Alterações de saúde e sintomas sugestivos de depressão entre trabalhadores da enfermagem do serviço de atendimento móvel de urgência

Mayara Caroline Ribeiro Antonio, Mariluci Camargo Ferreira da Silva Candi, Luciana Contrera, Sebastião Junior Henrique Duarte, Antonia Regina Ferreira Furegato, Elenir Rose Jardim Cury Pontes

Resumo


Resumo: Objetivou-se relacionar as alterações de saúde com a prevalência de sintomatologia sugestiva de depressão dos profissionais da equipe de
enfermagem do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Estudo epidemiológico, descritivo e transversal, com abordagem quantitativa, realizado
entre julho e outubro de 2013. Participaram do estudo 85 profissionais de enfermagem. Os trabalhadores que indicaram serem portadores de transtorno
mental apresentaram prevalência de sintomatologia sugestiva de depressão quatro vezes maior quando comparada aos trabalhadores que não indicaram
serem portadores dessa doença. Conclui-se que a associação entre a prevalência de sintomatologia sugestiva de depressão e o transtorno mental
são fatores comprometedores ao bem estar profissional.

Descritores: Transtornos mentais. Serviços médicos de emergência. Equipe de enfermagem.

Changes in health and symptoms suggestive of depression among nursing staff of the mobile emergence care service

Abstract: The aim of this work was relate changes in health with the prevalence of symptoms suggestive of depression in professionals of nursing staff
of the Mobile Emergence Care Service. This is an epidemiological, descriptive and transversal study with a quantitative approach of the data, carried
out between July and October of 2013. The study included 85 professionals. Workers that indicated carrier of mental disorders had a prevalence of
symptoms suggestive of depression four times higher when compared to workers that had no indicated carrier of this disease. We conclude that the
association between the prevalence of symptoms suggestive of depression and mental illness are factors compromising the welfare professional.

Descriptors: Mental disorders. Emergency medical services. Nursing team.

Alteraciones de salud y síntomas sugestivos de depresión entre trabajadores de la enfermería del servicio de atención móvil de urgencia

Resumen: El presente estudio tuvo como objetivo relacionar las alteraciones de salud com la prevalencia de síntomas sugestivos de depresión de
los profesionales de la enfermeira del servicio de antención móvil de urgência. Se trata de un estudio epidemiológico, descriptivo y transversal, con
abordagen cuantitativa de los datos, realizada entre Julio y Octubre de 2013. Participaron en el estudio 85 profesionales. Los trabajadores que indicaron
que los pacientes con trastornos mentales presentan uma prevalencia de síntomas sugestivos de depresión cuatro veces mayor que los trabajadores
que no indican la enfermedad. La conclusión és de que la asociación entre la prevalencia de síntomas sugestivos de la depresión y la enfermedad mental
son factores que comprometen el bienestar profesional.

Descriptores: Trastornos mentales. Servicios médicos de urgencia. Grupo de enfermería.


Texto completo:

PDF

Referências


Brasil. Ministério da Saúde. Portaria nº 1.864/GM. 29 set. 2003: institui o componente pré-hospitalar móvel da política nacional de atenção às urgências, por intermédio da implantação de serviços de atendimento móvel de urgência em municípios e regiões de todo o território brasileiro: SAMU-192. Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2003b.

Alves M, Rocha TB, Ribeiro HCT, Gomes GG, Brito MJM. Particularidades do trabalho do enfermeiro no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Belo Horizonte. Texto Contexto Enferm. 2013; 22(1): 208-15.

Blog da Saúde. 10 anos do SAMU! é o SUS que vai até

você. Ministério da Saúde [Internet]. 2013 [acesso em 2014]. Disponível em: http://www.blog.saude.gov.br/index.php/ programasecampanhas/33368-10-anos-do-samu-e-o-sus-quevai- ate-voce.

Duarte SJH, Nardes RPMA, Pena SB, Mendez RDR, Candido MCFS. Vítimas de acidente motociclístico atendidas pelo serviço de atendimento móvel de urgência em Campo Grande, MS. Enferm Foco. 2013; 4(2): 135-39. Disponível em: http://revista. portalcofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/530.

Mendes ACG, Araújo-Júnior JLAC, Furtado BMASM, Duarte PO, Silva ALA, Miranda GMD. Condições e motivações para o trabalho de enfermeiros e médicos em serviços de emergência de alta complexidade. Rev Bras Enferm. 2013; 66(2): 161-66.

Martinez MC, Latorre MRDO, Fischer FM. Validade e confiabilidade da versão brasileira do Índice de Capacidade para o Trabalho. Rev. Saúde pública. 2009; 43(3): 525-32.

Gorenstein C, Andrade L. Validation of a portuguese version of the Beck Depression Inventory and State-Trait Anxiety Inventory in Brazilian subjects. Braz. j. med. biol. res. 1996; 29(4): 453-57.

Spreeuwers D, Strikwerda DC, Weel ANH. . Registration of workrelated diseases, injuries, and complaints in Aruba, Bonaire, and Curaçao. Pan American Journal of Public Health. 2012; 31(2): 109-14.

Nardi HC, Ramminger T. Políticas públicas em saúde mental e trabalho: desafios políticos e epistemológicos. Psicol., Ciênc. Prof. (Impr). 2012; 32(2): 374-87.

Organização Mundial de Saúde [homepage na internet]. Geneva; 2014 [acesso em 9 jun 2014]. Disponível em: http://www.who.int/ mental_health/managemnet/depression/es/

Furegato ARF, Candido MCFS, Costa-Júnior ML. Comparing Knowledge and Opinions on Depression among




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2014.v5.n1/2.595

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.