Projeto Terapêutico Singular: ferramenta de superação do GAP terapêutico em saúde mental

Francisco João de Carvalho Neto, Maria da Glória Sobreiro Ramos, Mayla Rosa Guimarães, Aline Raquel de Sousa Ibiapina, Ana Paula Cardoso Costa, Rávida da Rocha Lima Silva, Lany Leide de Castro Rocha Campelo, Girzia Sammya Tajra Rocha

Resumo


Objetivo: Relatar a experiência acadêmico-assistencial de estudantes de Enfermagem durante a construção conjunta de um projeto terapêutico singular com as equipes de atenção à saúde da família em uma Unidade Básica de Saúde. Metodologia: Estudo descritivo do tipo relato de experiência sobre a elaboração de um projeto terapêutico singular, a partir das experiências vividas por acadêmicos de Enfermagem da Universidade Federal do Piauí no segundo semestre de 2019 ao acompanhar uma paciente com transtorno mental. Resultados: Como resultado do seguimento das etapas diagnóstico situacional, definição de metas, divisão de responsabilidades e avaliação e reavaliação, bem como do engajamento dos acadêmicos e profissionais e da paciente e sua família em cada fase do projeto terapêutico singular, foi possível identificar os aspectos orgânicos, psicológicos e sociais desencadeadores dos problemas e riscos à saúde e planejar e implementar intervenções voltadas ao suprimento das demandas da paciente e família, consequentemente melhorando sua qualidade de vida. Conclusões: O projeto terapêutico singular demonstrou ser uma ferramenta importante para a superação do distanciamento terapêutico existente entre paciente, família e equipe, contribuindo para o fortalecimento dos vínculos, uma melhor resolutividade das demandas do paciente e família e a produção de sua autonomia quanto ao seu autocuidado.

Descritores: Atenção Primária à Saúde; Planejamento em Saúde; Saúde Mental.

SINGULAR THERAPEUTIC PROJECT: TOOL FOR OVERCOMING THERAPEUTIC GAP IN MENTAL HEALTH

Objective: To report the experience of academic care of nursing students during the joint construction of a singular therapeutic project with the family health care teams in a Basic Health Unit. Methodology: A descriptive study of the type of experience report on the elaboration of a singular therapeutic project, based on the experiences lived by Nursing students of the Federal University of Piauí in the second semester of 2019 when they followed up on a patient with mental disorder was carried out. Results: As a result of following the stages of situational diagnosis, goal setting, division of responsibilities, and evaluation and reevaluation, as well as the link between academics and professionals with the patient and her family in each phase of the singular therapeutic project, it was possible to identify the organic, psychological and social aspects that trigger health problems and risks to plan and implement interventions aimed at satisfying the demands of the patient and their family, consequently improving their quality of life. Conclusions: The singular therapeutic project proved to be an important tool to overcome the existing therapeutic gap between patient, family and health team, contributing to the strengthening of ties, a better resolution of the demands of the patient, the family and the production of autonomy and personal care.

Descriptors: Primary Health Care; Health Planning; Mental Health.


PROYECTO TERAPEUTICO SINGULAR: HERRAMIENTA PARA SUPERAR EL DISTANCIAMIENTO TERAPÉUTICO EN LA SALUD MENTAL

Objetivo: Relatar la experiencia de atención académica de estudiantes de Enfermería durante la construcción conjunta de un proyecto terapéutico singular con los equipos de atención a la salud familiar en una Unidad Básica de Salud. Metodología: Estudio descriptivo del tipo relato de experiencia sobre la elaboración de un proyecto terapéutico singular, a partir de las experiencias vividas por estudiantes de Enfermería de la Universidad Federal de Piauí en el segundo semestre de 2019 cuando realizaban seguimiento a una paciente con trastorno mental. Resultados: Como resultado de seguir las etapas de diagnóstico situacional, establecimiento de objetivos, división de responsabilidades y evaluación y reevaluación, así como la vinculación de académicos y profesionales con la paciente y su familia en cada fase del proyecto terapéutico singular, fue posible identificar los aspectos orgánicos, psicológicos y sociales que desencadenan problemas y riesgos a la salud para planificar e implementar intervenciones dirigidas a satisfacer las demandas del paciente y su familia, mejorando como consecuencia su calidad de vida. Conclusiones: El proyecto terapéutico singular demostró ser una herramienta importante para superar el distanciamiento terapéutico existente entre paciente, familia y equipo de salud, contribuyendo al fortalecimiento de los vínculos, una mejor resolución de las demandas del paciente, la familia y la producción de su autonomía con respecto a sus cuidados personales.

