Educação permanente em saúde em teses e dissertações da enfermagem brasileira

Glauber Weder dos Santos Silva, Bárbara Coeli Oliveira da Silva, Eder Samuel Oliveira Dantas, Alexsandra Rodrigues Feijão, Jovanka Bittencourt Leite de Carvalho, Soraya Maria de Medeiros, Cecília Nogueira Valença

Resumo


Objetivo: Caracterizar a produção brasileira de teses e dissertações sobre educação permanente em saúde no campo da enfermagem. Método: Estudo documental e quantitativo, com coleta de dados realizada no Catálogo de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, compreendendo o recorte temporal 2000-2018. Resultados: Elegeram-se 26 teses e dissertações (0,36%), de um quantitativo de 7.136 estudos. Houve predominância das pesquisas realizadas em cursos de mestrado acadêmico (n=16; 61,54%), desenvolvidas em IES do eixo sul/sudeste (n=11; 73,33%) e no campo assistencial da enfermagem (n=21; 80,77%). A Educação Problematizadora (n=6; 23,08%) e o educador Paulo Freire (n=10; 38,46%) foram os principais referenciais teóricos. Denotou-se o nucleamento dos tesauros “enfermagem”, “educação continuada” e “educação permanente”. Conclusão: A produção de teses e dissertações de Enfermagem no campo da educação permanente em saúde é emergente e contributiva. No entanto, observou-se lacunas teóricas, metodológicas e estruturais.

Descritores: Educação em enfermagem; Educação continuada em enfermagem; Pesquisa em enfermagem; Educação de pós-graduação em enfermagem; Dissertação acadêmica.

EDUCATION PERMANENT HEALTH IN DISSERTATIONS AND THESES OF BRAZILIAN NURSING

Objective: Characterize the Brazilian production of theses and dissertations that deal with permanent health education in the field of nursing. Methods: This is a documentary and quantitative study, with data collection performed in the Catalog of Theses and Dissertations of the Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel, comprising the time frame 2000-2018. Results: 26 theses and dissertations (0.36%) were chosen from a total of 7,136 studies. There was a predominance of research conducted in academic masters courses (n = 16; 61.54%), developed in HEIs of the south / southeast axis (n = 11; 73.33%) and in the nursing care field (n = 21; 80.77%). Problematizing Education (n = 6; 23.08%) and educator Paulo Freire (n = 10; 38.46%) were the main theoretical references. The nucleation of thesaurus “nursing”, “continuing education” and “permanent education” was denoted. Conclusion: the production of Nursing theses and dissertations in the field of permanent health education is emerging and contributory. However, theoretical, methodological and structural gaps were observed.

Keywords: Education nursing; Education nursing continuing; Nursing research; Education nursing graduate; Academic dissertation.

EDUCACIÓN DE SALUD PERMANENTE EN DISERTACIONES DE ENFERMERÍA BRASILEÑAS 

Objetivo: Caracterizar la producción brasileña de tesis y disertaciones sobre educación permanente en salud en el campo de la enfermería. Métodos: Este es un estudio documental y cuantitativo, con recopilación de datos realizada en el Catálogo de Tesis y Disertaciones de la Coordinación para el Mejoramiento del Personal de Educación Superior, que comprende el marco temporal 2000-2018. Resultados: Se seleccionaron 26 tesis y disertaciones (0,36%) de un total de 7,136 estudios. Predominó la investigación realizada en cursos de maestría académica (n = 16; 61.54%), desarrollados en IES del eje sur / sureste (n = 11; 73.33%) y en el campo de la atención de enfermería (n = 21; 80,77%). La educación problemática (n = 6; 23.08%) y el educador Paulo Freire (n = 10; 38.46%) fueron las principales referencias teóricas. Se denota la nucleación del tesauro “enfermería”, “educación continua” y “educación permanente”. Conclusión: La producción de tesis y disertaciones de enfermería en el campo de la educación permanente en salud es emergente y contributiva. Sin embargo, se observaron brechas teóricas, metodológicas y estructurales.

Descriptores: Educación en enfermería; Educación continua en enfermería; Investigación en enfermería; Educación de postgrado en enfermería; Tesis académica.


Texto completo:

PDF

Referências


Cardoso MLM, Costa PP, Costa DM, Xavier C, Souza RMP. A política nacional de educação permanente em saúde nas escolas de saúde pública: reflexões a partir da prática. Ciênc Saúde Colet. [Internet]. 2017 [citado em 2018 dez. 5]; 22(5):1489-1500. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/csc/v22n5/1413-8123-csc-22-05-1489.pdf.

Azevedo IC, Silva GWS, Vale LD, Santos QG, Cassiano AN, Morais IF et al. Educação continuada em enfermagem no âmbito da educação permanente em saúde: revisão integrativa de literatura. Saúde e Pesquisa. [Internet]. 2015 [citado em 2018 dez. 5];8(1):131-40. Disponível em: https://periodicos.unicesumar.edu.br/index.php/saudpesq/article/view/3275/2563.

