Perfil Epidemiológico dos portadores de insuficiência renal crônica submetidos à terapia hemodialítica

Ivonizete Pires Ribeiro, Andira Luana Soares Pinheiro, Andressa Luana Araújo Soares, Nayara Franciele Marques dos Santos

Resumo


Resumo: Objetivou-se traçar o perfil epidemiológico do portador de IRC em tratamento hemodialítico na cidade de Teresina-PI. Tratou-se de um estudo
quantitativo descritivo, realizado na unidade de nefrologia conveniada ao Sistema Único de Saúde (SUS), com 64 pacientes. A coleta de dados ocorreu
de março a maio do ano de 2010. Constatou-se que a maioria dos pacientes é do gênero masculino (67,19%), faixa etária de 40 a 59 anos (40,63%), sendo
60,94% casados, residentes em Teresina (64,06%), com baixo nível de escolaridade, renda individual de 1 a 2 salários mínimos e com moradia própria.
Em 69% a doença de base foi hipertensão arterial e diabetes; e as principais dificuldades encontradas foram os efeitos causados pelo tratamento e
o transporte, influenciando na manutenção da terapia hemodialítica. Tais fatores servem para subsidiar decisões para melhorar a assistência a esses
pacientes juntamente com o enfermeiro atuando na prevenção das doenças que levam a IRC.

Descritores: Insuficiência Renal Crônica, Diálise Renal, Avaliação em enfermagem.

Epidemiological profile of renal failure patients submitted to hemodialysis

Abstract: The objective was to outline the epidemiological profile of patients with CRF on hemodialysis in the city of Teresina-PI. This is a descriptive
quantitative study, conducted in the nephrology unit convening the National Health System (SUS), with 64 patients. Data collection occurred from March
to May of 2010. It was found that the majority of patients are male (67.19%), aged 40-59 years (40.63%), and 60.94% were married, living in Teresina
(64.06%) with fewer years of education, individual income 1-2 minimum wages and proper housing. In 69% the underlying disease was hypertension
and diabetes, and the principal problems were the effects caused by treatment and transport, influencing the maintenance of hemodialysis. Such factors
serve to support decisions to improve care for these patients jointly with nurses working in the prevention of diseases leading to CRF.

Descriptors: chronic renal failure, renal dialysis, nursing assessment.

Perfil Epidemiológico dos los pacientes con insuficiencia renal crónica sometidos a hemodiálisis

Resumen: El objetivo fue analizar el perfil epidemiológico de los pacientes con insuficiencia renal crónica en hemodiálisis en la ciudad de Teresina-PI.
Este es un estudio cuantitativo descriptivo, realizado en la unidad de nefrología convocatoria del Sistema Nacional de Salud (SUS), con 64 pacientes. Los
datos fueron recolectados entre marzo y mayo de 2010. Se encontró que la mayoría de los pacientes son hombres (67,19%), edad 40-59 años (40,63%), y
60,94% estaban casadas, que viven en Teresina (64,06%) con menos años de educación, los ingresos individuales de 1.2 salarios mínimos y una vivienda
digna. En un 69% la enfermedad de base fue la hipertensión y la diabetes, y los principales problemas fueron los efectos causados por el tratamiento
y el transporte, que influyen en el mantenimiento de la hemodiálisis. Estos factores sirven para apoyar las decisiones para mejorar la atención de estos
pacientes junto con las enfermeras que trabajan en la prevención de las enfermedades que conducen a la IRC.

Descriptores: Insuficiencia renal crónica, La diálisis renal, Evaluación en enfermería.


Texto completo:

PDF

Referências


Sociedade brasileira de nefrologia (BR). Censo 2008. [on line] 2008; [citado 2009 set 05]. Disponível em: http://www.sbn.org.br/ Censo/2008/censo_SBN_2008.ppt

Ministério da saúde (BR). Sistema de informações ambulatoriais do SUS-SAI/SUS. [on line] 2006; [citado 2009 set 07]. Disponível em: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?idb2007/d22.def.

