Enfermagem em Práticas Avançadas no atendimento pré-hospitalar: Oportunidade de ampliação do acesso no Brasil

Marisa Aparecida Amaro Malvestio, Lilian Prates Belém Behringer, Sérgio Dias Martuchi, Marco Aurélio da Silva Fonseca, Luciano da Silva, Eduardo Fernando de Souza, Gilson Clementino Hanszman, Rildo Bezerra

Resumo


objetivo é analisar o cenário de implementação da EPA no atendimento pré-hospitalar (APH) como ferramenta de acesso ao cuidado de urgência no Brasil. Metodologia: Frente ao cenário das urgências, foi realizada análise da literatura relacionada a EPA e seus resultados, bem como investigação não-exaustiva sobre a participação do enfermeiro no APH em outros países, com vistas a explorar o impacto da introdução de enfermeiros na urgência pré-hospitalar no Brasil. Conclusão: A ampliação do papel dos enfermeiros no modelo brasileiro de APH pode viabilizar o alcance da cobertura 100% e incrementar a capacidade de avaliação e  a realizaçãode procedimentos em tempo adequado,  assegurando acesso oportuno ao cuidado. Decs: Serviços Médicos de Emergência; Prática Avançada de Enfermagem; Assistência à Saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2020.v11.n2.4216

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.