Validação de um instrumento para controle de cura sifilítica em puérperas e recém-nascidos

Manoel Vitor Martins Marinho, Diana da Costa Lobato

Resumo


OBJETIVO: Validar um instrumento para controle de cura sifilítica em puérperas e seus RN, após alta da maternidade. MÉTODO: Design Science Research, com juízes escolhidos pela técnica “bola de neve”. Seguiram-se as etapas de: levantamento bibliográfico; elaboração da tecnologia; validação pelos especialistas, avaliando a tecnologia através de um instrumento de coleta de dados – com uma escala de Likert e espaços para justificativas abertas. A análise dos dados foi feita pelo cálculo do Índice de Validade de Conteúdo (IVC) para cada item para o instrumento. O contato entre pesquisador e juízes se deu via e-mail. RESULTADOS: Participaram da avaliação 5 juízes especialistas. Todos os itens foram considerados relevantes (IVC≥ 0,80), gerando, para o instrumento como um todo, um IVC= 1. Os itens da seção “Identificação do(a) usuário(a)” foram incrementados; na seção “Informações diagnósticas e terapêuticas”, julgou-se pertinente manter campo para registro do teste não-treponêmico, excluindo teste treponêmico. CONCLUSÃO: O instrumento foi validado, apresentando confiabilidade de implementação. A tecnologia será capaz de auxiliar profissionais da atenção primária a conduzir o controle de cura sifilítica de RN e puérperas; e poderá fortificar a comunicação entre os níveis de atenção à saúde.

Palavras-chave: Estudos de validação; Sífilis; Cuidados de seguimento; Prática em saúde pública.


Texto completo:

PDF

Referências


Lafetá KRG, Hercílio MJ, Marise FS, Livia, MRP. Sífilis materna e congênita, subnotificação e difícil controle. Revista Bras Epidemiol [Internet]. 2016 Jan-Mar [cited 2019 Jul 24]; 19(1):63-74. Available from: https://www.scielosp.org/scielo.php?pid=S1415-790X2016000100063&script=sci_arttext&tlng=pt.

Cardoso ARP, Araújo MAL, Cavalcante MS, Frota MA, Melo SP. Análise dos casos de sífilis gestacional e congênita nos anos de 2008 a 2010 em Fortaleza, Ceará, Brasil. Cien Saude Colet [Internet]. 2018 May [cited 2019 Jul 25]; 23(2):563-574. Available from: https://www.scielosp.org/article/csc/2018.v23n2/563-574/.

Nunes OS, Deborah FNCR, Tamiris AM, Polyana MPM, Marília DT. Sífilis gestacional e congênita e sua relação com a cobertura da Estratégia Saúde da Família, Goiás, 2007-2014: um estudo ecológico. Epidemiol Serv Saude [Internet]. 2018 [cited 2019 Jul 25]; 27(4):1-10. Available from: https://www.scielosp.org/article/ress/2018.v27n4/e2018127/pt/.

Ministério da Saúde (BR). Boletim epidemiológico especial. Sífilis 2019 Brasília: Ministério da Saúde, 2019 [cited 2019 Nov 11]. Available from: http://www.aids.gov.br/pt-br/pub/2019/boletim-epidemiologico-sifilis-2019.

BRASIL. Nota informativa nº02 SEI/2017- DIAHV/SVS/MS. Altera os critérios de definição de casos para notificação de sífilis adquirida, sífilis em gestante e sífilis congênita. Departamento de Doenças de Condições Crônicas eInfecções sexualmente Transmissíveis.

Available from: http://www.aids.gov.br/pt-br/legislacao/nota-informativa-no-02-sei2017-diahvsvsms

Ministério da Saúde (BR). Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas para Atenção Integral às Pessoas com Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST): 2020. 1st ed; 2 ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2019 [cited 2020 Jan 15]. Disponível em: http://www.aids.gov.br/pt-br/pub/2015/protocolo-clinico-e-diretrizes-terapeuticas-para-atencao-integral-pessoas-com-infeccoes.

Ministério da Saúde (BR). Guia de Vigilância em Saúde 2019 [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde, 2019 [cited 2019 Sep 10]. Available from: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_vigilancia_saude_3ed.pdf.

