Percepção dos pais sobre sua participação no parto e nascimento

Conceição de Maria Farias Sousa, Maria Adelane Monteiro da Silva, Ana Jessyca Campos Sousa, Guilherme Frederico Abdul Nour, Andrea Carvalho Araújo Moreira

Resumo


Objetivo: Conhecer a percepção dos pais sobre sua participação durante o parto e nascimento. Método: Trata-se de uma pesquisa exploratório descritiva com abordagem qualitativa, realizada no período de outubro de 2018 a fevereiro de 2019. Participaram do estudo 12 pais, por meio de entrevistas semiestruturadas. Estas ocorreram em domicílio e nas salas de espera das consultas de pré-natais. Para análise das informações utilizou-se a técnica de análise temática. Resultados: Emergiram três categorias temáticas: Desconhecimento da lei do acompanhante; Técnicas de alívio da dor e União do casal nas práticas de aleitamento materno. Conclusão: Considera-se que o desconhecimento dos pais sobre os seus direitos no processo parturitivo revela a necessidade de ações voltadas para promover a inserção nos momentos junto à companheira.

Descritores: Gestação; Participação Paterna; Enfermagem


PARENT'S PERCEPTION OF THEIR PARTICIPATION IN CHILDBIRTH AND BIRTH

Objective: To know the parents' perception about their participation during childbirth and birth. Method: This is a descriptive exploratory research with a qualitative approach, carried out in the period from October 2018 to February 2019. Twelve parents participated in the study, through semi-structured interviews. These occurred at home and in the waiting rooms for prenatal consultations. For the analysis of information, the thematic analysis technique was used. Results: Three thematic categories emerged: Ignorance of the companion's law; Techniques for pain relief and the couple's union in breastfeeding practices. Conclusion: It is considered that the parents' lack of knowledge about their rights in the parturition process reveals the need for actions aimed at promoting insertion in moments with the partner.

Descriptors: Gestation; Paternal Participation; Nursing


PERCEPCIÓN DE LOS PADRES DE SU PARTICIPACIÓN EN EL NACIMIENTO Y EL NACIMIENTO DEL NIÑO

Objetivo: Conocer la percepción de los padres sobre su participación durante el parto y el parto. Metodo: Esta es una investigación exploratoria descriptiva con un enfoque cualitativo, realizada en el período de octubre de 2018 a febrero de 2019. Doce padres participaron en el estudio, a través de entrevistas semiestructuradas. Estos ocurrieron en el hogar y en las salas de espera para consultas prenatales. Para el análisis de la información, se utilizó la técnica de análisis temático. El estudio tiene una opinión favorable del Comité de Ética de Investigación (CEP) con el número de protocolo: 2.454.504. Resultados: Surgieron tres categorías temáticas: ignorancia de la ley del compañero; Técnicas para aliviar el dolor y la unión de la pareja en las prácticas de lactancia materna. Conclusión: Se considera que la falta de conocimiento de los padres sobre sus derechos en el proceso de parto revela la necesidad de acciones dirigidas a promover la inserción en momentos con la pareja.

Descriptores: Gestación; Participación paterna; Enfermería

 

Texto completo:

PDF

Referências


- Silva EP, Lima RT, Osório MM. Impacto de estratégias educacionais no pré-natal de baixo risco: revisão sistemática de ensaios clínicos randomizados. Ciên. Saúde Coletiva. 2016; 21(9): 2935-48.

- Costa DKP, Arruda LP, Magalhães AHR, Abreu LDP, Ponte, KMA, Freitas CHA. Nursing care in prenatal and patient safety: integrative review. J. Nurs. UFPE on line. 2016; 10(Suppl. 6):4909-19.

- Carvalho,IS, Carvalho, CFS, Endrs, BC, Brito, RS. A participação do homem durante o nascimento do filho: vídeos do Youtube. Rev enferm UERJ. 2017; 25: 1-6.

- Brasil. Lei nº 11.108, de 07 de Abril de 2005. Garante as parturientes o direito à presença de acompanhante durante o trabalho de parto, parto e pósparto imediato, no âmbito do Sistema Único de Saúde-SUS. Diário Oficial da União. 2005 Abril 07.

- Pasqual KK, Bracciali LAD, Volponi M. Alojamento conjunto: Espaço concreto de possibilidades e o papel da equipe Multiprofissional. Cogitare enferm. 2010 jun; 15(2): 334-9.

- Malata A, Chirwa E. Childbirth information needs for first time Malawian mothers who attended antenatal clinics. Rev MMJ. 2011 jun; 23( 2):42- 6.

- Sandall J, Soltani H, Gates S, Shennan A, Devane D. Midwife-led continuity models versus other models of care for childbearing women. Cochrane Database of Syst Rev. 2015 Sep; 15(9).

- Minayo, MCS. O Desafio do Conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 11. ed. São Paulo (SP): Hucitec; 2008.

- Bardin L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70. 2016.

- Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde, Pré-natal e Puerpério: atenção qualificada e humanizada. Brasília: Ministério da Saúde; 2006.

- Piazzalunga CS, Lamounier JA. A paternidade e sua influencia no aleitamento materno. Pediatria, 2009 São Paulo; 31(1): 49-57.

- Brasil. Ministério da Saúde. Humanização do parto e do nascimento. Ceará (CE): Ministério da Saúde; 2014.

- Tomeleri KR, Pieri FM, Violin MR, Serafim D, Marcon SS. “Eu vi meu filho nascer”: vivência dos pais na sala de parto. Rev Gaúcha Enferm. 2007; 28(4):497-504.

- Osório SMB, Silva Jl, Nicolau, AIO. Avaliação da efetividade de métodos não farmacológicos no alívio da dor do parto. Rev Rene. 2014; 15(1): 174-84.

- Silva EF, Strapasson MR, Fischer AC. Métodos não Farmacológicos de Alívio da Dor Durante Trabalho de Parto e Parto. Rev. Enferm. (UFSM). 2011; 1(2): 261-271.

- Alves TCM, Coelho ASF, Sousa MC, Cesar NF, Silva PS, Pacheco RL. Contribuições da enfermagem obstétrica para as boas práticas no trabalho de parto e parto vaginal. Enferm. Foco 2019; 10 (4): 54-60.

- Sanches MTC. Enfoque fonoaudiológico. In: Amamentação bases cientificas. 3. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2010; p. 101.

- Lima JP, Cazola LHO, Pícoli RP. Involvement of fathers in the breastfeeding process. Cogitare enferm [Internet]. 2017; 22(1): 01-7.

- Azevedo SJS, Santos FAPS, Vieira, CENK, Mariz LS, Silva NA, Enders BC. Knowledge of man about breastfeeding. Acta sci health sci. Rio de Janeiro 2016; 38(2):153-8.

- Junqueira TL, Coelho ASF, Sousa MC, Louro NS, Silva PS, Almeida NAM. Gestantes que recebem informações de profissionais de saúde e o conhecimento de seus direitos no período gravídico-puerperal. Enferm. Foco 2019; 10 (4): 67-72.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2020.v11.n3.3378

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.