Epidemiologia da cárie dentária em crianças pré-escolares de um município do Nordeste Brasileiro

Érika Vanessa Serejo Costa, Cibelly Aliny Siqueira Lima Freitas, Francisco Rosemiro Guimarães Ximenes Neto, Maria Adelane Monteiro da Silva, Luciano Garcia Lourenção

Resumo


Objetivo: Verificar a prevalência de cáries em pré-escolares, por meio do índice ceo-d. Método: Estudo transversal, desenvolvido entre fevereiro e outubro de 2016, com 189 crianças pré-escolares, com idade de cinco anos. Os dados foram coletados por meio de exame clínico, sistematizados no Microsoft Excel® e analisados com estatística descritiva segundo diretrizes do manual da Pesquisa SB-Brasil 2010. Resultados: Obteve-se índice ceo-d 4,48, com predominância de 90,4% do componente cariado, 3,4% extração indicada, 6,1% obturado. Apenas 20,1% da amostra obteve ceo-d = 0 (não apresentou lesões de cárie) e 68,7% nunca visitou o dentista até o momento da realização da pesquisa. Conclusão: A análise dos resultados dos componentes “c”, “e” e “d” do índice ceo-d infere que a alta prevalência da doença cárie está relacionada a fatores diversos, como higiene oral precária, medo/ansiedade, dificuldade de acesso aos serviços de saúde bucal ou escassez destes para a faixa etária. 

Palavras-chave: Saúde da Criança; Saúde Bucal; Estudos Epidemiológicos; Cárie Dentária.

 

Objective: To verify the prevalence of caries disease in preschoolers using the ceo-d index. Method: Cross-sectional study, developed between February and October 2016, with 189 preschoolers with age of five years. The data were collected through clinical examination, systematized in Microsoft Excel® and analyzed with descriptive statistics according to guidelines of SB-Brazil 2010 Research Manual. Results: The ceo-d index was 4.48, with a predominance of 90.4% of the carious component, 3.4% indicated extraction, and 6.1% obturated. Only 20.1% of the sample obtained ceo-d = 0 (did not present caries lesions) and 68.7% never visited the dentist until the moment of the research. Conclusion: The analysis of the results of the components "c", "e" and "d" of the ceo-d index infers that the high prevalence of caries disease is related to diverse factors such as poor oral hygiene, fear/anxiety, difficulty accessing health services or shortage of these for the age group.

Keywords: Child Health; Oral Health; Epidemiological Studies; Dental Caries.

 

Objetivo: Verificar la prevalencia de caries en los niños en edad pré-escolar, por medio del índice ceo-d. Método: Estudio transversal, desarrollado entre febrero y octubre de 2016, con 189 niños de cinco años. Los datos fueron recolectados por medio de examen clínico, sistematizados en Microsoft Excel® y analizados con estadísticas descriptivas de acuerdo con las directrices del Manual de Investigación SB-Brasil 2010. Resultados: Se obtuvo un índice ceo-d 4,48, con predominancia de 90,4% del componente cariado, 3,4% extracción indicada, 6,1% obturado. Solamente 20,1% de la muestra obtuvo ceo-d = 0 (no presentó lesiones de caries) y 68,7% nunca visitó al dentista hasta el momento de la realización de la investigación. Conclusión: El análisis de los resultados de los componentes “c”, “e” y “d” del índice ceo-d, indica que la alta prevalencia de la caries está relacionada a factores diversos como higiene oral precaria, miedo/ansiedad, dificultad de acceso a los servicios de salud bucal o escasez de estos para esta franja de edad.  

Palabras-clave: Salud del Niño; Salud Bucal; Estudios Epidemiológicos; Caries Dental.


Texto completo:

PDF

Referências


Melo P, Azevedo A, Henriques M. Cárie dentária – a doença antes da cavidade. Acta Pediatr Port. 2008 [cited 2020 Mar 24]; 39(6):253-9. Available from: http://actapediatrica.spp.pt/article/view/4616/3453.

Cangussu MC, Johelle Passos-Soares J, Cabral MB. Necessidades e problemas de saúde bucal no Brasil e tendências para as políticas de saúde. In: Chaves SCL (org.). Política de saúde bucal no Brasil: teoria e prática. Salvador: EDUFBA, 2016.

Januário BS, Figueiredo MC, Faustino-Silva DD. Avaliação de protocolos de manejo de cárie em crianças de 0 a 3 anos de idade baseada no risco. Stomatos. 2017 [cited 2020 Mar 24]; 23(45):14-25. Available from: http://www.periodicos.ulbra.br/index.php/stomatos/article/view/3133.

