O papel da enfermagem para a promoção da sustentabilidade em populações vulneráveis

Monaliza Ribeiro Mariano Grimaldi, Climene Laura de Camargo, Marimeire Morais da Conceição, Maria Carolina Ortiz Whitaker, Paula Marciana Pinheiro de Oliveira

Resumo


Objetivo: Discutir o papel da enfermagem na promoção da sustentabilidade em comunidades vulneráveis. Método: Estudo reflexivo fundamentado na Teoria do Cuidado Transcultural, competências do enfermeiro e no conceito de sustentabilidade associado ao desenvolvimento de populações vulneráveis, especificamente, em comunidades quilombolas. Resultados: Enfermeiros devem estar sensíveis às diferenças culturais, inserindo-as no planejamento do cuidar, pois a interação e assimilação das ações propostas, estão relacionadas aos valores culturais dos indivíduos. Práticas de saúde desenvolvidas pela enfermagem, na perspectiva da promoção da saúde devem considerar o empoderamento das populações vulneráveis, através de ações sustentáveis, possibilitando melhorias socioeconômicas, refletindo no bem-estar ambiental e na saúde. Considerações finais: A enfermagem deve realizar o cuidado ético, considerando as particularidades culturais, proporcionando promoção da saúde através de práticas sustentáveis.


Texto completo:

PDF

Referências


Matos WS, Eugênio BG. Comunidades quilombolas: elementos conceituais para sua compreensão. PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP. 2018; 11(2):141-153. DOI: 10.18468/pracs.2018v11n2.p141-153

Santos VC, Boery EN, Pereira R, Rosa DOS, Vilela ABA, Anjos KF et al. Socioeconomic and health conditions associated with quality of life of elderly quilombolas. Texto contexto - enferm. [Internet]. 2016;25(2): e1300015. https://doi.org/10.1590/0104-07072016001300015.

Siqueira, SMC, Jesus VS, Santos LFN, Muniz JPO, Santos ENB, Camargo CL. Quilombo women’s perceptions of acute and emergency pediatric care: an approach in the light of Leininger. Revista Enfermagem UERJ, 2018;26:e21492. doi: https://doi.org/10.12957/reuerj.2018.21492.

Vargas AMD, Ferreira EF, Mattos FF, Vasconcelos M, Drumond MM, Lucas SD. O acesso aos serviços públicos de saúde em área limítrofe entre municípios. Saude soc., 2011;20(3):821-828. https://doi.org/10.1590/S0104-12902011000300024.

Prates LA, Possati AB, Timm MS, Cremonese L, Oliveira G, Ressel LB. Significados Atribuídos por Mulheres Quilombolas ao Cuidado à Saúde. Rev Fund Care Online. 2018 jul./set.; 10(3):847-855. DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2018. v10i3.847-855

Jesus VS, Siqueira SMC, Camargo CL, Felzemburgh RDM, Whitaker MCO, Santos ML, et al. Promotion of health, sustainability and social development of a vulnerable community. Rev Bras Enferm. 2018;71 (6): 3109-14. doi: 10.1590/0034-7167-2017-0381

Mendes DP, Barlem ELD, Vachetti HH, Hirsch CD. Práticas sustentáveis no âmbito hospitalar: percepção dos enfermeiros. Rev Enferm UFSM. 2018;8(4):769-79. DOI:10.5902/2179769231634

Oliveira MFV, Carraro TE. Cuidado em Heidegger: uma possibilidade ontológica para a enfermagem. Rev. Bras. Enferm. 2011;64(2):376-80. DOI:10.1590/S0034-71672011000200025

Guimarães GL, Goveia VR, Mendoza IYQ, Souza KV, Guimarães MO, Matos SS. Contribuição da teoria de horta para crítica dos diagnósticos de enfermagem no paciente em hemodiálise. Rev Enferm Reuol. 2016;10(2):554-61. DOI: 10.5205 / 8557-74661-1-SM1002201623

Santos AG, Monteiro CFS; Nunes BMVT, Benício CDAV, Nogueira, LT. The nursing care analyzed according the essence of the care of Martin Heidegger. Rev Cubana de Enferm [internet]. 2017; 33 (3) [aprox. 0 p.]. Available from: http://www.revenfermeria.sld.cu/index.php/enf/article/view/1529/295

Chinn PL, Kramer MK. Integrated theory and knowledge development in nursing. 3. ed. Saint Louis: Elsevier/Mosby; 2011.

Leininger M. Culture care diversity and universality: a theory of nursing. New York (USA): National League for Nursing Press; 2001.

Broch D, Crossetti MGO, Riquinho DL. Reflections on violence against women in the perspective of Madeleine Leininger. Rev enferm UFPE on line., 2017;11(12):5079-84. https://doi.org/10.5205/1981-8963-v11i12a22588p5079-5084-2017

Santana C. Humildade cultural: conceito estratégico para abordar a saúde dos refugiados no Brasil. Cad. Saúde Pública [Internet]. 2018;34(11):e00098818.

https://doi.org/10.1590/0102-311x00098818.

Santos ANS, Nascimento ER. Proposições de cuidado cultural à enfermagem frente a aspectos da saúde reprodutiva de mulheres quilombolas. Rev. baiana enferm. [Internet]. 2019;33:e33375. http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v33.33375.

Saupe R, Benito GAV, Wendhausen ALP, Cutolo LRA. Conceito de competência: validação por profissionais de saúde. Saúde Rev [Internet]. 2006;8(18):31-7. Available from: http://189.28.128.100/nutricao/docs/Enpacs/pesquisaArtigos/conceito_de_competencia_validacao_por_prof_saude_2006.pdf

Castro NJC, Mesquita DS, Naka KS, Teixeira JBG, Borges RS. Ensino da Saúde das Populações tradicionais em cursos de graduação em Enfermagem. Enferm Foco, 2019;10(6):36-41. DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2019.v10.n6.2258




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2021.v12.n4.4501

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.