to identify how pregnant women prepare for normal childbirth. Conclusion: Nurses understand the aspects inherent to humanization, as well as value the practical actions that compose it, emphasizing the importance of legislation on the subject.

Descriptors: Nursing; Primary health care; Childbirth; Humanized birth.

PERCEPCIÓN DE LA ENFERMERA DE LA ATENCIÓN PRIMARIA SOBRE EL NACIMIENTO HUMANIZADO

Objetivo: Comprender la percepción de las enfermeras en la atención primaria de salud sobre el parto humanizado. Métodos: Este es un estudio descriptivo con un enfoque cualitativo realizado con diez enfermeras que trabajan en la unidad básica de salud, realizado en octubre a noviembre de 2018, a través de entrevistas semiestructuradas. Los datos fueron organizados en temas e interpretados de acuerdo con la técnica de análisis de contenido. Resultados: Está claro que las enfermeras demuestran conocimiento de las prácticas de humanización en el parto, pero informan que encuentran dificultades para ponerlas en práctica; así como para identificar cómo las mujeres embarazadas se preparan para un parto normal. Conclusión: Las enfermeras entienden los aspectos inherentes a la humanización, y valoran las acciones prácticas que la componen, enfatizando la importancia de la legislación sobre el tema.

Descriptores: Enfermería; Atención primaria de salud; Parto; Parto humanizado.


Texto completo:

PDF

Referências


Reis CC, Ferreira SKR, Santos AD, Tenório IM, Brandão NW. percepção das mulheres sobre a experiência do primeiro parto: implicações para o cuidado de enfermagem. Cienc. enferm. [Internet]. 2017 Maio [citado 2019 Dez 02] ; 23( 2 ): 45-56. Disponível em: https://scielo.conicyt.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0717-95532017000200045&lng=pt. http://dx.doi.org/10.4067/S0717-95532017000200045.

Possati AB, Prates LA, Cremonese L, Scarton J, Alves CN, Ressel LB. Humanização do parto: significados e percepções de enfermeiras. Esc. Anna Nery [Internet]. 2017 [cited 2019 Nov 02] ; 21( 4):e20160366.Availablefrom: http://www.scielo.br/scielo.php? script=sci_arttext&pid=S1414-81452017000400203&lng=en. Epub Aug 07, 2017. http://dx.doi.org/10.1590/2177-9465-ean-2016-0366.

Foster LB, Oliveira MA, Brandão SMOC. O acolhimento nos moldes da humanização aplicada ao processo de trabalho do enfermeiro no pré-natal. Rev enferm UFPE [on line]. 2017; 11 (10):4617-24 [Acesso em 20 nov. 2019] Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/viewFile/231201/25198

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde 14 nd ed. São Paulo: Hucitec; 2014.

Brasil. Conselho Nacional de Saúde. Resolução CNS no 466, de 12 de dezembro de 2012. Diário Oficial da União, no 12, 13 jun 2013, p. 59. Seção 2.

Silva LNM, Silveira APKF, Morais FRR. Programa de humanização do parto e nascimento: aspectos institucionais na qualidade da assistência. Rev enferm UFPE [online]. 2017 [acesso 20 ago. 2018 11 (8) 3290-4] Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/ar ticle/view/110195/22085

Feliciano NB, Pradebon VM, Soares LS. (2013). Enfermagem no pré-natal de baixo risco na estratégia Saúde da Família. Aquichan, 13(2), 261-269. Retrieved December 02, 2019, from http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1657-59972013000200012&lng=en&tlng=pt.

Santos LM, Silva JCR, Carvalho ESS, Carneiro AJS, Santana RCB, Fonseca MCC. Vivenciando o contato pele a pele com o recém-nascido no pós-parto como um ato mecânico. Rev. bras. enferm. [Internet]. 2014 Apr [cited 2019 Dec 02] ; 67( 2 ): 202-207. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672014000200202&lng=en. http://dx.doi.org/10.5935/0034-7167.20140026.

Matos TA, Souza MS, Santos EKA, Velho MB, Seibert ERC, Martins NM. Contato precoce pele a pele entre mãe e filho: significado para mães e contribuições para a enfermagem. Rev. bras. enferm. [Internet]. 2010 Dec [cited 2019 Dec 02] ; 63( 6 ): 998-1004. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672010000600020&lng=en. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672010000600020.

Fujita JALM, Shimo AKK. Parto humanizado: experiências no Sistema Único de Saúde. Rev Min Enferm. 2014 [acesso em 23 nov 2019] out/dez; 18(4): 1006-1010 disponível em: https://www.reme.org.br/artigo/detalhes/979

Silva LA, Alves VH, Rodrigues DP, Vieira BDG, Marchiori GRS, Santos MV. A humanização do cuidado pré-natal na perspectiva valorativa das mulheres gestantes. Rev Fun Care Online. 2018 out/dez; 10(4):1014-1019. DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2018.v10i4.1014-1019

Santos ECP, Lima MR, Conceição LL, Tavares CS, Guimarães AMDN. Conhecimento e aplicação do direito do acompanhante na gestação e parto. Enferm. foco [internet]. 2016 [cited 2019 jan 23];7(3/4):61-65. Avaliable from: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/918.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2020.v11.n6.3303

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.