Nunes VH, Perosa GB. Cárie dentária em crianças de 5 anos: fatores sociodemográficos, lócus de controle e atitudes parentais. Ciênc. saúde coletiva. 2017 [cited 2020 Mar 24]; 22(1):191-200. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232017221.13582015

Pereira AL. Influência da condição de saúde bucal na qualidade de vida dos indivíduos. [Trabalho de Conclusão de Curso]. Campos Gerais: Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Odontologia; 2010. [cited 2020 Mar 24]. Available from: https://www.nescon.medicina.ufmg.br/biblioteca/imagem/0986.pdf.

Lawder JA, Matos M, Souza JB, Freire MC. Impact of oral condition on the quality of life of homeless people. Rev. saúde pública. 2019 [cited 2020 Mar 24]; 53:22. DOI: https://doi.org/10.11606/S1518-8787.2019053000718

Souza RL, Guimarães ARD. Influência da condição bucal na qualidade de vida de adolescentes: uma revisão integrativa. Anais SEMIC. 2017 [cited 2020 Mar 24]; 21:1941. Available from: http://periodicos.uefs.br/ojs/index.php/semic/article/view/2556/1941.

Oliveira DA. Cárie dentária na infância – exposição precoce a fatores de risco. [Trabalho de Conclusão de Curso]. Porto: Universidade do Porto, Faculdade de Medicina Dentária; 2017. [cited 2020 Mar 24]. Available from: https://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/107228/2/211841.pdf.

Scalioni FAR, Figueiredo SR, Curcio WB, Alves RT, Leite ICG, Ribeiro RA. Hábitos de dieta e Cárie Precoce da Infância em crianças atendidas em Faculdade de Odontologia Brasileira. Pesq Bras Odontoped Clin Integr. 2012 [cited 2020 Mar 24]; 12(3):399-404. Available from: http://revista.uepb.edu.br/index.php/pboci/article/viewFile/1352/880.

Departamento de Informática do SUS – DATASUS (Brasil). Proporção de crianças de 5-6 anos de idade com índice ceo-d igual a 0 - G.18 – 2011. [cited 2020 Mar 24]. Available from: http://fichas.ripsa.org.br/2011/g-18/.

Gonçalves CÂ, Vazquez FL, Ambrosano GMB, Mialhe FL, Pereira AC, Sarracini KLM et al. Estratégias para o enfrentamento do absenteísmo em consultas odontológicas nas Unidades de Saúde da Família de um município de grande porte: uma pesquisa-ação. Ciênc. saúde coletiva. 2015 [cited 2020 Mar 24]; 20(2):449-60. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232015202.00702014

Ministério da Saúde (Brasil). Projeto SB-Brasil 2010: Pesquisa Nacional de Saúde Bucal – Resultados Principais. Brasília; 2012. [cited 2020 Mar 24]. Available from: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/pesquisa_nacional_saude_bucal.pdf.

Ministério da Saúde (Brasil). Projeto SB Brasil 2003: Condições de saúde bucal da população brasileira 2002-2003 – Resultados Principais. Brasília; 2004. [cited 2020 Mar 24]. Available from: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/condicoes_saude_bucal.pdf.

Ministério da Saúde (Brasil). Pesquisa SB-Brasil 2010 – manual da equipe de campo. Brasília; 2009. [cited 2020 Mar 24]. Available from: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/sbbrasil_2010_pesquisa_nacional_saude_bucal_manual_equipe_campo.pdf.

Müller IB, Castilhos ED, Camargo MBJ, Gonçalves H. Experiência de cárie e utilização do serviço público odontológico por escolares: estudo descritivo em Arroio do Padre, Rio Grande do Sul, 2013. Epidemiol. Serv. Saúde. 2015 [cited 2020 Mar 25]; 24(4):759-70. DOI: https://doi.org/10.5123/S1679-49742015000400018

Silva DDP, Camelo CCA, Carvalho MMP, Paredes SO. Experiência de cárie dentária e fatores associados em crianças pré-escolares. Arq Odontol. 2018 [cited 2020 Mar 25]; 54:e04. Available from: https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/3759.

Almeida ACEB. Saúde bucal em crianças com idade índice de cinco anos pertencentes a famílias em situação de pobreza beneficiadas pelo Programa Bolsa Família. [Dissertação]. Fortaleza: Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem; 2014. [cited 2020 Mar 24]. Available from: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8950

Vieira APGF, Karbage JP. Impacto da atenção odontológica na saúde bucal de crianças. RBPS. 2011 [cited 2020 Mar 24]; 24(1):10-15. Available from: http://periodicos.unifor.br/RBPS/article/view/2045/2339.

Garbin, CAS, Chiba FY, Garbin AJI, Arcieri RM. Prevalência de cárie dentária em pré-escolares de escolas de educação infantil de Araçatuba, São Paulo. Revista Odontológica de Araçatuba. 2011 [cited 2020 Mar 24]; 32(2):28-32. Available from: http://hdl.handle.net/11449/133382.