Silva DMA, Araújo MAL, Silva RM, Andrade EFV, Moura HJ, Esteves ABB et al. Conhecimento dos profissionais de saúde acerca da transmissão vertical da sífilis em fortaleza. Texto Contexto Enfermagem [Internet]. 2014 Apr-Jun [cited 2019 Jul 25];23(2):278-85. Available from: http://www.scielo.br/pdf/tce/v23n2/pt_0104-0707-tce-23-02-00278.pdf.

Domingues RMSM, LEAL MC. Incidência de sífilis congênita e fatores associados à transmissão vertical da sífilis: dados do estudo Nascer no Brasil. Cad Saude Publica [Internet]. 2016 Jun [cited 2019 Oct 10];32(6):1-12. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-311X2016000605002&script=sci_abstract&tlng=pt.

Merhy EE; Feuerwerker LCM. Novo olhar sobre as tecnologias de saúde: uma necessidade contemporânea. In: Merhy EE; Baduy RS; Seixas CT; Almeida D.ES; Slomp Junior H. Avaliação compartilhada do cuidado em saúde: surpreendendo o instituído nas redes. Rio de Janeiro: Hexis; 2016. p. 59-72.

Salbego C, Elisabeta NA, Elizabeth T, Nara MOGP, Camila FW, Silomar I. Tecnologias cuidativo-educacionais: um conceito emergente da práxis de enfermeiros em contexto hospitalar. Rev Bras Enferm [Internet]. 2018 [cited 2019 Nov 18];71 suppl 6: 2825-33. Available from: http://www.scielo.br/pdf/reben/v71s6/pt_0034-7167-reben-71-s6-2666.pdf.

Dresch A, Lacerda DP, Miguel PAC. Uma análise distintiva entre o Estudo de Caso, A Pesquisa-Ação e a Design Science Research. Rev. bras. gest. neg. [Internet]. 2015 Abr-Jun [cited 2020 Sep 12];17(56):1116-1133. Available from: https://www.scielo.br/j/rbgn/a/Tx8469yFmpqVxZWRyCMs5cw/abstract/?lang=pt

Moraes JL Protocolo para consulta de enfermagem no pré-natal: construção e validação [dissertation]. Universidade Federal do Ceará; 2013.

Cubas MR, Nilza TM, Simone TM, Deborah RC. Avaliação da Atenção Primária à Saúde: validação de instrumento para análise de desempenho dos serviços. Saúde debate [Internet]. 2017 Apr-Jun [citado 2019 Nov 11];41(113):471-85. Available from: https://www.scielo.br/j/sdeb/a/CGjS9wpFPdW6x9ktJ37sCJg/?lang=pt&format=pdf

Tase TH, Quadrado ERS, Tronchin DMR. Avaliação do risco de erro na identificação de mulheres numa maternidade pública. Rev Bras Enferm [Internet]. 2018 Jan-Feb [cited 2021 Jan 15];71(1):131-7. Available from: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0034-71672018000100120&script=sci_arttext&tlng=pt.

World Health Organization. World Health Patient Safety: Making health care safer [Internet]. Geneva: World Health Organization; 2017 [cited 2021 Jan 15]. Available from:. https://www.who.int/publications/i/item/patient-safety-making-health-care-safer.

Ministério da Saúde (BR). Manual técnico para diagnóstico da sífilis, 2016 [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde; 2016 [cited 2019 Oct 10]. Available from: http://www.aids.gov.br/pt-br/pub/2016/manual-tecnico-para-diagnostico-da-sifilis.

Silva RSS, Rocha, Gouveia MTO, Dantas ALB, Santos JDM, Carvalho NAR. Uso de pulseiras de identificação: implicações para a segurança do recém-nascido na maternidade. Esc Anna Nery [Internet]. 2019 [cited 2021 Jan 15];23(2):1-6. Available from: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-81452019000200218&script=sci_arttext&tlng=pt#:~:text=Al%C3%A9m%20de%20simples%2C%20a%20identifica%C3%A7%C3%A3o,presta%C3%A7%C3%A3o%20da%20assist%C3%AAncia%20de%20enfermagem.&text=Um%20estudo%20realizado%20em%20uma,84%25%20dos%20RN%20internados15.

World Health Organization. Administrative Errors: Technical Series on Safer Primary Care [Internet]. Geneva: World Health Organization; 2016 [cited 2021 jan 15]. Available from: https://www.who.int/patientsafety/topics/primary-care/technical_series/en/.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2021.v12.n6.4727

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.