Descriptores: Atención Primaria de Salud; Planificación en Salud; Salud Mental.


Texto completo:

PDF

Referências


Ramos DKR, Paiva IKS, Guimarães J. Pesquisa qualitativa no contexto da Reforma Psiquiátrica brasileira: vozes, lugares, saberes/fazeres. Ciênc saúde coletiva [Internet]. 2019; 24(3):839-852. Available from: https://doi.org/10.1590/1413-81232018243.00512017

Souza SAN, Santos MWL, Santos EGM. A Reforma Psiquiátrica na concepção e prática de uma equipe transdisciplinar de profissionais da saúde em um centro de convivência. Revista JRG De Estudos Acadêmicos [Internet]. 2020; 3(6):28-35. Available from: http://www.revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/107

Campos, D. B.; Bezerra, I. C.; Jorge, M. S. B. Produção do cuidado em saúde mental: práticas territoriais na rede psicossocial. Trab educ saúde [Internet]. 2020; 18(1):1-18. Available from: https://doi.org/10.1590/1981-7746-sol00231

Brasil. Ministério da Saúde. Portaria nº 3.088, de 23 de dezembro de 2011 [Institui a Rede de Atenção Psicossocial para pessoas com sofrimento ou transtorno mental e com necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas, no âmbito do Sistema Único de Saúde – SUS]. Brasília-DF. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. 2011. Available from: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2013/prt3088_23_12_2011_rep.html [Acesso em: 12 out 2019].

Ministério da Saúde (BR) [Internet]. Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) [acesso em 06 fev 2020]. 2017. Available from: https://www.saude.gov.br/noticias/693-acoes-e-programas/41146-centro-de-atencao-psicossocial-caps [Acesso em: 30 out 2019].

Brasil. Ministério da Saúde. Portaria nº 2.436, de 21 de setembro de 2017 [Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no âmbito do Sistema Único de Saúde – SUS]. Brasília-DF. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. 2017. Available from: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2017/prt2436_22_09_2017.html [Acesso em: 15 out 2019].

Ministério da Saúde (BR). Cadernos de Atenção Básica – Saúde Mental. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde, 2013. Available from: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cadernos_atencao_basica_34_saude_mental.pdf [Acesso em: 24 nov 2019].

Rebello TJ1, Marques A, Gureje O, Pike KM. Innovative strategies for closing the mental health treatment gap globally. Curr Opin Psychiatry [Internet]. 2014; 27(4):308-14. Available from: https://doi.org/10.1097/YCO.0000000000000068

Ministério da Saúde (BR). Clínica Ampliada, Técnico de Referência e Projeto Terapêutico Singular. Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização. 2ª ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2008. Available from: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/clinica_ampliada_2ed.pdf [Acesso em: 25 nov 2019].

Ministério da Saúde (BR). Caderno Humaniza SUS – Volume 1 – Formação e Intervenção. Secretaria de Atenção à Saúde. Política Nacional de Humanização. Brasília: Ministério da Saúde, 2010. Available from: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cadernos_humanizaSUS.pdf [Acesso em: 24 nov 2019].

Kayama M, Setoya N, Doyle C. Expanding use of nurse home visiting for community psychiatric care in Japan. Psychiatr Q [Internet]. 2020; 24. Available from: https://doi.org/10.1007/s11126-020-09721-w

Neves R, Dimenstein M, Paulon S, Nardi H, Bravo O, Galvão VABM, et al. A saúde mental no sistema único de saúde do Brasil: duas realidades em análise. Avances en Psicología Latinoamericana [Internet]. 2012; 30(2):356-368. Available from: http://www.scielo.org.co/pdf/apl/v30n2/v30n2a11.pdf

Catanni AN, Siqueira DF, Carmo DRP, Terra MG, Pillon SC. Percepção de profissionais de Enfermagem no cuidado as pessoas internadas em Unidade de Atenção Psicossocial. Res Soc Dev [Internet]. 2020; 9(1):e82911676. Available from: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i1.1676

Garcia GDV, Zanoti-Jeronymo DV, Zambenedetti G, Cervo MR, Cavalcante MDMA. Healthcare professionals perception of mental health in primary care. Rev Bras Enferm [Internet]. 2020; 73(1):e20180201. Available from: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2018-02011

Baptista JA, Camatta MW, Filippon PG, Schneider JF. Singular therapeutic project in mental health: an integrative review. Rev Bras Enferm [Internet]. 2020; 73(2):e20180508. Available from: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0508




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2020.v11.n4.3372

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.