Ceccim RB, Ferla AA. Educação e saúde: ensino e cidadania como travessia de fronteiras. Trab Educ Saúde. [Internet]. 2008 [acesso em 5 dez 2018]; 6(3):443-56. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/tes/v6n3/03.pdf .

Silva RS. Pós-graduação e a pesquisa em enfermagem na América Latina: avanços e desafios. Rev Cuid. [Internet]. 2015 [acesso em 5 dez 2018]; 6(2):1019-21. Disponível em: https://revistacuidarte.udes.edu.co/index.php/cuidarte/article/view/307/455.

Fagundes NC, Rangel AG, Carneiro TM, Castro LM, Gomes BS. Educação permanente em saúde no contexto do trabalho da enfermeira. Rev Enferm UERJ. [Internet]. 2016 [acesso em 5 dez 2018]; 24(1):e11349. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/enfermagemuerj/article/view/11349/17855.

Lavich CRP, Terra MG, Mello AL, Raddatz M, Arnemann CT. Ações de educação permanente dos enfermeiros facilitadores de um núcleo de educação em enfermagem. Rev Gaúch Enferm. [Internet]. 2017 [acesso em 5 dez 2018]; 38(1): e62261. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rgenf/v38n1/0102-6933-rgenf-1983-144720170162261.pdf.

Miccas FL, Batista SHSS. Educação permanente em saúde: metassíntese. Rev Saúde Pública. [Internet]. 2014 [acesso em 5 dez 2018]; 48(1): 170-85. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rsp/v48n1/0034-8910-rsp-48-01-0170.pdf.

Gorbea-Portal S. Una nueva perspectiva teórica de la bibliometría basada en su dimensión histórica y sus referentes temporales. Investig Bibl. [Internet]. 2016 [acesso em 5 dez 2018]; 30(70):11-6. Disponível em: http://rev-ib.unam.mx/ib/index.php/ib/article/view/57587/51058.

Erdmann AL, Fernandes JD, Teixeira GA. Panorama da educação em enfermagem no Brasil: graduação e pós-graduação. Enferm Foco. [Internet]. 2011 [acesso em 5 dez 2018]; 2(supl):89-93. Disponível em: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/91/76.

Silvino ZR. Dez anos de Mestrado profissional em enfermagem assistencial da Universidade Federal Fluminense. Online Braz J Nurs. [Internet]. 2013 [acesso em 5 dez 2018]; 12(supl):574-77. Disponível em: http://www.objnursing.uff.br/index.php/nursing/article/view/4583/pdf.

Brasil. Ministério da Educação. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Diretoria de Avaliação. Documento de Área 20. [Internet]. Brasília: Ministério da Educação; 2016 [acesso em 5 dez 2018]. Disponível em: https://www.capes.gov.br/images/documentos/Documentos_de_area_2017/20_enfe_docarea_2016.pdf.

Silva MJ, Sousa EM, Freitas CL. Formação em enfermagem: interface entre as diretrizes curriculares e os conteúdos de atenção básica. Rev Bras Enferm. [Internet]. 2011 [acesso em 5 dez 2018]; 64(2):315-21. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/reben/v64n2/a15v64n2.pdf.

Santos JLG, Erdmann AL, Sousa FGM, Lanzoni GMM, Melo ALSF, Leite JL. Perspectivas metodológicas para o uso da teoria fundamentada nos dados na pesquisa em enfermagem e saúde. Esc Anna Nery Rev Enferm. [Internet]. 2016 [acesso em 5 dez 2018]; 20(3):e20160056. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ean/v20n3/1414-8145-ean-20-03-20160056.pdf.

Lemos CL. Educação permanente em saúde no Brasil: educação ou gerenciamento permanente? Ciênc Saúde Colet. [Internet]. 2016 [acesso em 5 dez 2018]; 21(3):913-22. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/csc/v21n3/1413-8123-csc-21-03-0913.pdf.

Pitano SC. A. Educação problematizadora de Paulo Freire, uma pedagogia do sujeito social. Inter-Ação. [Internet]. 2017 [acesso em 5 dez 2018]; 42(1):87-104. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/interacao/article/view/43774/23208.

Amestoy SC, Schveitzer MC, Meirelles BHS, Backes VMS, Erdmann AL. Paralelo entre educação permanente em saúde e administração complexa. Rev Gaúch Enferm. [Internet]. 2010 [acesso em 5 dez 2018]; 31(2):383-7. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rgenf/v31n2/25.pdf.

Folloni A. Introdução à Teoria da Complexidade. Curitiba: Juruá Editora; 2016.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2020.v11.n5.3691

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.