Batista PBP, Lopes AA. Estudo Epidemiológico sobre a terapia

renal substitutiva II. Epidemiol Serv Saúde. [on line] 2009 abr/jun; [citado 2009 set 13]; 18(2): [aprox.13 telas]. Disponível em: http:// www.scielo.br.

Sesso R. Epidemiologia da doença renal crônica no Brasil e sua prevenção. Secretaria de Estado da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Centro de Vigilância Epidemiologia; São Paulo [periódico na internet]. 2006; [citado 2009 set 05]. Disponível em: ftp://ftp.cve.saude.sp.gov.br/doc_tec/cronicas/irc_prevprof. pdf.

Chaves LPD, Anselmi ML, Barbeira CBS, Hayashida M. Estudo da sobrevida de pacientes submetidos à hemodiálise e estimativa de gastos no município de Ribeirão Preto–SP. Rev Esc Enferm. [on line] 2002; [citado 2009 set 08]; 36(2): [aprox.10 telas]. Disponível em: http://www.scielo.br.

Smeltzer SC, Bare BG. Brunner e Suddarth: Tratado de enfermagem médico-cirúrgica. 6a ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2002.

Lima LR, Mendonça RR. Perfil epidemiológico do paciente renal crônico em tratamento hemodialítico em Anapólis – GO. Rev Intersec. [on line] 2008; [citado 2010 mai 23]; 9(2): [aprox.7 telas]. Disponível em: http://www.saocamilo-mg.br/publicacoes/ edicao_3/sao_camilo/artigo_04.pdf.

Barbosa DA, Gunji CK, Bittencourt ARC, Belasco AGS, Diccini S, Vattimo F, et al. Co-morbidade e mortalidade de pacientes em início de diálise. Acta paul Enferm. [on line] 2006; [citado 2010 mai 23]; 19(3): [aprox.6 telas]. Disponível em: http://www.scielo.br.

Lara EA, Sarquis LMM. O paciente renal crônico e sua relação com o trabalho. [CD-ROM] [Monografia]. Londrina: Curso de Enfermagem da Universidade Federal do Paraná, 2005.

Santos PR. Relação do Sexo e da Idade com Nível de Qualidade de Vida em Renais Crônicos Hemodialisados. Rev Assoc Méd Brasileira. [on line] 2006; [citado 2010 mai 23]; 52(5): [aprox.14 telas]. Disponível em: http://www.scielo.br.

Biernat JC. Sobrevida em hemodiálise. In: Cruz J, Barros RT, Sesso RCC, David Neto E, Suassuna JHR, Heilberg IP, et al, coordenadores. Atualidades em nefrologia 3. São Paulo: Savier; 1994. p. 155-159.

Martins MRI, Cesarino CB. Qualidade de vida de pessoas com doença renal crônica em tratamento hemodialítico. Rev Latino-am Enfermagem. [on line] 2005 set/out; [citado 2010 mai 24]; 13(5): [aprox.9 telas]. Disponível em: http://www.scielo.br.

Adjezen H, Schor N. Guia de nefrologia. 2ed. Barueri - SP: Manole, 2005. p.468.

Pitta GBB, Andrade ART, Castro AA. Acesso venoso central para hemodiálise. Angiologia e cirurgia vascular: guia ilustrado UNCISAL/ECMAL & LAVA [periódico na internet]. 2003; [citado 2010 maio 24]. Disponível em: http://www.lava.med.br/livro.

Associações de pacientes renais crônicos. Perfil da doença renal crônica: o desafio brasileiro 2007. [on line] 2007; [citado 2010 mai 24]. Disponível em: http://www.sbn.org.br/noticias/DossieFinal. pdf.

Romão Jr JE. O rim e suas doenças. Sociedade Brasileira de Nefrologia. [on line] 2004. [citado 2010 mai 24]. Disponível em: http://www.sbn.org.br/Publico/rim.htm.

Pinheiro ME, Alves CMP. Hipertensão arterial na diálise e no transplante renal. J Bras Nefrol. [periódico na internet]. 2003; [citado 2010 maio 24]; 25(3): [aprox.13 telas]. Disponível em: http:// www.sbn.org.br/JBN/JBNAcontece/0203/revisao1.htm.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2014.v5.n3/4.567

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.