Perfil clínico da gestação tardia em um município brasileiro de fronteira

Chris Mayara Tibes-Cherman, Carla Regina Moreira Camargo, Lucinar Jupir Forner Flores, Reinaldo Antonio Silva-Sobrinho, Rosane Meire Munhak da Silva, Adriana Zilly

Resumo


Introdução: o adiamento da gestação ocorre por motivos diversos e possui maior risco de desenvolver complicações maternas, fetais e neonatais. O período do pré-natal se torna um momento propício para promoção da saúde dessas gestantes. Objetivo: descrever o perfil clínico da gestante com idade igual ou superior a 35 anos em um município de tríplice fronteira. Métodos: pesquisa quantitativa, do tipo retrospectiva e descritiva. Os dados são de prontuários de mulheres com idade igual ou maior que 35 anos que passaram por parto no período de 2012 a 2016. Para análise dos dados foi realizado o teste Qui-quadrado. Resultados: no período ocorreram 2.605 partos de gestações tardias, a maioria era brasileira e multípara e o parto cirúrgico o mais realizado. Quanto ao pré-natal, a maioria realizou. As intercorrências gestacionais mais encontradas foram a hipertensão arterial, diabetes mellitus e a pré-eclâmpsia. O parto cirúrgico teve maior incidência para prematuridade, baixo peso e como desfecho neonatal, a unidade de terapia neonatal. Conclusão: o perfil clínico das gestantes estudadas corrobora com outros resultados nacionais.  Diante dos resultados evidenciados, destaca-se a importância dos profissionais de saúde conheçam os fatores de risco que as gestantes tardias estão expostas, para atuarem na prevenção de tais agravos.


Texto completo:

PDF

Referências


Cooke A, Mills TA, Lavender T. Informed and uninformed decision making – Women’s reasoning, experiences and perceptions with regard to advanced maternal age and delayed childbearing: meta-synthesis. Int J Nurs Stud. 2010; 47 (10): 1317-29.

Ojule JD, Ibe VC, Fiebai PO. Pregnancy outcome in elderly primigravidae. Ann Afr Med. 2011; 10 (3): 204-8.

Aldrighi JD, Wal ML, Souza SRRK, Cancela FZV. The experiences of pregnant women at an advanced maternal age: an integrative review. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2016 [cited 2020 Apr 26]; 50 (3): 509-18. Available from: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v50n3/pt_0080-6234-reeusp-50-03-0512.pdf

Brasil. Ministério da Saúde; Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Gestação de alto risco: manual técnico. Brasília: MS; 5ª edição 2012 [cited 2020 Apr 26]. Available from: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/manual_tecnico_gestacao_alto_risco.pdf

Welbi E, Chalmers A, Holly Y. Delayed motherhood: understanding the experiences of women older than age 33 who are having abortions but plan to become mothers later. Can Fam Physician. 2012; 58 (10): 588-95.

Dakov T, Dimitrova V. Pregnancy and delivery in women above the age of 35. Akush Ginekol. Review Bulganan. 2014; 53 (1): 13-20.

Alves NCC, Feitosa KMA, Mendes MES, Caminha MFC. Complications in pregnancy in women aged 35 or older. Rev Gaúcha Enferm [Internet]. 2017 [cited 2020 Apr 26]; 38(4): e2017-0042. Available from: http://www.scielo.br/pdf/rgenf/v38n4/1983-1447-rgenf-38-04-e2017-0042.pdf

Canhaço EE, Bergamo AM, Lippi UG, Lopes RGC. Resultados perinatais em gestantes acima de 40 anos comparados aos das demais gestações. Einstein [Internet]. 2015 [cited 2020 Apr 26]; (1): 58-64. Available from: http://www.scielo.br/pdf/eins/v13n1/pt_1679-4508-eins-13-1-058.pdf

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Políticas de Saúde. Projeto promoção da saúde. As cartas de promoção da saúde [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde; 2002 [cited 2020 Apr 26] 56 p. (Série B. Textos Básicos em Saúde. Available from: » http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cartas_promocao.pdf

Maciel VS, Dornfeld D. A inserção da enfermeira obstétrica na assistência hospitalar ao parto. Enferm. Foco. 2019 [cited 2020 Apr 26]; 10 (4): 148-152. Available from: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/979/618

Kessler M, Thumé E, Duro SMS, Tomasi E, Siqueira FCV, Silveira DS, Nunes BP, Volz PM, Santos AA, França SM, Bender JD, Piccinini T, Facchini LA. Ações educativas e de promoção da saúde em equipes do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica, Rio Grande do Sul, Brasil. Epidemiol. Serv. Saude [Internet]. 2018 [cited 2020 Apr 26]; 27 (2): e2017389, 2018. Available from: http://www.scielo.br/pdf/ress/v27n2/2237-9622-ress-27-02-e2017389.pdf

Addinsoft. Software XLSTAT Versão Anual 2017.19.02. Licença ID 43894 (Node-lock).

Mello F, Victora CG, Gonçalves H. Saúde nas fronteiras: análise quantitativa e qualitativa da clientela do centro materno infantil de Foz do Iguaçu, Brasil. Ciênc Saude Colet [Internet]. 2015 [cited 2020 Apr 26]; 20 (7): 2135-45. Available from: http://www.scielo.br/pdf/csc/v20n7/1413-8123-csc-20-07-2135.pdf

WHO, World Health Organization. Statement on Caesarean Section Rates. World Health Organization. Geneva, 2015.

