Caderneta de saúde da criança: incompletude dos parâmetros avaliados na consulta

Karolaine Fernanda Marques, Luana da Silva, Márcia Aparecida dos Santos Silva Canario, Rosângela Aparecida Pimenta Ferrari

Resumo


Objetivo: Analisar a consulta e o registro na Caderneta de Saúde da Criança quanto ao acompanhamento no serviço de atenção básica. Método: Trata-se de um estudo quantitativo transversal desenvolvido em municípios da 17ª Regional de Saúde de Londrina, interior do estado do Paraná, Sul do Brasil, no período de julho de 2017 a fevereiro de 2018 nas maternidades e seis meses após, no domicilio, sendo 230 mulheres que participaram das duas etapas. Utilizou-se o Teste Qui-quadrado de Pearson, a significância estatística adotada em todas as análises foi de 5%, expressa em p-valor. Resultados: Houve subregistro de sinais vitais e avaliação da mamada nos municípios de médio porte. Assim como no preenchimento das consultas do terceiro e quarto trimestre, tanto nos municípios de grande porte quanto de médio porte. Conclusão: Faz-se necessário que os profissionais de saúde reconheçam a Caderneta de Saúde da Criança como um documento primordial para acompanhamento do infante e que seu preenchimento seja realizado corretamente.


Texto completo:

PDF

Referências


- Santos GS, Pieszak GM, Gomes GC, Biazus CB, Silva SO. Contribuições da Primeira Infância Melhor para o crescimento e desenvolvimento infantil na percepção das famílias. Rev Fun Care Online. 2019 Jan/Mar; 11(1): 67-73. DOI: 10.9789/2175-5361.2019.v11i1.67-73.

- Zanardo GM, Andrade U, Zanardo GM, Menezes LP. Atuação do enfermeiro na consulta de puericultura: uma revisão narrativa da literatura. Revista de Enfermagem|FW. 2017; 13(13): 55-69.

- Lima LG, Nobre CS, Lopes ACMU, Rolim KMC, Albuquerque CDM, Araujo MAL. A Utilização da Caderneta de Saúde da Criança no acompanhamento Infantil. Revista Brasileira de Ciências da Saúde. 2016; 20(2): 167-174.

- Amorim LDP, Senna MIB, Gomes VE, Amaral JHLD, Vasconcelos M, Silva AGD, et al. Preenchimento da Caderneta de Saúde da Criança nos serviços de saúde em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Epidemiologia e Serviços de Saúde. 2018; 27(1): 1-10. DOI: 10.5123/s1679-49742018000100016.

- Silva FB, Gaíva MAM. Dificuldades enfrentadas pelos profissionais na utilização da caderneta de saúde da criança. Rev. Bras. Pesq. Saúde. 2016; 18(2): 96-103.

- Ingrid PH, Silvana DSZ, Elisangela AZ. Diagnósticos, intervenções e resultados de enfermagem para subsidiar a consulta de enfermagem à criança. Enferm. Foco. 2019; 16-21.

- Reichert APDS, Rodrigues PF, Albuquerque TM, Collet N, Minayo MCDS. Vínculo entre enfermeiros e mães de crianças menores de dois anos: percepção de enfermeiros. Ciência & Saúde Coletiva. 2016 Ago; 21(8): 2375-2382. DOI: 10.1590/1413-81232015218.07662016.

- Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde da criança: crescimento e desenvolvimento / Ministério da Saúde. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2012.

- Silva FB, Gaíva MAM. Preenchimento da caderneta de saúde da criança: percepção dos profissionais. Cienc Cuid Saude. 2015; 14(2): 1027-1034.

- Abud SM, Gaíva MAM. Registro dos dados de crescimento e desenvolvimento na caderneta de saúde da criança. Rev Gaúcha Enferm. 2015; 36(2):97-105.

- Carneiro GCDS, Morais LMCD, Costa LFDA, Moura THMD, Javorsk M, Leal LP. Crescimento de lactentes atendidos na consulta de enfermagem em puericultura. Revista Gaúcha de Enfermagem. 2015; 36(1): 35-42.

- Nascimento EN, Paschoal SRG, Sebastião LT. Intervenção educativa sobre prevenção de acidentes infantis domésticos realizada por estagiários de Fonoaudiologia na Unidade de Saúde da Família. Rev. CEFAC. 2019; 21(5). DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1982-0216/201921517018.

- Pedraza DF, Santos IS. Avaliação da vigilância do crescimento nas consultas de puericultura na Estratégia Saúde da Família em dois municípios do estado da Paraíba, Brasil. Epidemiol. Serv. Saude. Brasília, 2017 out-dez; 26(4):847-855. DOI: 10.5123/S1679-49742017000400015.

- Silva, AML, Monteiro GRSDS, Tavares ANDS. A introdução alimentar precoce e o risco de alergias: Revisão da literatura. Revista Eletronica Trimestral de Enfermeria. 2019 abr, n. 54, p. 486-498.

- Ferreira ACT, Pieszak GM, Rodrigues SO, Ebling S. Consulta de puericultura: desafios e perspectivas para o cuidado de enfermagem à criança e a família. Vivências: Revista Eletrônica de Extensão da Uri. 2015; 11(20): 231-241.

- Ferreira AF, Freitas RDSC, Santos MCSD, Silva RDM, Silva AMD, Santos MKDS. Consulta de puericultura: problemas encontrados em menores de 2 anos. Rev enferm UFPE on line. 2019; 13: 1-7. DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963.2019.240072.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2021.v12.n6.4904

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.