Preceptoria como potencializadora da integração ensino-serviço na formação em Enfermagem

Carine Vendruscolo, Juliana Andréa Duarte Araújo, Edlamar Kátia Adamy, Elaine Cristina Novatzki Forte, Jeane Barros de Souza, Daniela Savi Geremia, Ana Valéria Machado Mendonça, Maria Fátima de Sousa

Resumo


Objetivo: Desvelar as contribuições da preceptoria para a integração ensino-serviço na formação em Enfermagem. Métodos: Pesquisa Apreciativa, realizada com oito enfermeiras professoras e preceptoras, no contexto da Atenção Primária, em um município do Oeste de Santa Catarina. As informações foram coletadas em 2019, por meio das quatro fases do “ciclo 4D”, do inglês: discovery, dream, design e destiny. As informações foram gravadas e tratadas mediante análise temática com auxílio do software Atlas.ti, à luz da obra do educador Paulo Freire. Resultados: Os documents possibilitaram selecionar trechos significativos, associando-os a cinco code groups: aproximar/dialogar; atribuições do preceptor; mão de obra; planejamento; e troca de conhecimentos. A integração ensino-serviço apresenta-se como um processo em pleno fortalecimento na região, favorecida pelo desenvolvimento de competências para a preceptoria. Conclusão: Ao investir-se na qualificação pedagógica dos preceptores e no diálogo entre Universidade e serviço de saúde, torna-se tangível um destino favorável à formação em Enfermagem.


Texto completo:

PDF

Referências


Vendruscolo C, Ferraz F, Prado ML, Kleba ME, Martini JG. Intersectorial instances of management: movements for the reorientation in Health education. Interface (Botucatu) 2018; 2001 [citado 20 mai. 2021], 22(1):1353-64. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1807-57622017.0180

Freire P. Pedagogia do oprimido. 65 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra; 2018.

Freire P. Educação como prática da liberdade. 42 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2018.

Garcia AP, Cadioli LM, Lopes Júnior A, Gusso A, Valladão Júnior JBR. Preceptorship in the Family Medicine Residence of Universidade de São Paulo: policies and experiences. Rev Bras Med Fam Comunidade. 2018 [citado 20 jul. 2021];13(40):1-8. Disponível em: https://www.rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/1610

Rodriguez-García M, Medina-Moya JL. The legacy of care as reflexive learning. Rev Latino-am Enferm 2016 [citado 20 mai. 2021]; 24:e2711. Available from: http://dx.doi.org/10.1590/1518-8345.0639.2711.

Ministério da Educação (BR). Resolução CNE/CES n. 3, de 7 de novembro de 2001. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Enfermagem. Brasília: Diário Oficial da União; 2001 [citado 20 mai. 2021]. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES03.pdf.

Ferreira FC, Dantas FC, Valente GSC. Nurses’ knowledge and competencies for preceptorship in the basic health unit. Rev Bras Enferm 2018 [cited 2021 May 20]; 71(4):1564-71. Available from: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0533.

Arnemann CT, Gastaldo D, Kruse MHL. Pesquisa Apreciativa: características, utilização e possibilidades para a área da Saúde no Brasil. Interface (Botucatu). 2018 [citado 20 mai. 2021]; 22(24):121-31. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1807-57622016.0763.

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 14ª ed. São Paulo: Hucitec; 2014.

Arnemann CT, Kruse MHL, Gastaldo D, Jorge ACR, Silva AL, Margarites AGF, et al. Preceptor’s best practices in a multiprofessional residency: interface with interprofessionality. Interface (Botucatu) [Internet]. 2018 [cited 2019 Nov 12];22(Suppl 2):1635-46. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-32832018000601635&lng=pt&nrm=iso.

Bravo VAA, Santos LC, Cyrino EG, Cyrino APP, Villardi ML, Pinto TR. Produzindo pesquisa, formação, saúde e educação na integração ensino, serviço e comunidade. Interface (Botucatu) 2018 [citado 20 mai. 2021]; 22(1):1481-91. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1807-57622017.0440.

Costa MV. A educação interprofissional no contexto brasileiro: algumas reflexões. Interface (Botucatu) 2016 [citado 20 mai. 2021]; 20(56):197-8. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1807-57622015.0311.

Carpenter J, Dickinson H. Interprofessional education and training. 2a ed. Bristol: The Policy Press; 2016.

Ministério da Saúde (BR). Portaria n. 2.436, de 21 de setembro de 2017. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Brasília: Diário Oficial; 2017 [citado 20 mai. 2021]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2017/prt2436_22_09_2017.html.

Freire P. Educação e mudança. 34a ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra; 2011.

Ministério da Saúde (BR). Resolução n. 569, de 08 de dezembro de 2017. DCN comuns aos cursos de graduação na área da saúde. Brasília: Diário Oficial; 2018.

Vendruscolo C, Ferraz F, Prado ML, Kleba ME, Reibnitz KS. Teaching-service integration and its interface in the context of reorienting health education. Interface (Botucatu). 2016 [citado 20 mai. 2021]; 20(59):1015-25. Available from: http://dx.doi.org/10.1590/1807-57622015.0768.

Toso BRGO, Padilha MI, Breda KL. O eufemismo das boas práticas ou a prática avançada de enfermagem. Esc Anna Nery 2019 [citado 20 mai. 2021]; 23(3):e20180385. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/2177-9465-EAN-2018-0385.

Luís SPD, Costa MGFA, Casteleiro CSC. Good practices in the stump cord care: a study review. Millenium J Educ, Technol, Health. 2014 [citado 20 mai. 2021]; (2):33-46. Available from: http://www.ipv.pt/millenium/Millenium47/4.pdf.

Melo EA, Miranda L, Silva AM, Limeira RMN. Dez anos dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF): problematizando alguns desafios. Saúde debate. 2018 [citado 20 mai. 2021]; 42(1):328-40. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0103-11042018s122.

World Health Organization. Um guia para identificar e documentar melhores práticas em programas de planejamento familiar. Brasília: WHO; 2017 [citado 20 mai. 2021]. Disponível em: http://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/258690/9789290341154-por.pdf;jsessionid=4253981D8B8659CA7CEC87DA28A9A3EC?sequence=5.

Neves VS, Prestes EMT, Sabino RN et al. Quatro pilares da educação para o século XXI na formação permanente do profissional da saúde. Rev enferm UFPE on line. 2016 [citado 20 mai. 2021]; 10(Supl. 4):3524-30.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2021.v12.n7.SUPL.1.5201

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.