Causas do desmame precoce e suas interfaces com a condição socioeconômica e escolaridade

Emanuella Freitas Diogo, Taiane Souza, Denise de Azambuja Zocche

Resumo


Este trabalho visa a analisar as causas do desmame precoce em puérperas que frequentam a Unidade Básica de Saúde no município de Viamão, estado do Rio Grande do Sul, reconhecendo as interfaces da condição socioeconômica e dos fatores culturais implicados. Trata-se de uma pesquisa qualitativa utilizando entrevistas e análise documental. Resultados: a experiência materna e o apoio familiar são fatores relevantes para a manutenção do AME (Aleitamento Materno Exclusivo) e a escolaridade das mães influencia na compreensão das orientações fornecidas pela equipe de saúde.

Descritores: Período Pós-Parto, Desmame Precoce, Práticas Culturais, Aleitamento Materno.

Causes of early weaning and its interface with the social-economic status and education

This study aims to analyze the causes of early weaning among mothers who attend the Basic Health Unit in the municipality of Viamão, the state of Rio Grande do Sul, recognizing the interfaces of socio-economic and cultural factors involved. That is a qualitative research by using interviews and documental analysis. Results: the maternal experience and family support are relevant factors to the maintenance of EBF (exclusive breastfeeding), and maternal schooling influences the understanding of the guidelines provided by the health team.

Descriptors: Postpartum Period, Early Weaning, Cultural Practices, Breastfeeding.

Las causas de destete precoz y sus interfaces con la situación socio-económica y la educación

Este estudio tiene como objetivo examinar las causas de destete precoz entre las madres que asisten a la Unidad Básica de Salud en el municipio de Viamão el estado de Rio Grande do Sul, el reconocimiento de las interfaces de los factores socioeconómicos y culturales involucrados. Se trata de una investigación cualitativa utilizando entrevistas y análisis de documentos. Resultados: la experiencia derivada de la maternidad y el apoyo familiar son factores relevantes para el mantenimiento de la LME (lactancia materna exclusiva), y la escolaridad de la madre influye en la comprensión de las orientaciones dadas por el equipo de salud.

Descriptores: Periodo postparto, Destete precoz, Las prácticas culturales, La lactancia materna.

Texto completo:

PDF

Referências


Organização Mundial de Saúde. Estratégia global para alimentação lactentes e crianças de primeira infância. São Paulo: IBFAN Brasil; 2005.

Cabral VLM, Campestrini S. Mães desejosas de amamentar enfrentam despreparo profissional. Programa de Aleitamento Materno. Rev Palma. 2003:01-03.

Ministério da Saúde (BR). Política Nacional de Aleitamento Materno, 2004 [Internet]. [citado em 2008 Out 30]. Disponível em: http://www.saude.gov.br.

Oliveira RL, Silva AN. Aspectos legais do aleitamento materno: cumprimento da lei por hospitais de médio e de grande porte de Maceió. Rev Bras Saúde Matern Infant. 2003;3(1):43-4.

Giugliani ERJ, Lamounier JA. Aleitamento materno: uma contribuição científica para a prática do profissional de saúde. J Pediatr (Rio de Janeiro). 2008;80(5):117-8.

Primo CC, Caeano LC. A decisão de amamentar da nutriz: percepção de sua mãe. J Pediatr (Rio de Janeiro). 1999;75(6):449-55.

Weigert EM. Influência da técnica de amamentação nas frequências de aleitamento materno exclusivo e lesões mamilares no primeiro mês de lactação. J Pediatr (Rio de Janeiro). 2005;81(05):304-10.

Silva IA. Enfermagem e aleitamento materno: combinando práticas seculares. Rev Esc Enferm USP. 2000;34(4):362-9.

Ministério da Saúde (BR). Glossário do Ministério da Saúde: projeto de terminologia em saúde. Brasília: Ministério da Saúde; 2004. (Série cadernos técnicos. Série F. Comunicação e Educação em Saúde).

Campos CJG. Método de análise de conteúdo: ferramenta para a análise de dados qualitativos no campo da saúde. Rev Bras Enferm. 2004;57(5):611-4.

Percegoni N. Conhecimento sobre aleitamento materno de puérperas atendidas em dois hospitais de Viçosa, Minas Gerais. Rev Nutr. 2002; 15(1):29-35

Montrone AVG. Promoção da amamentação por crianças do Ensino Fundamental. Interface Comun Saúde Educ. 2008.

Teixeira MA. Significados de avós sobre a prática do aleitamento materno no cotidiano familiar: a cultura do querer-poder amamentar. Texto Contexto Enferm. 2006;15(1):98-106.

Almeida NA, Cleide G. Aleitamento materno: uma abordagem sobre o papel do enfermeiro no pós-parto. Rev Eletrônica Enferm. 2004;6(3):358-67.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2011.v2.n1.66

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.