- Sauer MV. Reproduction at an advanced maternal age and maternal health. Fertility and sterility [Internet]. 2015 [cited 2020 Apr 26]; 103.5: 1136-1143. Available from: https://www.fertstert.org/article/S0015-0282(15)00203-4/fulltext.

Teixeira EC, Gurgel HM, Monteiro DLM, Barmpas DBS, Trajano AJB, Rodrigues NCP. Gravidez em mulheres acima de 34 anos no Brasil - análise da frequência entre 2006 e 2012. Revista Hospital Universitário Pedro Ernesto [Internet]. 2015 [cited 2020 Apr 26]; 14 (1): 6-11, 2015. Available from: http://revista.hupe.uerj.br/detalhe_artigo.asp?id=524

- Waldenström U. Postponing parenthood to advanced age. Upsala journal of medical sciences [Internet]. 2016 [cited 2020 Apr 26]; 121 (4): 235-243. Available from: https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/03009734.2016.1201553

Pinheiro RL, Areia AL, Pinto AM, Donato H. Advanced Maternal Age: Adverse Outcomes of Pregnancy, A Meta-Analysis. Acta Med Port. 2019; 32 (3): 219-226.

Aikes S, Rizzotto MLF. Integração regional em cidades gêmeas do Paraná, Brasil, no âmbito da saúde. Cad. Saude Publica [Internet]. 2018 [cited 2020 Apr 26]; 34 (8): e00182117. Available from: http://www.scielo.br/pdf/csp/v34n8/1678-4464-csp-34-08-e00182117.pdf

Castro CM, Oliveira RC, Custódio MCS. Atenção ao parto de mulheres estrangeiras em uma maternidade pública de São Paulo. Civitas [Internet]. 2015 [cited 2020 Apr 26]; 15 (2): e59-74. Available from: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/civitas/article/view/17563/13406

Waldman TC. Movimentos migratórios sob a perspectiva do direito à saúde: imigrantes bolivianas em São Paulo. Revista de Direito Sanitário [Internet]. 2011 [cited 2020 Apr 26]; 12(1): 90-114. Available from: http://www.revistas.usp.br/rdisan/article/view/13239

Secretaria de Estado da Saúde (SESA). Linha Guia Rede Mãe Paranaense. Paraná, 2012.

Amorim FCM, Neves ACN, Moreira FS, Oliveira ADS, Nery IS.

Profile of pregnant women with pre-eclampsia. Rev enferm UFPE on line [Internet]. 2017 [cited 2020 Apr 26]; 11 (4): 1574-83. Available from: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/15225

Fernandes RSR, Simões AFB, Figueiredo ACN, Ribeiro ARS, Aleixo FMF, Aragues SMDTG, Amaral NYB. Prognóstico obstétrico de pacientes portadoras de diabetes mellitus pré-gestacional. Rev. Bras. Ginecol. Obstet. [Internet]. 2012 [cited 2020 Apr 26]; 34(11): 494-498. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-72032012001100003

Lima SS, Silva LCS, Santos MV, Martins JP, Oliveira MC, Brasileiro ME. HIV na gestação: pré-natal, parto e puerpério. Ciência&Saúde [Internet]. 2017 [cited 2020 Apr 26]; 10 (1): 56-61. Available from: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faenfi/article/view/22695/15411

Mombelli MA, Barreto MS, Arruda GO, Marcon SS. AIDS epidemic in the triple frontier: subsidies for professional practice. Rev Bras Enferm [Internet]. 2015 [cited 2020 Apr 26]; 68 (3): 371-8. Available from: http://www.scielo.br/pdf/reben/v68n3/0034-7167-reben-68-03-0429.pdf

Gravena AAF, Paula MG, Marcon SS, Carvalho MDB, Pelloso SM. Idade materna e

fatores associados a resultados perinatais. Acta Paul Enferm [Internet]. 2013 [cited 2019 Ago 30]; 26 (2): 130-5. Available from: http://www.scielo.br/pdf/ape/v26n2/v26n2a05.pdf

Silva SPC, Prater RCG, Campelo BQA. Parto Normal ou Cesariana? Fatores que influenciam na Escolha da Gestante. Rev Enferm, UFSM [Internet]. 2014 [cited 2019 Ago 30]; 4 (1): 1-9. Available from: https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/8861

Junqueira Tl, Coelho ASF, De Sousa MC, Louro NS, Da Silva PS, Almeida NAM. Gestantes que recebem informações de profissionais de saúde e o conhecimento de seus direitos no período gravídico-puerperal. Enferm. Foco [Internet]. 2019 [cited 2020 Apr 26]; 10 (4): 67-72. Available from: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/2213/607

Albuquerque NLA, Mendonça EF, Guerra MCGC, Silva JCB, Lins HNS. Representações sociais de enfermeiras da atenção básica sobre o parto normal. Revista Ciência Plural [Internet]. 2019; [cited 2020 Apr 26]; 5 (1): 34-51. Available from: https://periodicos.ufrn.br/rcp/article/view/17944/11742




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2021.v12.n2.3571

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.