Basílio KB, Vilela MIM, Braga RRS, Oliveira DC, Carrijo MO. Perfil de saúde bucal dos pré-escolares de uma escola municipal do sudoeste goiano. Revista Saúde Multidisciplinar. 2015 [cited 2020 Mar 24]; 3:162-75. Available from: https://www.fampfaculdade.com.br/wp-content/uploads/2019/03/Art.-12-PERFIL-DE-SA%C3%9ADE-BUCAL-DOS-PR%C3%89-ESCOLARES-DE-UMA-ESCOLA-MUNICIPAL-DO-SUDOESTE-GOIANO.pdf.

Tonelli SQ, Rodrigues LAM, Alencar AM, Rodrigues CAQ. Avaliação do impacto de fatores socioeconômicos e acesso aos serviços de saúde bucal na prevalência de cárie dentária em crianças. RFO UPF [online]. 2016 [cited 2020 Mar 24]; 21(2):172-7. Available from: http://revodonto.bvsalud.org/pdf/rfo/v21n2/a04v21n2.pdf.

Narvai PC, Campos JNS, Coelho CC, Frazão P, Rodrigues DA, Lemos PN. Cárie dentária em povos do Parque Indígena do Xingu, Brasil, 2007 e 2013. Epidemiol. Serv. Saúde. 2018 [cited 2020 Mar 24]; 27(1):e20171725. DOI: http://dx.doi.org/10.5123/s1679-49742018000100005

Moraes SNS, Arsenian MB, Tucci R. Avaliação clínica e utilização do índice CPO-D/“ceo-d” em crianças da Escola Municipal José Carlos Porto-Paraty/RJ. J Health Sci Inst. 2014 [cited 2020 Mar 24]; 32(3):235-40. Available from: https://www.unip.br/presencial/comunicacao/publicacoes/ics/edicoes/2014/03_jul-set/V32_n3_2014_p235a240.pdf.

Souza KFM, Oliveira WBC. Prevalência de cárie dentária em estudantes de uma escola pública na cidade de Porto Velho/RO. [Trabalho de Conclusão de Curso]. Porto Velho: Centro Universitário São Lucas; 2019. [cited 2020 Mar 24]. Available from: http://repositorio.saolucas.edu.br:8080/xmlui/bitstream/handle/123456789/3433/Katiana%20Fortuna%20de%20Menezes%20de%20Souza,%20Wilasmar%20Batista%20C%C3%A9sar%20de%20Oliveira%20-%20Preval%C3%AAncia%20de%20c%C3%A1rie%20dent%C3%A1ria%20em%20estudantes%20de%20uma%20escola%20p%C3%BAblica%20na%20cidade%20de%20Porto%20Velho%20RO.pdf?sequence=1.

Vieira APGF, Karbage JP. Impacto da atenção odontológica na saúde bucal de crianças. RBPS. 2011 [cited 2020 Mar 24]; 24(1):10-15. Available from: http://periodicos.unifor.br/RBPS/article/view/2045/2339.

Junqueira SR, Frias AC, Zilbovicius C, Araujo ME. Saúde bucal e uso dos serviços odontológicos em função do Índice de Necessidades em Saúde: São Paulo, 2008. Ciênc. saúde coletiva. 2012 [cited 2020 Mar 24]; 17(4):1015-24. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232012000400023

Silva JM, Penha ES. Acesso a serviços odontológicos e perda dentária em crianças. Revista Rede de Cuidados em Saúde. 2015 [cited 2020 Mar 25]; 9(1):1-11. Available from: http://publicacoes.unigranrio.br/index.php/rcs/article/view/2405.

Silva MCB (org.). Saúde da criança: questões da prática assistencial para dentistas. São Luís: UNA-SUS/UFMA; 2014. [cited 2020 Mar 25]. Available from: https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/513.

Neves M, Giordani JMA, Hugo FN. Atenção primária à saúde bucal no Brasil: processo de trabalho das equipes de saúde bucal. Ciênc. saúde coletiva. 2019 [cited 2020 Mar 25]; 24(5):1809-20. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232018245.08892017

Silva JMA, Silva J, Batista B, Carmo A, Gadelha M, Andrade M et al. Dificuldades experienciadas pelos agentes comunitários de saúde na realização da educação em saúde. Enferm. Foco. 2019 [cited 2020 Mar 25]; 10(3):82-7. Available from: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/1818/577.

Ximenes Neto FRG, Vasconcelos FM, Chagas MIO, Cunha ICKO, Sampaio JJC, Silva RCC. Nascimento da dentição em crianças menores de um ano: análise do perfil, percepção e práticas maternas e suas implicações para a organização dos serviços de saúde. Biblioteca Lascasas. 2010 [cited 2020 Mar 25]; 6(1). Available from: http://www.index-f.com/lascasas/documentos/lc0506.pdf.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2020.v11.n2.3361

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.