Diagnósticos de enfermagem prevalentes no bloco materno-infantil de um hospital público de Brasília

Rinaldo de Souza Neves, Pedro Henrique Meireles de Araújo, Tereza Cristina Lemes Lacerda

Resumo


Resumo: Trata-se de um estudo de abordagem quantitativa que propõe a formulação dos diagnósticos de enfermagem prevalentes em cinco setores
do Bloco Materno-Infantil, por meio da utilização dos diagnósticos da North American Nursing Diagnoses Association e da Classificação Internacional
das Práticas de Enfermagem. Foi realizada uma análise de prontuários para identificação dos diagnósticos de enfermagem prevalentes nesses setores,
adotando-se o critério de cinco diagnósticos prevalentes por setor. No total, foram mapeados 30 diagnósticos de enfermagem prevalentes, dentre
estes a dor aguda, mais prevalente em mulheres gestantes no Centro Obstétrico, o risco de crescimento desproporcional em crianças internadas na
Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica, o risco de infecção em neonatos internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal e em recém-nascidos e
puérperas internadas no Alojamento Conjunto e o padrão respiratório ineficaz em crianças internadas na Pediatria. Os diagnósticos foram comparados
e identificados semelhanças entre os resultados encontrados na literatura.

Descritores: Assistência de Enfermagem, Diagnósticos de enfermagem, Enfermagem obstétrica, Enfermagem pediátrica.

Prevalent nursing diagnoses in maternal and child bloc of a public hospital in Brasilia

Abstract: It is about a quantitative approach study which offers the formulation of the prevalent nursing diagnoses into five sectors of the Maternal and
Child Bloc, through the use of the diagnosis of North American Nursing Diagnosis Association and the International Classification of Nursing Practice. A
medical records analysis was performed to identify the prevalent nursing diagnoses in these sectors, adopting the criterion of five prevalent diagnostics
by sector. In general, 30 prevalent nursing diagnoses were mapped, among these the sharp pain - more prevalent in pregnant women in the obstetric
center -, the disproportionate growth risk for hospitalized children in Pediatric Intensive Care Unit, the contamination risk on hospitalized neonates in
Neonatal Intensive Care Unit and on newborns and hospitalized postpartum women in the cooperative accommodation and the ineffective breathing
standard in hospitalized children in the Pediatrics. The diagnoses were compared and similarities were found between the results obtained in the literature.

Descriptors: Nursing Care, Nursing diagnoses, Obstetric nursing, Pediatric nursing.

Diagnósticos de enfermería prevalentes en el bloque materno-infantil de un hospital público de Brasília

Resumen: Se trata de un estudio de abordaje cuantitativo que propone la formulación de diagnósticos de enfermería mas frecuentes en cinco sectores
del Bloque Materno-infantil, mediante el uso de los diagnósticos de la North American Nursing Diagnosis Association y de la Clasificación Internacional
de la Práctica de Enfermería. Se analizaron los registros médicos para identificar los diagnósticos de enfermería mas frecuentes en estos sectores, seleccionando
los cinco diagnósticos de mayor incidencia por sector. En total se mapearon los 30 diagnósticos de enfermería mas frecuentes , entre ellos el
dolor agudo más frecuente en las mujeres embarazadas en el Centro Obstétrico, el riesgo de un crecimiento desproporcionado de niños ingresados en
la Unidad de Cuidados Intensivos Pediátricos, el riesgo de infección en los recién nacidos en la Unidad de Cuidados Intensivos Neonatales y del recién
nacido y pos-parto hospitalizados en el Alojamiento Conjunto y el patrón respiratorio ineficaz en niños hospitalizados en Pediatría. Los diagnósticos
fueron comparados y se identificó similitudes con los resultados encontrados en la literatura.

Descriptores: Cuidados de Enfermería, Los diagnósticos de enfermería, Enfermería Neonatal, Enfermería pediátrica.


Texto completo:

PDF

Referências


Pinheiro AM, Tannure MC. SAE: Sistematização da Assistência de enfermagem. 2. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2010.

Horta WA. Processo de Enfermagem. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2011.

Nanda. Diagnósticos de enfermagem da NANDA International: definições e classificação 2012/2014. Porto Alegre: Artmed; 2013.

Bulechek GM, Mccloskey JC. Classificação das Intervenções de Enfermagem (NIC). 3. ed. São Paulo: Artmed; 2004.

Sumita SLN. O processo de enfermagem na assistência à parturiente: diagnósticos e intervenções. São Paulo: [s. n.]; 2002.

Maia VA, Neves MGC, Souza LM. Padrão Mínimo de Enfermagem: proposta de protocolo em uma UTI pediátrica pública do DF [Trabalho de Conclusão de Curso]. Brasília: Hospital Materno-Infantil de Brasília; 2012.

Melo MIS. Diagnósticos de enfermagem e propostas de intervenções em recém-nascidos pré-termo (Idade gestacional menor que 37 semanas) em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Hospital Materno-Infantil de Brasília, Brasília; 2002.

França DF, et al. Diagnósticos de enfermagem de recém-nascidos com sepse em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Rev. Latino-Am. Enfermagem. mar.-abr. 2014;22(2):255-61.

Alves, AR, et al. Diagnósticos de enfermagem em unidades de alojamento conjunto. Rev.Bras.Enferm. Brasília 2010 nov-dez: 849-9.

Furlan MFFM, Patine FS. Diagnósticos de enfermagem no atendimento a puérperas e recém-nascidos internados em alojamento conjunto. Arq. Ciênc. Saúde [acesso em 12 abr 2013]. 2006 out-dez;13(4):202-8. Disponível em: http://www. cienciasdasaude.famerp.br/racs_ol/vol-13-4/Famerp%20 13%284%29%20ID%20169%20-%2015.pdf.

Bachion MM, Munari DB, Salge AKM, Vieira F. Diagnósticos de enfermagem da NANDA no período pós-parto imediato e tardio. Esc. Anna Nery [Internet]. 2010 [cited 2012 jun 30];14(1):83-9. Available from: http://dx.doi.org/10.1590/S1414- 81452010000100013.

Chagas KLMC, Lima LHO, Luz GOA, Oliveira EAR. Diagnósticos de enfermagem em crianças com sinais e sintomas respiratórios: um estudo descritivo. Rev Rene. Fortaleza, 2011 abr-jun;12(2):302-8.

Andrade, LZC, et al. Desobstrução ineficaz de vias áreas em crianças com infecção respiratória. Rev.Eletr.Enferm. 2014. Jan. mar;16 (1):21-7.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2014.v5.n3/4.560

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.