Trabalho de enfermagem em unidade de internação pediátrica: desafios do cotidiano

Andressa da Silveira, Alexa Pupiara Flores Coelho Centenaro, Bruna Mara Picollo

Resumo


Objetivo: conhecer como os profissionais de enfermagem percebem o seu trabalho e os desafios do seu cotidiano em unidade de internação pediátrica. Método: pesquisa qualitativa, descritiva e exploratória, realizada com profissionais de enfermagem de uma unidade de internação pediátrica de um hospital filantrópico do Sul do Brasil. Os dados foram produzidos a partir entrevistas semiestruturadas e submetidos à análise temática de conteúdo. Resultados: a primeira categoria analítica evidenciou as percepções das profissionais sobre o trabalho de enfermagem e desafios do cotidiano em unidade pediátrica. Já a segunda categoria analítica desvelou as demandas de educação permanente para a qualificação do trabalho de enfermagem em unidade pediátrica. Conclusão: as profissionais de enfermagem se colocavam frente ao desafio de promover assistência qualificada e humanizada, apesar da imersão em um cotidiano de rotinas e acúmulo de atividades, destacando a educação permanente como uma possibilidade para potencializar sua prática profissional.

Descritores: Enfermagem; Enfermagem materno-infantil; Profissionais de enfermagem pediátrica; Criança hospitalizada.


Texto completo:

PDF

Referências


Silva RP, Valente GSC, Camacho ACLF. Risk management in the scope of nursing professionals in the hospital setting. Rev. Bras. Enferm. 2020; 73(6):e20190303.

Sánchez JB, Zavala MH, Grajales RAZ. Factores relacionados con la seguridad y la calidad en la atención del paciente pediátrico hospitalizado. Enferm. Univ. 2019; 16(1).

Harrison TM, Steward D, Tucker S, Fortney CA, Militello LK, Smith LH, Thrane S, Tubbs-Cooley HL, Pickler RH. The future of pediatric nursing science. Nurs Outlook. 2020;68(1):73-82.

Costa NN, Silva AEBC, Lima JC, Bezerra ALQ, Sagawa MR, Sousa MRG. Pediatric work environment: satisfaction on nursing professionals. Rev enferm UFPE on line., Recife, 12(12):3327-36, 2018.

Issi HB, Motta MDGCD. Care and temporality: pediatric nursing in the Joint Permanence System of a teaching hospital. Rev Gaucha Enferm. 2020;41(spe):e20190170.

Mörelius E, Foster M, Gill FJ. A scoping review of nursing research priorities in pediatric care. J Pediatr Nurs. 2020;52:e57-e69.

Minayo MC. Amostragem e saturação em pesquisa qualitativa: consensos e controvérsias. Rev Pesqui Qualit. 2017; 5(7):1-12.

Bardin L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70; 2011.

Lamb FA, Beck CLC, Coelho APF, Vasconcelos RO. Nursing work in a pediatric emergency service: between pleasure and pain. Cogitare enferm. 2019; 24:e59396.

Vasconcelos LS, Camponogara S, Dias GL, Bonfada MS, Beck CLC, Rodrigues IL. Pleasure and suffering in the nurgins work in a Pediatric Intensive Therapy Unit. REME. 2019;23:e-1165.

Garcia LG, Pinto MH, Canille RMS. Engajamento do profissional da enfermagem no trabalho com crianças em tratamento oncológico. Enferm. Foco. 2020; 11(5):152-8.

Ferreira VHS, Teixeira VM, Giacomini MA, Alves LR, Gleriano JS, Chaves LDP. Contributions and challenges of hospital nursing management: scientific evidence. Rev Gaúcha Enferm. 2019;40:e20180291.

Neves CA, Sousa VC, Nascimento L. Contratualização de um hospital filantrópico no SUS: percepção e participação dos profissionais de enfermagem. RAHIS. 2019; 16(4):46-62.

Reis CD, Amestoy SC, Silva GTR, Santos SD, Varanda PAG, Santos IAR, et al. Stressful situations and coping strategies adopted by leading nurses. Acta Paul Enferm. 2020; eAPE20190099.

Pimenta CJP, Bezerra TA, Martins KP, Costa TF, Viana LRC, Costa MML, Costa KNFM. Pleasure and suffering among hospital nurses. Rev Bras Enferm. 2020;73(2):e20180820.

Uhm JY, Ko Y, Kim S. Implementation of an SBAR communication program based on experiential learning theory in a pediatric nursing practicum: a quasi-experimental study. Nurse Educ Today. 2019;80:78-84.

Liang HF, Wu KM, Wang YH. Nursing students' first-time experiences in pediatric clinical practice in Taiwan: a qualitative study. Nurse Educ Today. 2020;91:104469.

Soares PR, Silva CRL, Louro TQ. Comfort of the child in intensive pediatric therapy: Perception of nursing professionals. Rev Bras Enferm. 2020;73(4):e20180922.

Ozanam MAQ, Santos SVM, Silva LA, Dalri RCMB, Bardaquim VA, Robazzi MLCC. Satisfação e insatisfação no trabalho dos profissionais de enfermagem. Braz J of Develop. 2019; 5(6):6156-6178.

Regino DDSG, Nascimento JDSG, Parada CMGL, Duarte MTC, Tonete VLP. Training and evaluation of professional competency in pediatric nursing: perspective of university professors. Rev Esc Enferm USP. 2019;53:e03454.

Mororó DDS, Menezes RMP, Queiroz AAR, Assis Silva CJ, Pereira WA. Nurse as an integrator in healthcare management of children with chronic condition. Rev Bras Enferm. 2020;73(3):e20180453.

Costa CO, Souza TLV, Matias ÉO, Gurgel SS, Mota RO, Lima FET. Segurança do paciente pediátrico no processo de administração de medicamento endovenoso. Enferm. Foco. 2020; 11(4):194-201.

Stotts JR, Lyndon A, Chan GK, Bekmezian A, Rehm RS. Nursing surveillance for deterioration in pediatric patients: an integrative review. J Pediatr Nurs. 2020;50:59-74.

Betz CL. Time Again? Research priorities in pediatric nursing. J Pediatr Nurs. 2021;56:A7-A9.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2021.v12.n6.4926

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.